FRIHOSTFORUMSSEARCHFAQTOSBLOGSCOMPETITIONS
You are invited to Log in or Register a free Frihost Account!


Ensino á distância





gnomme
Alguem conhece o IPED, Instituto Politécnico de Ensino á distância?

É de confiança? Tou achando os preços muito baixos....

Alguem já experimentou?
phantombr
Nao conheço e não valorizo ensino a distância.
majewski
Não conheço, mas adianto que ensino a distância depende de (muita) força de vontade para aprender e muito autodidatismo.

Um abraço,
CRPLAYES
Estou começando a fazer a faculdade a distancia, meu curso é o tecnologo do sistema da computação tempo minimo 3 anos e segundo o coordenador do curso eles pretendem estender o curso para bacharel falta apenas a autorização do MEC. Ele disse ainda que quem estiver fazendo o tecnologo e quizer fazer o bacharel vai precisar apenas complementar a carga horaria das matérias e fazer algumas matérias novas que deve demora um ano e meio. O diploma desse curso é emitido pela faculdade federal UFF. Para se ter idéia da dificuldade do curso, a primeira turma a se formar foi a turma de licenciatura em matemática e das 40 pessoas que começaram o curso apenas 4 se formaram.
São varios cursos oferecido pelo CEDERJ que é um consorcio das faculdade publicas do Rio de Janeiro com varios polos no estado.
o site é esse: www.cederj.edu.br
fabiotemp
Eu trabalho numa empresa de criação de sistemas para EAD... Hoje somos polo de uma grande faculdade a distancia também...
O ensino a distancia é muito sério e o aluno tem que estudar mesmo para passar... porém acho que só é válido quando se tem provas presenciais como acontece aqui... Conheço muitas pessoas que fizeram cursos de graduação á distância e se deram muito bem...
Quando você recebe o diploma não vem especificado se é EAD ou normal... A validade é a mesma... O que muda é a forma de ensino... O ideal seria ter contato direto com alguém que faça o mesmo curso e entregar trabalhos conjuntos que faz parte desse sistema... assim um pode insentivar o outro para estudar... Existem até pós graduação á distância... Esse tipo de sistema é visto como o ensino do futuro, onde o trânsito das cidades e preços de transportes estão muito grandes, além da velocidade da internet que torna as informações mais rápidas e eficientes... Se precisarem de algumas dicas posso passar.
Cassiowt
Inicie neste ano uma faculdade de ensino a distância (EAD) já cursei um semestre, e estou iniciando o segundo. Se compararmos a o metodo tradicional de ensino presencial o a distância tem muito mais vantagens, claro que não é so de maravilhas que este existe. Mas creio que os dois principais pontos imbatives são o preço e o tempo. Por não terem que ocupar espaços fiscos e as turmas poderem ter mais de 100 alunos por professor o custo fica muito mais em cota para os alunos. O outro ponto, o tempo de curso é menor pois quase todas as faculdade são voltadas para o aprendizado técnico, de curta duração.
thi.dias
Quote:
porém acho que só é válido quando se tem provas presenciais como acontece aqui...


Existe algum tipo de ensino a distância sem prova presencial? Pq sem isso naum tem como.
Eu acho válido sim esse tipo de ensino, porque é praticamente o mesmo método de ensino que eu mesmo imponho para mim. Desde o ensino médio que eu só vou pra aula quando dá vontade (é lógico que eu naum passo a semana toda sem ir, mas bateu a preguiça eu naum vou). Faço isso porque prefiro estudar no conforto da minha casa. Gosto muito de tirar dúvidas com os professores, mas a maior parte do tempo que estudo é em casa. Sempre dá certo, quando chega o dia da prova eu me dou bem. De qualquer forma eu aprendo. Agora se naum tivesse prova na escola, duvido se eu aprenderia do mesmo jeito. É a prova que, de certa forma, me obriga a estudar. Sem ela eu ia deixar pra estudar sempre depois e depois e depois. Acabaria naum estudando.
Lviter
Já fiz vários cursos à distância de extensão e também especialização. A tendência para o presente e futuro é que o ensino seja cada vez menos presencial, principalmente com a massificação da internet. As graduações presenciais no Ensino Superior no Brasil já estão autorizadas pelo MEC a ministrar 25% de sua grade à distância.

