FRIHOSTFORUMSSEARCHFAQTOSBLOGSCOMPETITIONS
You are invited to Log in or Register a free Frihost Account!


Teste psicológico de Carl Jung





cparakawa
Eu tenho acompanhado o 1001 Gatos de Schrodinger. O responsável pelo blog tem se focado no teste psicológico de Carl Jung (um dos pais da psicologia, ao lado de Freud). Eu achei bem interessante.

O teste enquadra as pessoas em 16 tipos básicos de personalidade e servem de base para outras análises.

http://1001gatos.org/tipos-psicologicos-carl-jung-descubra-qual-e-o-seu/

Os testes:
http://www.inspiira.org/ (em português)
http://www.typelogic.com/
http://www.typology.net/

Eles analisam 4 características básicas: extroversão/introversão, sensação/intuição, pensamento/sentimento e julgamento/percepção.

Os 16 tipos possíveis são estereótipos, mas servem de base pra pessoa se auto-analisar.

Talvez a informação sirva pra alguém.

[]'s
Lviter
O meu resultado bateu quase 100%, impressionante!
cparakawa
O meu deu bem próximo, uns 90%. Eu sou ENTJ. Rolling Eyes

Sendo indiscreto, saiu o que no seu, Lviter?
wolvebr
meu resultado saiu 95%... incrível como acertaram.. xP... eu sou ISTJ (só queria saber o que é isso.. xP).. vlwz
Lviter
cparakawa wrote:
O meu deu bem próximo, uns 90%. Eu sou ENTJ. Rolling Eyes

Sendo indiscreto, saiu o que no seu, Lviter?


Eu não vi estas siglas na resposta, embora tenha lido no blog. Só li como resultado um texto bem grande que parecia escrito por alguém que me conhecia bem. Shocked

Fiz o teste do site http://www.inspiira.org Depois vou fazer os outros e te digo quais foram minhas letras.
cparakawa
wolvebr wrote:
meu resultado saiu 95%... incrível como acertaram.. xP... eu sou ISTJ (só queria saber o que é isso.. xP).. vlwz


http://1001gatos.org/istj/

"ISTJ (Introvertion, Sensation, Thinking, Judgement), sua personalidade é introvertida, sensação, pensadora e julgadora. Seu tipo é sensitivo.

Você é uma pessoa tranqüila e reservada, que preza por segurança e paz. Você tem um forte senso de dever, que lhe dá um ar sério e a motivação de cumprir tarefas. Organizado e metódico ao fazer as coisas, você geralmente consegue cumprir qualquer atividade ou tarefa que você assumir.

Você é uma pessoa muito leal, fiel, confiável, e que valoriza honestidade e integridade ao extremo. Você é o típico cidadão exemplar, em quem se pode confiar que fará o que é certo para com sua família e comunidade. Mesmo que você leve tudo o que faz a sério, você também tem um senso de humor meio descompassado, podendo ser uma pessoa muito divertida – especialmente em festas ou encontros de família, ou do serviço."

Na wikipedia: http://en.wikipedia.org/wiki/ISTJ

Sei lá se bate ou não com vc ... Rolling Eyes
Lviter
INFJ (Introvertion, Intuition, Feeling, Judgement), a personalidade é introvertida, intuitiva, sentimento e julgadora. É um tipo sensitivo.

Aproximadamente 2-3% da população, INFJs habitam um mundo de idéias. Eles são independentes, pensadores originais com fortes sentimentos, princípios firmes e integridade pessoal.

INFJs confiam em suas próprias idéias e decisões mesmo em face do ceticismo. Eles são motivados por uma visão interna que valorizam acima de todos os outros fatores, incluindo opinião prevalecente ou autoridade estabelecida. INFJs freqüentemente vêem significados mais profundos e têm uma percepção intuitiva das situações. Suas inspirações são importantes e válidas para eles, mesmo que os outros não compartilhem do seu entusiasmo.

INFJs são leais, comprometidos e idealistas. Por causa da força da sua convicção e sua clara visão do que é melhor para o bem comum, INFJs podem ser grandes líderes


Faço companhia à Lisa Simpson e Gandhi. Faz sentido porque também sou vegetariana como eles. Smile
cparakawa
Se a pessoa tiver um pouco de bom senso e se auto-conhecer, nem precisa fazer o teste ... Wink

É só saber se é:
(E)xtrovertida ou (I)ntrovertida
Se guia pelos (S)entidos ou pela i(N)tuição
Leva mais em consideração o que pensa (T) ou seus sentimentos (F)
Considera mais o mundo pela sua (P)ercepção ou (J)ulgamento

Claro que poucos são 100% de um lado. S e F são muito fracos pra mim, J é mais forte que P e E é pouca coisa mais forte que I. Então eu sou ENTJ com um "quê" de INTJ. Tipo majotariamente pensativo que, dependendo, pode se apresentar alguns traços intuitivos.

ENTJs são tipos raros, que tendem a ser super alphas. Só "gente boa", estilo Hitler, Napoleão, Bill Gates e Steve Jobs. Sei lá se isto é motivo de orgulho ... Rolling Eyes

+++++++++++++++++++++++++++++

Pra quê serve esta lenga lenga toda?

É mais uma ferramenta de de análise psicológica. Não é perfeita, mas ajuda no auto-conhecimento. Talvez auxilie na correção de alguns problemas, mas o mais importante é saber usar bem suas qualidades e conviver com seus defeitos.
hive
Legal, achei que meu resultado foi bem acertado também. O meu deu INTP (1% da população!!Shocked ) e tanto a descrição do final do teste quanto a da wikipedia são condizentes com vários aspecto do meu comportamento.
Pena que não haja dicas pra melhorar as áreas mais obscuras, se bem que isso deveria ser algo bastante subjetivo...
cparakawa
Aih que vc se engana:

http://www.teamtechnology.co.uk/myers-briggs/intp.htm

"The potential ways in which an INTP can irritate others include:

* being too intellectual
* finding too many flaws, and not accepting imperfect but 'good enough' solutions
* not taking account of others' feelings
* suggesting ideas and then appearing to change his/her mind
* leave others to worry about implementation once the major problems have been solved
* clinging to a principle at the expense of relationships and harmony "

"Under extreme stress, fatigue or illness, the INTP's shadow may appear - a negative form of ESFJ. Example characteristics are:

* expressing intense negative emotions towards others
* being very sensitive to criticism
* becoming preoccupied with details, without any logical basis
* interpreting facts or events in a very subjective way "

Tem mais coisa aih no link, quem sabe interesse ... Wink
hive
heheheh
Perfeito, é bem por aí...Sou bastante irritante e insensível de um modo geral.

O que me conforma é que o inventor desse sistema, o Jung, também era freak (INTP), assim como o Einstein e outros VIPs do pensamento universal. Surprised

Mas vou procurar ler mais sobre as outras personalidade, achei bastante interessante o assunto, cheguei a gastar mais de hora lendo a respeito hoje. Na verdade acho que me senti um pouco mais "normal", sabendo que existe mais gente freak como eu por aí.
D'Artagnan
Quote:
ENTJs são tipos raros, que tendem a ser super alphas. Só "gente boa", estilo Hitler, Napoleão, Bill Gates e Steve Jobs. Sei lá se isto é motivo de orgulho ...


Acho que o principal motivo de ENTJ ser um tipo raro é porque deve ser bem dificil ser pensativo e julgador , e ainda por cima ser extrovertido, dificilmente antes de soltar a matraca vc vai pensar ou julgar Razz

o meu deu INTJ , um tipo de bixo averso a sociedade criado no mato que só sai pra comprar leite , peças para seu computador e cds pra gravar os backups da milhoes de linhas de codigo que ja escreveu XD

Eu sempre acho esse testes de internet um pouco obvios,
-- Que fruta você é, amarelo(X) ou vermelho , duro ou mole(X), redondo ou comprido(X):
parabéns vc é uma banana! --

só queria mesmo entender aquelas porcentagens, eu ahco duvidoso pq eh um teste criado por jung ... se fosse coisa do analista de bagé eu bota mais fé...
cparakawa
D'Artagnan wrote:
Acho que o principal motivo de ENTJ ser um tipo raro é porque deve ser bem dificil ser pensativo e julgador , e ainda por cima ser extrovertido, dificilmente antes de soltar a matraca vc vai pensar ou julgar Razz


Eu acho que a pessoa pode nascer do tipo "meiguinha" (sentimental). Só que é difícil nascer ENTJ. Simplesmente porque ENTJs costumam acumular um bom volume de conhecimento antes de "entrar em ação". Até uns 5 anos atrás, eu era INTJ. E antes disto eu devia ser outra coisa. Eu encaro mais como uma espécie de evolução. Chega num momento que vc acumula muito conhecimento e quer mudar o mundo "na porrada". Aí vc vira ENTJ. É minha teoria sobre mim mesmo, sei lá ... Rolling Eyes

Quote:
Eu sempre acho esse testes de internet um pouco obvios,
-- Que fruta você é, amarelo(X) ou vermelho , duro ou mole(X), redondo ou comprido(X):
parabéns vc é uma banana! --

só queria mesmo entender aquelas porcentagens, eu ahco duvidoso pq eh um teste criado por jung ... se fosse coisa do analista de bagé eu bota mais fé...


A questão é que Jung não viu nem televisão, provavelmente. As porcentagens não sei quem criou. O fato é que é difícil encontrar pessoas de um determinado "tipo". E os tipos pensativos, pelo que eu vejo, são intolerantes com os outros.

Pro ser humano em geral, é difícil se achar classificado em apenas 16 tipos ( ou 8 ). As pessoas costumam se achar únicas. Eu achava isto, até fazer uma disciplina chamada "comportamento animal", muitos anos atrás. Passei a ver o quanto o ser humano é parecido com os demais animais. A maioria das pessoas é guiada pelas sensações e sentimentos. Vc só passa a se diferenciar quando passa a viver baseado em conhecimento e racionalidade. Aí sobram poucos. E nem sempre isto é benéfico pra si mesmo, às vezes vc se segrega da sociedade, que é o caso de muitos INTJs. Às vezes vc quer dominá-la. E dentre estes últimos estão os ENTJs.
leandrow
Muito interessante!

Sou muito ligado a psicologia, é uma área muito interessante.

Dei uma lida rápida e ainda não fiz o teste porque tenho que sair daqui a pouco, mas vou marcar aqui o endereço, quando eu fizer o teste, retorno ao tópico! Wink
maybe
gente do céu!
fiz o teste do inspiira.org eu fiquei impressionada com o resultado!
bateu muita coisa do resultado comigo...
mas fico ainda meio pé atrás porque de uma forma ou de outra é uma coisa tão genérica. mas médio acredito em algumas partes deste teste, acredito mais nele do que em horóscopo!
*o que não é difícil*

tá, o meu resultado foi: INFJ ( introvertida intuição sentimento pensamento sensação )
cparakawa
Sacanagem comparar com horóscopo.

Fora que o seu signo é pra vida inteira, seu perfil psicológico não. Ele pode mudar por vários motivos, como amadurecimento pessoal e choques traumáticos.
maybe
cparakawa wrote:
Sacanagem comparar com horóscopo.

Fora que o seu signo é pra vida inteira, seu perfil psicológico não. Ele pode mudar por vários motivos, como amadurecimento pessoal e choques traumáticos.


brincadeira, oi?
cparakawa
Não levei a mal não, faltou um emoticon. Smile

----------------------------

Fazendo um aparte off-topic.

O "legal" do horóscopo é que sua personalidade se define de acordo com o local e a hora em que vc nasceu. Se na Gde São Paulo nascem umas 1000 pessoas por dia, mesmo pondo umas 12 possiveis variações de horário, são quase 100 pessoas que tem o mesmo mapa astral que eu. Eu nunca achei uma pessoa nascida no mesmo dia que eu (não fico perguntado, outro problema). Estatisticamente é difícil de achar. Pelo horóscopo não. Estes outros 99 malucos com o perfil igual ao meu, regidos da mesma forma pelos mesmos astros, deveriam ter gostos e capacidades muito similares às minhas. Então a chance de se cruzar em algum lugar que eu ache agradável, ou mesmo em alguma das escolas que freqüentei, deveria ser alta - afinal tenderiam a ter trajetórias de vida parecidas. Mas não o é.

Ou seja, o horóscopo não tem lógica e nem coerência pelo que eu observo. Ou, se ele for válido, é fraco demais pra guiar a vida de alguém. É como a sinusite, ter audição acima da média, ter uma pinta na bochecha. Pode até influenciar, mas não resolve nada.

Horóscopo pra jogo de futebol: "O Sol influencia positivamente o time X, entretanto a conjunção da Lua com Marte pode levar a um empate. Urano e Saturno atraem energias negativas que podem levar a um resultado adverso". Boniiiiiiiiiiiiiiiito. E tem gente que acredita. Cool

Quando eu comprei meu cachorro, eu peguei os dados de nascimento dele e fiz aqueles mapas astrais que se acha na internet. Não bate em nada. 100% fraude. Mad
maybe
cparakawa, ops, ok.
desculpa se fui rude tá?
Bockman
Your Type is ESFP
Extroverted 56%
Sensing 25%
Feeling 38%
Perceiving 33%


You are:

* moderately expressed extrovert
* moderately expressed sensing personality
* moderately expressed feeling personality
* moderately expressed perceiving personality

Desculpem, mas eu prefiro sempre fazer estas coisas em inglês (além de que não me pede registo Wink )

É mais ou menos a minha cara, sim, mas o mais importante é que algumas das perguntas me fizeram efectivamente pensar sobre como é que eu reajo a certas questões.

Be Well Cool
cparakawa
maybe wrote:
cparakawa, ops, ok.
desculpa se fui rude tá?


Acho que eu fui muito mais rude que vc, eu que devo desculpas. É por isto que emoticon ajuda bastante. Wink

+++++++++++++++++++++

Bockman, eu fiz dois testes em inglês primeiro, só depois que eu vi o em português - deu o mesmo resultado nos 3. Como o fórum é em português, então eu coloquei o link em português primeiro. Tbm prefiro fazer os testes em inglês, em geral.

O chato é que, em algumas perguntas, dá dúvida na resposta ou vc acaba achando que é uma terceira coisa. Acho que não dá pra ter uma resposta muito precisa para algumas questões, por isto eu preferi fazer 3 vezes em lugares diferentes (perguntas diferentes tbm).