Mas o Brasil ainda tem muito que caminhar pra chegar à excelência nesta área. A maioria dos cursos ainda deixa a desejar, e o aluno acaba por depender quase exclusivamente de seu próprio esforço pois a dinâmica dos cursos não é adequada e os tutores não têm tempo suficiente para orientar e tirar dúvidas.

Mesmo assim, acho válido, especialmente em áreas como Informática, em que você tem que ser autodidata mesmo. Mas é importante pesquisar o curso que vai fazer.
Gilgamesh
Perdi um bom tempo, então se eu estiver bem de dinheiro ano que vem, pretendo não só fazer uma universidade pública como um curso privado à distância, para ao final de 4 anos já sair com dois diplomas. Ai eu gastaria muito tempo estudante, mas é um sacrifício que vale a pena.!
Aurelhius
Bom, pessoal!!!

Estou cursando o terceiro período de Pedagogia pelo sistema EAD. No início achei meio estranho aquele sistema mas logo fui me adaptando. Temos oficina de aprendizagem uma vez por mês e quando realizamos estudos dos guias, fazemos trabalhos e tiramos dúvidas com os colegas e com os tutores e fazemos as provas. Nos outros 29(vinte e nove) dias é dedicado aos estudos do guia ou guias do mês.

Neste sistema, você é quem gerencia suas atividades escolares, organiza seu tempo e cria sua disciplina. Na verdade, você se torna o arquiteto e o construtor do seu conhecimento.

Neste sistema, não tem deixar as coisas para depois: ou você estuda e estuda... ou você estuda.
No princípio, é meio cansativo mas depois você pega rítimo e toca o bonde.

No Brasil, esta modalidade de ensino simplesmente ainda "engatinha". Muito tem que aprimorar e crescer.

Por isso, como citaram acima em alguns post's, faça uma boa pesquisa sobre as entidades que oferecem estes cursos de graduação e especialização. Procure se informar sobre se ela está dentro dos princípios do MEC e se é uma Instituição que oferece estrutura e suporte para tal e se já tem experiência com esta modalidade (fator tempo de experiência). Ah, e, não se esqueça de averiguar as condições financeiras, ou seja, os custos do curso.

De posse dessas informações entre outras e escolhida sua faculdade, não tenha receios, vá em frente e BONS ESTUDOS.
prassis13
queria saber de algum ensino a distância de certificação microsolft , linux , etc
maybe
phantombr wrote:
Nao conheço e não valorizo ensino a distância.


tenho que concordar com você phantombr...

na verdade eu acho até certo exagero esta coisa de ensino a distancia, aulas via satelite ou o escambau.
mas isso já vem de longo tempo... é só lembrar do instituto universal brasileiro!
=P


mas esta é a minha opinião, e cada uma pode e deve ter a sua também.

desculpa se eu estiver ofendendo alguém com este ponto de vista....
Tilibra
Essa ideia é muito bm vinda pra mim !

Estou fazendo um curso a distância, mas o que eu queria que fosse a distância não é (faculdade) ... Sad

Não tem coisa melhor que poder estudar sem sair de casa e de perto da familia !!!!!
Kashinilaya
Não posso opinar sobre um curso específico, já que não tenho experiência no assunto. Mas sei que algumas pessoas têm preconceito com relação a cursos a distância. Talvez por vivermos em uma época em que o diploma tem mais valor que o conhecimento, ficando no ar aquela dúvida se o diploma não poderia ter sido comprado, já que não há um professor com um chicote na mão, vigiando constantemente o aluno. Entretanto, tal distorção não pode perdurar, especialemte em um ambiente competitivo. Não demorará para que as empresas reconheçam o talento (ou seja, a capacidade em aplicar o conhecimento na prática) das pessoas como seu principal ativo. Pouco importará a origem do diploma (ou mesmo a existência de um) e sim a capacidade real e a criatividade do funcionário. Já há empresas espalhadas pelo mundo cujos funcionários trabalham em casa, sem nem mesmo ver a cara do chefe. Isso era inimaginável há pouco tempo atrás. Um bom professor pode fazer a diferença, mas é o esforço pessoal do aluno que determinará onde ele pode chegar.
phantombr
gnomme wrote:
Alguem conhece o IPED, Instituto Politécnico de Ensino á distância?

É de confiança? Tou achando os preços muito baixos....

Alguem já experimentou?


Eu experimentei.
Na verde comprei um curso, "fiz" o curso, comprei o certificado e enviei para o RH da empresa.
Não é que o curso é ruim ou o site nao seja sério mas eu simplesmente nào suporto ensino a distância. Tem uma ferramenta do firefox que clica automatico e fez o curso por mim.
Resumo: comprei um certificado.
Deline
Já entrei nele sim, mas não fiz nada acho. Recebo emails até hoje...Eles são confiáveis, o que resta saber é se o curso é bom! rs
cherry-pie
maybe wrote:
phantombr wrote:
Nao conheço e não valorizo ensino a distância.


tenho que concordar com você phantombr...

na verdade eu acho até certo exagero esta coisa de ensino a distancia, aulas via satelite ou o escambau.
mas isso já vem de longo tempo... é só lembrar do instituto universal brasileiro!
=P


mas esta é a minha opinião, e cada uma pode e deve ter a sua também.

desculpa se eu estiver ofendendo alguém com este ponto de vista....


Eu nunca fiz ensino a distância mas acho q tudo depende se a pessoa é esforçada ou não, tem gente q frequenta aulas na faculdade e não tá nem aí, assim como tem gente q estuda a distância e se esforça pra aprender as coisas. Na minha faculdade o q mais dá é gente colando em dia de prova, ou seja só vai ter profissional mediocre mesmo com a porcaria do diploma na mão. Claro q eu tb as vezes acho injusto eu ter q frequentar 4 anos numa faculdade enquanto outros fazem a distância no conforto do lar XD em 2 anos eu acho, mas concordo q se a pessoa não tem tempo deve fazer mesmo um a distância se tiver realmente vontade.
Deline
cherry-pie wrote:
maybe wrote:
phantombr wrote:
Nao conheço e não valorizo ensino a distância.


tenho que concordar com você phantombr...

na verdade eu acho até certo exagero esta coisa de ensino a distancia, aulas via satelite ou o escambau.
mas isso já vem de longo tempo... é só lembrar do instituto universal brasileiro!
=P


mas esta é a minha opinião, e cada uma pode e deve ter a sua também.

desculpa se eu estiver ofendendo alguém com este ponto de vista....


Eu nunca fiz ensino a distância mas acho q tudo depende se a pessoa é esforçada ou não, tem gente q frequenta aulas na faculdade e não tá nem aí, assim como tem gente q estuda a distância e se esforça pra aprender as coisas. Na minha faculdade o q mais dá é gente colando em dia de prova, ou seja só vai ter profissional mediocre mesmo com a porcaria do diploma na mão. Claro q eu tb as vezes acho injusto eu ter q frequentar 4 anos numa faculdade enquanto outros fazem a distância no conforto do lar XD em 2 anos eu acho, mas concordo q se a pessoa não tem tempo deve fazer mesmo um a distância se tiver realmente vontade.


Concordo, vai muito da dedicação e de como a própria pessoa aprende melhor. Tem gente que consegue sentar na mesa de casa, estudar e se sair bem em vestibulares, etc. E tem outros que precisam ter alguém pra auxiliar...Quem tem mais facilidade em aprender dessa forma deveria tentar, acho até que é uma forma mais independente, a pessoa corre atrás do conteúdo pra poder aprender, nada vem mastigado como acontece algumas vezes em faculdades presenciais...
Alerrandre
Qualquer tipo de informação é bem vinda,porem acho que a pessoa que quer fazer curso a distância tem que se dedicar muito,preço tb nao diz muita coisa,nem sempre o mais caro é o melhor amigo.

Boa sorte.
alugueldelanchaangra
estou pensando em fazer um dos cursos à distância da UFSCar

por ser uma faculdade federal e de bons cursos, à distância não deve ser diferente.
rafael2112
Hoje em dia com video aula pode ser uma realidade bem interessante, estudar por conta própria sem professor até aprende mais demora muito.
gueda
já realizei aulas via satélite. Particularmente, achei bem melhor, odeio puxa saco e conversinhas paralelas, então desse modo não teria como alguem ficar puxando saco e nem "atrapalhando" a aula. Agora, pela internet, de minha casa, apenas utilizo essa técnica de ensino como complementação.

Mas acredito que depende, da mesma forma que em uma sala de aula convencional, do aluno. Caso a pessoa seja daquelas distraídas, que não estão com o mínimo de interesse, o curso será ruim. Por outro lado, caso haja vontade e ineresse o proveio será muito bom.