Se desse I ao invés de E, vc ia ser de um tipo miguxo. hehehehehe Very Happy
maybe
cparakawa wrote:


Acho que eu fui muito mais rude que vc, eu que devo desculpas. É por isto que emoticon ajuda bastante. Wink



tudo bem!
Wink

sim sim, ajuda bastante mesmo!
Kashinilaya
Fiz um teste rápido (quatro perguntas!) e recebi uma classificação. Tive dúvidas em todas as respostas e todas as classificações parecem ter algo que combina com minha personalidade. Não tenho tempo no momento (e, portanto, paciência) para um teste longo. Mas acredito que um teste mais sério que esse que fiz poderia espelhar a realidade. O importante é saber que tudo no mundo relativo muda, inclusive nossa personalidade (graças a Deus!!!). A minha está passando por uma mudança drástica! Daí, talvez, parecer que todas as classificações servem... e, ao mesmo tempo, nenhuma serve!
cparakawa
Isto aconteceu comigo também. Acho que estas mudanças de personalidade são normais na vida de muitos. Eu respondo de forma viesada, pensando em como eu responderia um ano atrás e pra onde apontam minhas respostas atuais (quando eu tenho dúvidas nelas). Respondendo mais de um questionário tbm ajuda, dá pra enteder a lógica por trás da caracterização de cada um dos conceitos e na formação dos arquétipos.

Eu encaro mais como uma ferramenta de auto-análise, tentando me preparar para as mudanças que ocorrem em minha personalidade ou que estão em fase final de amadurecimento. Esta busca por "tatear" o futuro ou pelo menos se preparar da melhor forma possível para ele tem sido uma constante na minha vida. A única coisa que eu notei nos testes - aplicando a mim mesmo - é que se uma das variáveis não apresenta indicação clara pode ser normal. Se é mais do que uma, indica transição ou confusão mental - o que espero tbm ser transitório. Cool
Lviter
Vocês já fizeram o Teste das Cores de Max Luscher? Impressiona muito além de se aprender mais sobre uso das cores. Este é um link com uma versão bem simplificada do teste. Escolha as cores pela ordem de sua preferência pessoal, mas sem pensar muito:

http://www.saunalahti.fi/jawap/colour/colortest.html

Só que esta versão é muito resumida mesmo. Mas para quem quiser fazer a sério o ideal é você ter o manual do autor para orientar.
cparakawa
Fiz o teste e realmente bateu muito próximo. Não estou em fase normal, ando insone e stressado nos últimos dias. Eu tbm fiz um teste de abstração, imaginando as cores que eu escolheria se estivesse em um momento mais calmo. Mais ou menos próximo, mas foi chute mesmo.

http://www.quincyweb.net/quincy/psychology.html

Nesta página aí tem vários testes, inclusive os de QI. Pra quem se interessar.
Lviter
Só por curiosidade, Cparakawa, qual a ordem das cores que você escolheu?
cparakawa
Agora nem lembro, foi cinza e depois as outras, as muito escuras e o amarelo ficaram pro final. Deu alto grau de stress e ansiedade, o que é verdade. Tbm deu excesso de exigência e coisas do gênero, o que é normal, especialmente comigo mesmo. Eu tenho um monte de coisas pra resolver até a semana que vem, ando com insônia e fumando demais. O pior de tudo é que eu montei um timetable bem planejado e as coisas estão indo dentro do previsto. Tô precisando voltar a escutar mantra ... Confused

Lembrei de um teste que vc faz, pensa na primeira cor que vem à cabeça. É ela que indica como vc encara a vida. A minha cor é cinza azulado claro. Se alguém lembrar aonde tem a tabela das cores com os significados e postar o link, é interessante.
Lviter
Eu ando escutando bastante música deste estilo e me faz bem.
Mas o principal é achar um tempo pra ficar só consigo mesmo e desligar (eu sei que não é fácil).
cparakawa
Lviter, eu não tô tendo tempo pra isto. É um grande problema. Tava pensando em fazer um retiro espiritual no Natal, mas não sei se vai dar. Ficar uns dois dias sozinho, conversando com os meus botões, sem problemas pra resolver, tentar zerar a mente. Fazer um brainwash pesado.
Lviter
Acho que a qualidade deste tempo de descanso é tão ou mais importante que a quantidade (embora só você possa avaliar suas necessidades) (desculpe o eco!).

Eu uso a velha tática de parar e respirar fundo, nem que seja por cinco minutos, quando a coisa está acelerada demais e funciona comigo.
cparakawa
Muitas vezes eu preciso desta adrenalina, só não sei dosá-la direito. A única coisa boa é que eu tenho uma espécie de trava interna, quando eu me sobrecarrego, eu páro e dane-se. Como um disjuntor que desliga em casos de sobrecarga, evitando que a aparelhagem da casa queime. Funciona comigo.

Pelo que eu vejo das pessoas que são INTJs e ENTJs, o grau de exigência consigo mesmo é muito grande. Não só vc espera demais de si mesmo, mas vc batalha para atingir seus próprios níveis de exigência. E isto pode ser altamente danoso. É disto que eu gosto neste teste, não só mostrar o seu potencial, mas os defeitos de cada perfil que precisam ser tratados com a devida atenção.
Lviter
cparakawa wrote:

Pelo que eu vejo das pessoas que são INTJs e ENTJs, o grau de exigência consigo mesmo é muito grande. Não só vc espera demais de si mesmo, mas vc batalha para atingir seus próprios níveis de exigência. E isto pode ser altamente danoso.


Eu fui assim, muito perfeccionista. Mas o grande problema é que como eu exigia de mim (e eu me cobrava muito mesmo), também me sentia no direito de exigir dos outros. Minha vida ficou bem mais fácil quando aprendi a ser mais flexível (não foi de um dia para o outro, mas valeu a pena).

Um livro me ajudou bastante a perceber certas coisas, é meio estilo auto-ajuda, mas bem interessante: "Seus Pontos Fracos". Wayne Dyer o autor, é psicólogo.
cparakawa
Eu não sou perfeccionista, eu estou num nível abaixo: sou detalhista. Não espero perfeição em nada, mas tenho noção do que está errado (na minha visão) e consigo ponderar: isto passa ou isto não passa.

Eu não fui criado num ambiente de perfeccionismo ou detalhismo. Mas fui criado num ambiente de exigência constante. Por isto eu acho normal. Procuro ser brando, até mesmo leniente com as pessoas do meu convívio. Mas nas coisas que realmente me interessam, eu sou exigente com os outros, mas não tanto quanto às exigências em relação a mim mesmo. O pior chefe que eu já tive na vida sou eu mesmo, mesmo assim eu sou camarada comigo mesmo. É exatamente por isto que eu busco o auto-conhecimento: pra saber o que eu posso e o que não posso exigir de mim mesmo.
Lviter
cparakawa wrote:
Eu não fui criado num ambiente de perfeccionismo ou detalhismo. Mas fui criado num ambiente de exigência constante. Por isto eu acho normal. Procuro ser brando, até mesmo leniente com as pessoas do meu convívio. Mas nas coisas que realmente me interessam, eu sou exigente com os outros, mas não tanto quanto às exigências em relação a mim mesmo. O pior chefe que eu já tive na vida sou eu mesmo, mesmo assim eu sou camarada comigo mesmo. É exatamente por isto que eu busco o auto-conhecimento: pra saber o que eu posso e o que não posso exigir de mim mesmo.