Eu faria sem problemas nenhum aula pela internet. Analiosaria antes a estrutura do curso, formas de avaliação, autorização e regulamentação e sobre ouras pessoas que já fizeram no local específico. Meu horário hoje é bem reduzido e a possibilidade de flexibilização seria uma chave de ouro

edit: o post era de 2007 :SSS mas nao tem problema, continuemos a discussão Surprised
cherry-pie
gueda wrote:
já realizei aulas via satélite. Particularmente, achei bem melhor, odeio puxa saco e conversinhas paralelas, então desse modo não teria como alguem ficar puxando saco e nem "atrapalhando" a aula. Agora, pela internet, de minha casa, apenas utilizo essa técnica de ensino como complementação.

Mas acredito que depende, da mesma forma que em uma sala de aula convencional, do aluno. Caso a pessoa seja daquelas distraídas, que não estão com o mínimo de interesse, o curso será ruim. Por outro lado, caso haja vontade e ineresse o proveio será muito bom.

Eu faria sem problemas nenhum aula pela internet. Analiosaria antes a estrutura do curso, formas de avaliação, autorização e regulamentação e sobre ouras pessoas que já fizeram no local específico. Meu horário hoje é bem reduzido e a possibilidade de flexibilização seria uma chave de ouro

edit: o post era de 2007 :SSS mas nao tem problema, continuemos a discussão Surprised


pois é eu já não poderia pq me distraio muito fácil quando to em casa principalmente no computador, sempre dá vontade de fazer outra coisa, então estudar a distância seria muito problemático e naum iria render nada XD
leandrow
Às vezes aprendemos muito mais com as dúvidas alheias do que com nossas próprias questões. Portanto, acho que o EAD está longe de ter sua qualidade comparada ao do ensino superior padrão. Simplesmente por não haver essa interação alunos-professor, que gera muito mais conhecimento do que pegar um material pronto, simplesmente, e fazer provas. Além, claro, da responsabilidade. Não são todos que conseguem conciliar os estudos sem a pressão de estar num ambiente propício ao estudo; logo, isso pode acabar em acomodação e um baixíssimo rendimento.

Não fiz e não recomendo. Smile
Lviter
leandrow wrote:
Às vezes aprendemos muito mais com as dúvidas alheias do que com nossas próprias questões. Portanto, acho que o EAD está longe de ter sua qualidade comparada ao do ensino superior padrão. Simplesmente por não haver essa interação alunos-professor, que gera muito mais conhecimento do que pegar um material pronto, simplesmente, e fazer provas. Além, claro, da responsabilidade. Não são todos que conseguem conciliar os estudos sem a pressão de estar num ambiente propício ao estudo; logo, isso pode acabar em acomodação e um baixíssimo rendimento.

Não fiz e não recomendo. Smile


Um bom curso de Ensino à Distância (ou presencial) é muito mais do que ler material escrito e fazer provas. A interação professor-aluno (e aluno-aluno também) pode acontecer de forma tão satisfatória quanto no presencial, dependendo dos seguintes fatores:

- Interesse e disponibilidade dos alunos envolvidos. Do mesmo modo que no presencial, se o aluno não se coloca disponível para estudar e interagir, a comunicação e o aprendizado não acontecem;

- Planejamento e dinâmica do curso. As ferramentas utilizadas não devem ser ater a material escrito mas usar som, vídeo, fóruns e listas de discussões, enfim todos os recursos interativos que a tecnologia proporciona e que forem necessários.

- Atuação do professor (no curso à distância, geralmente chamado de tutor). Ele deve interagir e tirar dúvidas dos alunos e incentivar a participação de todos, entre outros itens.

Quanto à autonomia e responsabilidade do aluno, é indispensável em qualquer curso, não só à distância, para se ter um bom desempenho. Porque muita gente passa no presencial colando a maior parte do tempo, infelizmente... Vide os sites que faturam vendendo monografias. Mas estes o mercado de trabalho acaba punindo pela incompetência.

Fiz vários tipos de curso EAD como estudante e atualmente dou aulas em um, e recomendo... Desde que se examine a qualidade do curso em que se vai ingressar antes, seja ele presencial, seja á distância.

Detalhe:
Quote:
Os números do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2009, que avalia os graduados, são favoráveis aos alunos à distância. Na comparação com os alunos presenciais, quem faz cursos à distância tirou notas melhores em sete das 13 áreas analisadas.