Eu também era assim, não precisava de críticas ou cobranças, porque eu era pior do que qualquer chefe. Um pouco disso é bom, porque te faz ter um padrão tão alto que se você relaxa ainda assim está em um nível aceitável.

Também recebi uma educação nesse estilo, embora sem repressão. Um dia, conversando com minha avó ela lamentou que houvesse sido tão exigente com a filha (que me repassou esse padrão) pois como resultado minha mãe no presente não sabia colocar limites em seu horário de trabalho e por isso trabalhava demais, entre outras características.

Quem é perfeccionista acha que vai conseguir consertar o mundo. Mas o segredo é se concentrar em si mesmo (pelo menos foi comigo), aceitando suas próprias limitações.
JustCarol
ow, que teste bom BATEU TUDO!

VALEU!!!
Tilibra
fiz o teste q vc mencionou e nele, eu sou INTJ.

como vc disse, pra ser ENTJ, é preciso acumular muito conhecimento, e acho que estou fazendo isso para me tornar em breve um ENTJ.

lí quase tudo que vc relacionou aos tipos de pessoas, e estou estudando esses tipos de personalidades.

uma sugestão que deixei para o pessoal do inspiira.org foi qto ao numero de opções.
No meu caso ( teóricamente uma pessoa que está mudando seu modo de pensar a agir ) as opções eram muito inexatas, e faltaria uma terceira opção para esse caso de "evolução" ou "regreçao".

parabéns cparakawa por trazer esses testes e conteúdos voltados ao nosso "ser".
está sendo de grande ajuda para mim !!!!

E percebí tbm que o Lviter tbm é bem conhecedor do assunto.
Tenho bons orientadores para minha jornada de auto-conhecimento !
cparakawa
Eu não tenho nível suficiente pra ser orientador. Eu só troco idéias e impressões sobre o assunto. Se aparece alguém com alguma nova idéia ou assunto, é sempre interessante. Não dá pra saber tudo sobre tudo, mas pelo menos dá pra ter uma boa idéia dos temas que interessam a cada um. Se outra pessoa já pesquisou sobre algo, não vejo problema em entender o que ela pesquisou e por qual linha ela seguiu. Neste ponto, a internet é excelente e horrorosa. Existe uma enormidade de material, mas não devidamente catalogado e muitos sem confirmação de qualidade. Dá pra aprender tudo errado visitando sites "suspeitos". Rolling Eyes
mariohs
Vou ressucitar o tópico.

Recentemente assisti a uma palestra sobre MBTI (Myers Briggs Type Indicator). Tomei interesse e acabei fazendo os testes.

Fiz dois testes, ambos deram ESFP.

E 78%
S 62%
F 38%
P 44%

You are:
very expressed extravert
distinctively expressed sensing personality
moderately expressed feeling personality
moderately expressed perceiving personality

Pelo que vi, o Bock também é ESFP, estou com medo... Very Happy

Vejo também que o Tilibra e D'artagnan são exatamente o meu oposto (INTJ). To só esperando eles pisarem na bola pra quebrar o pau. Very Happy
cparakawa
mariohs wrote:
Vejo também que o Tilibra e D'artagnan são exatamente o meu oposto (INTJ). To só esperando eles pisarem na bola pra quebrar o pau. Very Happy


hahahaha
Eu sou quase o oposto. Não precisa pisar na bola pra arranjar quebra pau comigo - no sentido de discussão, óbvio. Arranca toco já é um nível bem maior de agressividade.

Fiquei curioso, sobre o que falaram na palestra que vc assistiu?
mariohs
Vamos lá, vou tentar postar aos poucos para não pesar.

As dicotomias não têm a ver com talento ou qualidade. Não é porque você é do tipo I, que vai ser péssimo para falar em público. As dicotomias têm a ver somente com personalidade. Não existe certo ou errado, nem melhor nem pior dicotomia.

Outra coisa importante para quem faz o teste, é responder o que é natural de você e não o que você quer ser ou o que voce é forçado a fazer, seja por imposição da sociedade ou de você mesmo. É o que você prefere fazer. Quando você tem que agir de uma forma diferente, isso é causa de stress. Se por exemplo, você é obrigado a conviver com pessoas, que é um comportamento típico de pessoas E, enquanto você é do tipo I.

Eu não lembro de ter ouvido nada sobre desenvolver e mudar de dicotomia ao longo do tempo, ou se você já nasce com a personalidade.

Foram falados também alguns exemplos de atitudes relacionadas a cada uma das dicotomias, com exemplos práticos vindo dos próprios participantes. Pessoas E e I, S e N, T e F, J e P. Boa parte dos exemplos davam certo.

Outra coisa falada na palestra é não levar ao pé da letra a tradução das letras. Elas significam muito mais do que apenas a tradução. Extroversão e Introversão, por exemplo, não necessariamente mostram se a pessoa é tímida ou não. Isso tem mais a ver com estímulos, se você prefere ficar em grupo, com pessoas, ou se prefere ficar sozinho.

E tem também a questão do equilíbrio. Aprender a conviver com as outras personalidades, principalmente as que são o seu oposto.

As mensagens principais que eu vejo:
- As dicotomias são questão de preferência. É o que você prefere fazer e não o que é forçado a fazer.
- Elas não têm a ver com talento, não existe melhor ou pior.

Vou postando aos poucos, já escrevi demais Very Happy
cparakawa
É meio que uma apresentação genérica, pelo que eu entendi. Mais para as pessoas se sentirem bem consigo mesmas e tentar aceitar mais o próximo. Tem sua validade.

Algumas características são opostas e bi-estáveis. Só que é fácil imaginar uma pessoa que não seja sentimental e que não goste de pensar, nem T e nem S.

Nenhuma personalidade é melhor do que a outra. Só que algumas personalidades são mais adequadas a certos tipos de função. É difícil ser vendedor se não for extrovertido, é difícil ser líder sem ser E e J - ser extrovertido e tomar decisões.

Na minha opinião, todas as opções são passíveis de mudança. Uma pessoa extrovertida pode se tornar fechada ao convívio social e vice-versa. Um choque na vida da pessoa pode torná-la sentimental ou torná-la pensativa. Apesar do nome das características não representarem 100% o que elas representam, são indicadores fortes - caso contrário, seriam outras palavras.

Em parte é como aqueles testes de aptidão vocacional. O fato de vc poder desempenhar bem uma função, não quer dizer que vá acontecer. Só que, se vc não tiver jeito nenhum com a coisa, fica difícil.

Meio off-topic, vc também pode se concentrar em saber qual dos seus sentidos é mais apurado. Paladar e olfato são considerados fracos. Então vc tem um sentido dominante e um sub-dominante. Visão, audição e tato. Meu dominante é audição, meu sub-dominante é visão.

Pra que serve isto? No meu caso, serve pra muita coisa. Como a audição influencia muito meu estado de espírito, se eu me submeto por horas seguidas a um determinado gênero musical, eu consigo alterar meu estado de humor. Góticos (Bach, Sisters of Mercy, The Mission, por exemplo) são legais mas me deixam deprê. Ficar ouvindo rap me deixa agressivo. Música eletrônica me deixa agitado. Então eu consigo evitar os extremos com "audioterapia". Da mesma forma, algumas pessoas se sentem muito bem ou mal só pela cor que é pintada a parede, mesmo que seja um tom pastel. A escolha das cores que vc pinta sua casa podem alterar o seu humor. É muito interessante.

Algumas pessoas não são muito afetadas por estas coisas. E tem também o sexto sentido (contato com o plano astral) pra quem é sensitivo e o sétimo sentido pros cavaleiros do zodíaco. Cool

Eu gosto de ler e estudar estes assuntos fora do mainstream (ensinamento geral). Alguns não mudam nada a minha vida, alguns mudam bastante.

Voltando ao tópico.

O MBTI é um indicador. Serve como uma medição para auto-ajuda. Vc pode tentar tornar mais fortes certos aspectos e mais fracos outros. O fato de vc ser do tipo pensador não quer dizer que seus sentimentos são necessariamente fracos. É possível sim alterar as características de sua personalidade de acordo com seus objetivos e necessidades, provavelmente os pais de todos aqui fizeram isto conosco, mesmo que inconscientemente. E pra isto vc volta à ciência de Freud e Jung, a psicologia. O problema é que no Brasil existem tantos picaretas no ramo e uma idéia coletiva de que a psicologia é coisa para loucos ou para quem não tem o que fazer.

[]'s
mariohs
Quote:
Nenhuma personalidade é melhor do que a outra. Só que algumas personalidades são mais adequadas a certos tipos de função. É difícil ser vendedor se não for extrovertido, é difícil ser líder sem ser E e J - ser extrovertido e tomar decisões.

Eu não acho. Acho que uma pessoa I pode perfeitamente ser um bom vendedor. Pelo menos é o que disseram na palestra e faziam questão de reafirmar. Isso não tem a ver com skill. Uma pessoa I pode também ser muito boa para falar em público ou ser vendedora.

Podemos fazer um exercício.

Você acha que os maiores líderes de empresa são do tipo T ou F? A mesma pergunta para tipo J e P.
cparakawa
Aí é a brincadeira do Ovo e da Galinha.
Uma pessoa I pode se tornar boa vendedora se aprender a se comunicar com desenvoltura e de forma fluida, a menos que esteja vendendo um produto que se vende sozinho, como um ipod num país rico.
Ou a pessoa aprende e só usa isto para trabalhar - o que não o deixaria muito contente - ou ele aprende tão bem que se torna E. Isto é comum, pessoas introvertidas acabarem se tornando extrovertidas. Eu era introvertido quando criança, principalmente porque eu tinha uma bronquite freqüente. Ao mesmo tempo que a bronquite cessou, eu passei a estudar bem longe de casa, e passei a ser extremamente falante. Eu não passei a ser mais capacitado como vendedor (nem era, nem trabalhava), eu simplesmente mudei de I para E. Da mesma forma, por algum motivo, vc pode deixar de ser E e se tornar I momentaneamente, caso de alguma doença grave de pessoa próxima.

Quanto ao tipo T ou F para líderes de empresa, varia. Pessoas do tipo T são mais propensas a ser melhores planejadores e/ou estrategistas. Um tipo F pode ser melhor no trato das pessoas. Numa grande empresa, T teoricamente seria melhor. Numa empresa pequena que dependa muito da qualidade dos funcionários, F seria melhor. Uma coisa não exclui a outra. E é mais difícil arranjar um T verdadeiro do que um F, pois pra pensar eficientemente vc tem que ter uma carga de conhecimento adquirido alta. Se vc é mais emotivo, depende mais dos seus próprios sentimentos e de como vc canaliza isto para o mundo exterior.

Eu também gostaria de saber o que vc considera como líder. Um líder de projeto F pode ser uma excelente escolha. Um presidente/diretor que tenha que tomar decisões financeiras, de takeover ou mesmo de degola, tem que ter T forte. São esferas diferentes de liderança. Acima de tudo, quanto mais ao topo, menos contato o líder tem com o pessoal do térreo, seja a maioria dos funcionários, sejam pequenos clientes. As possibilidades não se tornam nulas, mas ficam mais restritas. Da mesma forma, se o líder for mais um coordenador de equipe, F se torna muito mais forte.

A mesma questão para J e P. Vou me focar em J. Se J é desenvolvido, a pessoa tem forte tendência a fazer julgamentos e, assim, tomar decisões. Considerando-se qualquer atividade empresarial, tomar decisões rápidas e corretas é o que determina o sucesso da empreitada. Se o líder precisa tomar decisões (e arca com elas), ser J é imprescindível em mercados velozes, e T é totalmente necessário para que ele tome o mínimo de decisões erradas possíveis. Por outro lado, um líder comunitário ou síndico, pelo bem-estar dos demais, deveria ser P.

Para o questionamento que vc fez, o termo líder é um tanto quanto nebuloso. Para ser um self-made man com grande poder de decisão, T e J são mais importantes. Para ser um coordenador que preze os coordenados, F e P são mais importantes.

Fazendo um outro exercício. Vc pode observar que a grande maioria das lideranças (políticas ou empresariais) são ExTJ. A resposta, a meu ver, é simples. Se você não é extrovertido, vc não vende seu peixe. Se vc não é do tipo pensador, vc não consegue criar uma estratégia para chegar no topo da pirâmide. Se vc não é do tipo julgador, vc não consegue tomar decisões rápidas e não consegue desenvolver oportunismo - a capacidade de aproveitar as oportunidades que lhe beneficiem. Faça uma lista de todos os grandes líderes e veja como a maioria cai no ExTJ. Não é por isto que são melhores. A maioria das pessoas vieram ao mundo somente para viver. Os ExTJ vieram para mudar o mundo, não importa que seja na porrada - em muitos casos. Como eu disse anteriormente, poucos nascem assim, a maioria vai se tornando assim no decorrer da vida.

Tudo o que eu disse tem a ver com um tópico antigo, o Sucesso Financeiro Suntentável. Vc se prepara para o que vc quer, ao invés de ter o que dá. Está escrito no brasão da cidade de São Paulo: "non ducor, duco".
Vanilla
Não bateu comigo em nenhuma das vezes que eu fiz! Nas duas primeiras vezes, deu ESTP. Beleza, mas eu não sou E, sou mesmo I! Agora resolvi refazer e olha a m...: ISFP! Tudo bem, SP é certeza. Então seria IS_P. Como me acho mais racional, então seria T. Beleza. Eu sou ISTP e ponto final. ¬¬

Ah sim, eu fui ler o perfil do ISTP... E quase caí dura! Sou eu!!!!

P.S.: cparakawa, você é meu oposto. Very Happy
mariohs
Por líderes eu diria presidentes e diretores de grandes empresas.
Segundo estatísticas, dadas na própria palestra, 50% dessas pessoas são do tipo T e 50% do tipo F. O mesmo acontece para J e P, meio a meio.
Vanilla
Fiz o teste em inglês e surpresa! Sou mesmo ISTP. Very Happy

Quote:
Introverted: 56%
Sensing: 25%
Thinking: 38%
Perceiving: 44%

You are:
moderately expressed introvert
moderately expressed sensing personality
moderately expressed thinking personality
moderately expressed perceiving personality


Depois vi isso aqui. Sim, mesmo tipo do Charles Bronson. Me achei animalmente. Very Happy
cparakawa
mariohs wrote:
Por líderes eu diria presidentes e diretores de grandes empresas.
Segundo estatísticas, dadas na própria palestra, 50% dessas pessoas são do tipo T e 50% do tipo F. O mesmo acontece para J e P, meio a meio.


Eu já havia antevisto isto. Não é das melhores opções, mas vou fazer um auto-quote.

cparakawa wrote:
É meio que uma apresentação genérica, pelo que eu entendi. Mais para as pessoas se sentirem bem consigo mesmas e tentar aceitar mais o próximo. Tem sua validade.


Esta é a função de uma palestra desta. Demonstrar para as pessoas que todos tem chances iguais, que todos somos parte de um time, que devemos viver em harmonia. Lembrei-me do desenho dos Ursinhos Carinhosos.

Qualquer conhecimento pode ser manipulado para o que vc quiser. Esta é a função das palestras dirigidas sobre assuntos em que as pessoas tenham baixo conhecimento. Se vc é uma folha em branco sobre um assunto, esta primeira opinião é marcante. É próximo do "The Secret".

Falando sobre mundo real.

Estatísticas. São altamente manipuláveis. Eu já fiz isto, o corte que vc dá nas estatísticas altera os resultados. "Os números não mentem, mas os mentirosos fabricam números" (Itamar Franco). A arte da manipulação é presente no dia-a-dia das empresas; se não fosse assim, para que serviriam os contadores? Dá pra acreditar em estatísticas? Sim, mas vc tem que entender como elas funcionam e como é feita a coleta de dados.

Por exemplo, para conseguir levantar os dados pertinentes sobre presidentes e diretores, qual foi o método utilizado? Se foi ligação telefônica, já é um viés grande. Pessoas em altos cargos nem responderiam algo do gênero, ou por falta de interesse, ou por falta de tempo. Um formulário de questões pode ser criado para dar resultados mais condizentes com a resposta que vc quer. Não é científico, mas é bem prático. "Sentimentos são importantes na sua vida?" e "Sentimentos muito mais importantes que racionalidade na sua vida?" são questões sobre o mesmo assunto e são altamente viesadas.

Se for feito o levantamento por formulário impresso, não duvido que muitos tenham mandado a secretária responder. E por aí vai. Sem falar que a própria base tenha sido manipulada diretamente.

Outro ponto. Para que uma empresa contrata uma palestra destas? Para aumentar a produtividade média dos funcionários, ou seja, para aumentar a lucratividade e a própria eficiência da funcionário. Fazer o funcionário vestir a camisa da empresa não é uma tarefa fácil. Por exemplo: se vc tem um cargo médio na empresa e não vê muitas possibilidades de melhora na sua carreira, ou vc se desmotiva ou busca outro emprego. Qualquer processo de lavagem cerebral via palestra tenta cortar isto. Mesmo que vc não veja muito futuro na sua empresa atual, o fato de vc passar a acreditar que tem a mesma chance de ascensão que outros colegas muito mais bem "posicionados", já faz vc trabalhar com mais afinco, sendo mais motivado e dando mais retorno para a empresa. O fato de vc ACREDITAR, já faz com as chances de perder um funcionário (e todo o dinheiro investido em treinamento) caírem.

Quando vc propôs um exercício, eu já sabia que vc ou iria replicar uma questão da palestra ou se basear em dados da palestra. Não é sexto sentido. As empresas são montadas como engrenagens, se a empresa não é podre. Ninguém gasta milhares de reais numa palestra, fora as horas de trabalho perdidas, se não for dar retorno para a empresa. Nenhuma empresa vai lhe passar informações/conhecimento a menos que as coisas melhorem, se melhorar para os funcionários já é um extra. E varia de acordo com a percepção de realidade de cada um.

O MBTI é uma técnica de análise de personalidade. Dá muito bem pra usar o conhecimento gerado por uma ela para criar uma palestra bem diferente. Os tipos indicam preferências, se vc realiza uma atividade pouco afeita ao seu nível de preferência (vc preferiria outra coisa), vc está perdendo. Procurar e encontrar um emprego/empresa mais condizente com suas preferências vai torná-lo mais satisfeito, o que é um impacto na sua própria vida. Esse aumento na qualidade de vida e diminuição do desgosto no trabalho vai fazer muito bem a si mesmo, inclusive aumentando as suas probabilidades de ascender profissionalmente. Afinal de contas, suas preferências tem que ser utilizadas em seu benefício ou em benefício da empresa em que vc está, e da qual vc não é dono?

Para ilustrar a palestra, é muito mais forte usar figuras marcante do que estatísticas. Impressiona muito mais. Vc mostra um Steve Jobs/Bill Gates indicam que as preferências deles são mais relacionadas a um espírito empreendedor - ou vc cria sua própria empresa, ou procura uma empresa em que vc possa galgar rapidamente aos andares mais altos. Ou mostra um Einstein e mostra que as preferências dele o fazem ser mais apto a tarefas de criação teórica. O impacto é muito maior mostrando o máximo que vc pode chegar, ao invés de dados genéricos sem face. Faz parte do imaginário humano, dos arquétipos e da figura de "herói".

Duvido que alguma empresa pague por uma palestra do gênero. E não estou falando que as empresas estão erradas de usar de tal tipo de ferramenta em benefício próprio.

O meu objetivo de ter procurado me informar sobre este sistema de tipos foi em total benefício próprio. Entender minhas potencialidades e fraquezas, saber o que é fácil mudar e o que não é. Buscar uma qualidade de vida maior para mim mesmo.

Non ducor, duco

[]'s
mariohs
cparakawa wrote:
Esta é a função de uma palestra desta. Demonstrar para as pessoas que todos tem chances iguais, que todos somos parte de um time, que devemos viver em harmonia. Lembrei-me do desenho dos Ursinhos Carinhosos.

Qualquer conhecimento pode ser manipulado para o que vc quiser. Esta é a função das palestras dirigidas sobre assuntos em que as pessoas tenham baixo conhecimento. Se vc é uma folha em branco sobre um assunto, esta primeira opinião é marcante. É próximo do "The Secret".

Falando sobre mundo real.

Estatísticas. São altamente manipuláveis. Eu já fiz isto, o corte que vc dá nas estatísticas altera os resultados. "Os números não mentem, mas os mentirosos fabricam números" (Itamar Franco). A arte da manipulação é presente no dia-a-dia das empresas; se não fosse assim, para que serviriam os contadores? Dá pra acreditar em estatísticas? Sim, mas vc tem que entender como elas funcionam e como é feita a coleta de dados.

Imaginei que iria trucar os números. Mas sou do tipo que simplesmente não acredito que o cara é pago para ir lá mentir, manipular os dados e fazer a gente ficar bem com a gente mesmo. Seria melhor que a palestra não fosse dada.
cparakawa
mariohs wrote:
Imaginei que iria trucar os números. Mas sou do tipo que simplesmente não acredito que o cara é pago para ir lá mentir, manipular os dados e fazer a gente ficar bem com a gente mesmo. Seria melhor que a palestra não fosse dada.


Vc está sendo muito inocente. A pessoa não está mentindo, está usando conhecimento a favor da empresa. Vc pode fazer o mesmo, se vc sabe programar, vc usa parcela de seu conhecimento em benefício da empresa. É o mesmo serviço. A diferença é a questão ética, afinal de contas manipular computadores não é a mesma coisa que manipular pessoas. Sim, a maior parte dos palestrantes pagos pelas companhias são "pastores empresariais". Confiem nEla, se devotem à Ela, acreditem que todos podem chegar lá. Ética é uma coisa rara no Brasil, de cima até embaixo.

Afinal de contas, se as pessoas passaram a se sentir melhor e passaram a conviver melhor não só no trabalho, mas também fora dele, já é um bom avanço. Não é porque é bom para a empresa que tem que ser ruim para os funcionários. Ou vice-versa.

Falando sobre estatísticas. No final do meu curso de econometria na graduação (sobre séries de tempo), havia um trabalho final para rodar um modelo de previsão sobre uma série de dados ao longo do tempo. Acho que todos os outros alunos pegaram a série que achavam mais legal (PIB, dólar/real, crescimento industrial, etc) e massacraram no teste, e dava trampo. Este era o objetivo do trabalho, pegar uma série e rodar testes trocentas vezes. Só que o louco aqui fez o serviço ao contrário. Peguei umas 50 séries diversas e rodava o primeiro teste, se o resultado não indicasse uma curva simples, eu descartava. Acabei pegando a série de crescimento populacional brasileiro e fiz o corte exatamente nos anos em que acabaram as grandes imigrações. Deu quase uma curva perfeita. Se eu aumentasse 10 anos (a amostra tinha uns 70 anos) na amostra, ficava complicadíssimo fazer o teste. Manipulando o corte e a escolha da série, obtive um trabalho com resultado excelente e com muito menor esforço (e os computadores eram bem mais lentos na época). Não foi errado, mas não foi lá muito ético. Não usei a estatística em benefício de outrem ou da ciência, a utilizei em benefício próprio. Não menti em nada, utilizei dados reais. Se eu não tenho como checar estatísticas, prefiro nem confiar nelas.

[]'s
mariohs
Vanilla wrote:
Fiz o teste em inglês e surpresa! Sou mesmo ISTP. Very Happy

Quote:
Introverted: 56%
Sensing: 25%
Thinking: 38%
Perceiving: 44%

You are:
moderately expressed introvert
moderately expressed sensing personality
moderately expressed thinking personality
moderately expressed perceiving personality


Depois vi isso aqui. Sim, mesmo tipo do Charles Bronson. Me achei animalmente. Very Happy

O meu:

http://www.humanmetrics.com/vocation/JCI.asp?EI=78&SN=62&TF=-38&JP=-44

"Elvis Presley, Elizabeth Taylor, Peter Kay (comedian)"
cparakawa
http://www.humanmetrics.com/vocation/JCI.asp?EI=-56&SN=25&TF=38&JP=-44


Quote:
YOUR TYPE
E N T J
Strength of the preferences %
33 100 62 11

Famous people of your particular type
Franklin D. Roosevelt, Margaret Thatcher, John P. Morgan, Norman Vincent Peale


Quote:
Hillary Clinton, Napoleon, Margret Thatcher, Carl Sagan, Bill Gates, Golda Meir, Edward Teller, George Benard Shaw, and General George C. Marshall are examples of Rational Fieldmarshals.


Deu muito alto meu N, provavelmente porque eu venho forçando a barra nos últimos tempos. Meu J anda abaixo do normal. É interessante como as coisas mudam com o tempo. Ou seja, as preferências não são constantes. Pelo menos pra mim. Very Happy
phantombr
cparakawa wrote:
ENTJs são tipos raros, que tendem a ser super alphas. Só "gente boa", estilo Hitler, Napoleão, Bill Gates e Steve Jobs. Sei lá se isto é motivo de orgulho ... Rolling Eyes


Então por pouquíssima coisa eu não sou um gênio da era moderna rsrsrs. Sou e INTJ. Mas do I até o E tem uma looonga estrada, que convenhamos, eu não vou percorrer.

Como diz o teste: Coloca a culpa de não ser compreendido na falta de capacidade dos outros. Twisted Evil
cparakawa
phantombr wrote:
cparakawa wrote:
ENTJs são tipos raros, que tendem a ser super alphas. Só "gente boa", estilo Hitler, Napoleão, Bill Gates e Steve Jobs. Sei lá se isto é motivo de orgulho ... Rolling Eyes


Então por pouquíssima coisa eu não sou um gênio da era moderna rsrsrs. Sou e INTJ. Mas do I até o E tem uma looonga estrada, que convenhamos, eu não vou percorrer.

Como diz o teste: Coloca a culpa de não ser compreendido na falta de capacidade dos outros. Twisted Evil


O problema dos ENTJs é que eles até compreendem os demais, e acabam criando sua própria teoria de como funcionam as coisas. Se eles realmente compreendem e se a teoria está correta, já é outro problema.

É por isto, em vez de vangloriar os grandes nomes associados ao meu tipo/perfil, eu prefiro citar casos extremos. Hitler é um dos casos mais extremos. Eu lembro de uma propaganda do Estadão que falava só sobre as coisas boas sobre ele, e como é fácil manipular os fatos. Adolph Hitler unificou e reergueu a Alemanha, destruída não só pela primeira guerra, mas também pela crise de 29. A Europa Ocidental realmente confiava em Hitler, mesmo sabendo do anti-semitismo e mesmo após a invasão da então Tchecoslováquia. Na minha opinião, Hitler se ferrou não porque era mau, mas porque era burro e/ou cego. A partir de 1937, ele fez tudo errado. A grande questão é que Hitler tinha tanta convicção de suas idéias e de sua capacidade, que ficou cego. O fato de ter conseguido dominar todos os problemas internos alemães e ter forte apoio popular pode ser uma das causas disto. Em diplomacia externa/geopolítica e comando militar, só fez besteira.

É esta convicção extrema e excesso de auto-confiança que podem destruir qualquer ENTJ. Alguns dos casos famosos se deram bem, outros se ferraram. Depende de até que ponto a pessoa está realmente consciente do que acontece ao redor. A Margareth Thatcher perdeu o poder por um assunto relativamente menor, ela conseguiu vencer obstáculos muito maiores.

Observando casos de sucesso e de fracasso, vc pode entender a força e a fraqueza de seu tipo, creio que isto é um comportamento comum dos tipos TJs, analisar e julgar. Óbvio que os tipos mais miguxos vão citar só os exemplos fofuxos dos seus tipos. Enfim, tem lugar pra todos os tipos.

Botar a culpa na falta de capacidade dos outros deriva do cerne do darwinismo social. Qualquer pessoa que realmente analisa o como se comportam os demais, acabam por traçar comportamentos básicos que, no final das contas, indicam que é sua culpa a maior parte das coisas que acontecem na sua vida. Tanto boas quanto ruins. Mas, muitas vezes, um tipo TJ não é compreendido porque não compreende a si próprio. Sendo franco, quem precisa ser compreendido é que tem carência pra ser aceito, o que é mais vinculado aos introspectivos. Aí já se abre outra discussão.

[]'s
Petsecia
Vou lá ver o site. Obrigado pela dica

cparakawa wrote:
Eu tenho acompanhado o 1001 Gatos de Schrodinger. O responsável pelo blog tem se focado no teste psicológico de Carl Jung (um dos pais da psicologia, ao lado de Freud). Eu achei bem interessante.

O teste enquadra as pessoas em 16 tipos básicos de personalidade e servem de base para outras análises.

http://1001gatos.org/tipos-psicologicos-carl-jung-descubra-qual-e-o-seu/

Os testes:
http://www.inspiira.org/ (em português)
http://www.typelogic.com/
http://www.typology.net/

Eles analisam 4 características básicas: extroversão/introversão, sensação/intuição, pensamento/sentimento e julgamento/percepção.

Os 16 tipos possíveis são estereótipos, mas servem de base pra pessoa se auto-analisar.

Talvez a informação sirva pra alguém.

[]'s
Vanilla
cparakawa wrote:
Fazendo um aparte off-topic.

O "legal" do horóscopo é que sua personalidade se define de acordo com o local e a hora em que vc nasceu. Se na Gde São Paulo nascem umas 1000 pessoas por dia, mesmo pondo umas 12 possiveis variações de horário, são quase 100 pessoas que tem o mesmo mapa astral que eu. Eu nunca achei uma pessoa nascida no mesmo dia que eu (não fico perguntado, outro problema). Estatisticamente é difícil de achar. Pelo horóscopo não. Estes outros 99 malucos com o perfil igual ao meu, regidos da mesma forma pelos mesmos astros, deveriam ter gostos e capacidades muito similares às minhas. Então a chance de se cruzar em algum lugar que eu ache agradável, ou mesmo em alguma das escolas que freqüentei, deveria ser alta - afinal tenderiam a ter trajetórias de vida parecidas. Mas não o é.

Ou seja, o horóscopo não tem lógica e nem coerência pelo que eu observo. Ou, se ele for válido, é fraco demais pra guiar a vida de alguém. É como a sinusite, ter audição acima da média, ter uma pinta na bochecha. Pode até influenciar, mas não resolve nada.

Horóscopo pra jogo de futebol: "O Sol influencia positivamente o time X, entretanto a conjunção da Lua com Marte pode levar a um empate. Urano e Saturno atraem energias negativas que podem levar a um resultado adverso". Boniiiiiiiiiiiiiiiito. E tem gente que acredita. Cool

Quando eu comprei meu cachorro, eu peguei os dados de nascimento dele e fiz aqueles mapas astrais que se acha na internet. Não bate em nada. 100% fraude. Mad


Só pra fazer um pequeno comentário pertinente sobre horóscopos, signos e afins.

Pessoas que nasceram no mesmo dia, ou num dia próximo e são parecidas comigo... Bom, tem 2 pessoas, duas mulheres no caso, que têm o mesmo signo que eu e que eu considero praticamente como "almas-gêmeas". Uma delas nasceu um dia antes de mim e a outra nasceu no mesmo dia. Moramos a vida inteira em lugares diferentes (na verdade, ESTADOS diferentes), convivemos com pessoas diferentes, e fomos nos encontrar... Na faculdade de veterinária! Em alguns pontos, as coincidências são assustadoras. E mesmo não tendo NADA em comum, somos parecidas demais! Enfim, é mesmo tosco julgar tudo que uma pessoa é pelo dia que ela nasceu, mas algumas características acabam sendo as mesmas...
cparakawa
Vanilla wrote:
Só pra fazer um pequeno comentário pertinente sobre horóscopos, signos e afins.

Pessoas que nasceram no mesmo dia, ou num dia próximo e são parecidas comigo... Bom, tem 2 pessoas, duas mulheres no caso, que têm o mesmo signo que eu e que eu considero praticamente como "almas-gêmeas". Uma delas nasceu um dia antes de mim e a outra nasceu no mesmo dia. Moramos a vida inteira em lugares diferentes (na verdade, ESTADOS diferentes), convivemos com pessoas diferentes, e fomos nos encontrar... Na faculdade de veterinária! Em alguns pontos, as coincidências são assustadoras. E mesmo não tendo NADA em comum, somos parecidas demais! Enfim, é mesmo tosco julgar tudo que uma pessoa é pelo dia que ela nasceu, mas algumas características acabam sendo as mesmas...


Eu nunca conheci ninguém que nasceu no mesmo dia que eu. Mas eu conheço duas pessoas que nasceram no mesmo dia mas em anos diferentes. São bem mais parecidas comigo do que a média, mas se eu fosse chutar uma porcentagem, daria uns 30% - o que é relativamente alto.

Eu acho até possível os astros influenciarem na sua vida, mas até hoje não vi nada que diga que eles regem sua vida. O grande problema é que a astrologia não bate, é só fazer testes de astrologia reversa, http://www.ceticismoaberto.com/astroreversa.htm

Vc diz suas características e o teste indica seu signo. Existe uma explicação "científica", de que os mapas celestes não são atualizados faz uns 3 ou 4 séculos. Segundo os astrólogos atuais, isto não importa porque a posição absoluta dos astros influi pouco. Se a posição dos astros não é tão importante, então pra que serve a astrologia? É como querer chegar num endereço usando um mapa de 50 anos atrás. A astrologia pode ter sido algo sério para civilizações antigas, mas a atualidade é bem diferente.

Existe o horóscopo chinês (o japonês é uma variação). Este eu consigo ver que funciona melhor, pessoas de determinados anos tem algumas tendências mais fortes. Não sei até que ponto há coincidências ou faz sentido.

Fora isto, existe uma forma de um astrólogo conseguir "ler" um mapa astrológico de forma a coincidir com o que a pessoa é. Eu aprendi isto estudando tarot, não tem nada a ver comos astros ou ciganices em geral. Vc consegue treinar pra se conectar com o subconsciente da outra pessoa e extrair informação. As mães normalmente conseguem fazer isto com os filhos. É uma ligação psíquica.

Muitas coisas são só uma camuflagem para conhecimentos verdadeiros que são velados para a maioria da população. Outro dia eu estava conversando com um indiano pela internet, eu fiquei meio chocado dele não saber quase nada -muito menos que eu- sobre o hinduísmo. Segundo esta pessoa, na Índia são poucos os que realmente sabem pra que servem coisas como mantras, ou conhecimentos extremos como os yogis que são enterrados vivos por dias e não morrem. Bom, o Brasil é um país cristão e são pouquíssimos os que lêem a Bíblia, mesmo os que freqüentam alguma igreja/templo. Em terra de cego, quem tem um olho ao menos enxerga.

[]'s
Petsecia
Ontem eu fiz e sou ISTJ. Bateu 99% comigo. IMPRESSIONANTE! Muito bom mesmo. Já repassei a muitos amigos. Não conhecia esse teste e agora estou até lendo muita coisa sobre isso.
Related topics
Reincarnation
Are your an introvert or extrovert?
Why did the chicken cross the road?
Buddhism
Astrology vs. Christianity?
Deism vs Atheism
Your chance to prove Astrology, scientifically!
inspirational sayings
Papo de maluco - Esoterismo - Tarot
A question for all you monotheists.
Gabriel & the Qur’an: Archangel author or imposter?
Synchronicity
Learning and Reading Tarot Cards
Islam
Reply to topic    Frihost Forum Index -> Language Forums -> Portuguese

FRIHOST HOME | FAQ | TOS | ABOUT US | CONTACT US | SITE MAP
© 2005-2011 Frihost, forums powered by phpBB.