Fonte
rafael2112
Lviter wrote:


Um bom curso de Ensino à Distância (ou presencial) é muito mais do que ler material escrito e fazer provas. A interação professor-aluno (e aluno-aluno também) pode acontecer de forma tão satisfatória quanto no presencial, dependendo dos seguintes fatores:

- Interesse e disponibilidade dos alunos envolvidos. Do mesmo modo que no presencial, se o aluno não se coloca disponível para estudar e interagir, a comunicação e o aprendizado não acontecem;

- Planejamento e dinâmica do curso. As ferramentas utilizadas não devem ser ater a material escrito mas usar som, vídeo, fóruns e listas de discussões, enfim todos os recursos interativos que a tecnologia proporciona e que forem necessários.

- Atuação do professor (no curso à distância, geralmente chamado de tutor). Ele deve interagir e tirar dúvidas dos alunos e incentivar a participação de todos, entre outros itens.

Quanto à autonomia e responsabilidade do aluno, é indispensável em qualquer curso, não só à distância, para se ter um bom desempenho. Porque muita gente passa no presencial colando a maior parte do tempo, infelizmente... Vide os sites que faturam vendendo monografias. Mas estes o mercado de trabalho acaba punindo pela incompetência.

Fiz vários tipos de curso EAD como estudante e atualmente dou aulas em um, e recomendo... Desde que se examine a qualidade do curso em que se vai ingressar antes, seja ele presencial, seja á distância.
Fonte


Muito bom seu texto, realmente é essa linha de pensamento que deve-se ter, para curso de graduação ainda se tem muita resistência não apenas da sociedade com também de empregadores (que deve ser levado muito em consideração).
Para cursos de pós graduação é uma realidade e uma boa alternativa econômica, para quem não tem como pagar uma estadia, caso o curso seja fora de sua cidade, alguns sequer tem disponibilade de tempo pois não podem deixar seu emprego.
leandrow
rafael2112 wrote:
Lviter wrote:


Um bom curso de Ensino à Distância (ou presencial) é muito mais do que ler material escrito e fazer provas. A interação professor-aluno (e aluno-aluno também) pode acontecer de forma tão satisfatória quanto no presencial, dependendo dos seguintes fatores:

- Interesse e disponibilidade dos alunos envolvidos. Do mesmo modo que no presencial, se o aluno não se coloca disponível para estudar e interagir, a comunicação e o aprendizado não acontecem;

- Planejamento e dinâmica do curso. As ferramentas utilizadas não devem ser ater a material escrito mas usar som, vídeo, fóruns e listas de discussões, enfim todos os recursos interativos que a tecnologia proporciona e que forem necessários.

- Atuação do professor (no curso à distância, geralmente chamado de tutor). Ele deve interagir e tirar dúvidas dos alunos e incentivar a participação de todos, entre outros itens.

Quanto à autonomia e responsabilidade do aluno, é indispensável em qualquer curso, não só à distância, para se ter um bom desempenho. Porque muita gente passa no presencial colando a maior parte do tempo, infelizmente... Vide os sites que faturam vendendo monografias. Mas estes o mercado de trabalho acaba punindo pela incompetência.

Fiz vários tipos de curso EAD como estudante e atualmente dou aulas em um, e recomendo... Desde que se examine a qualidade do curso em que se vai ingressar antes, seja ele presencial, seja á distância.
Fonte


Para cursos de pós graduação é uma realidade e uma boa alternativa econômica, para quem não tem como pagar uma estadia, caso o curso seja fora de sua cidade, alguns sequer tem disponibilade de tempo pois não podem deixar seu emprego.


No caso da pós-graduação, eu concordo.

Mas para um curso de graduação, como ele mesmo listou, há muitos pré-requisitos que devem ser preenchidos para que efetivamente o curso tenha qualidade próxima da graduação convencional, presencial. É, eu disse próxima. E se eu falo sobre se aproximar, é da qualidade de uma faculdade de ensino privado, obviamente.

Se no caso você tiver condições de passar numa faculdade pública, nunca optaria por um EAD. Mesmo que o curso esteja disponível em uma cidade muito distante, você vai dar um jeito e vai pra lá, tenho certeza. EAD, nem pensar, eheh!

"Cola" é só mais um problema dos acomodados. Os mesmos que citei anteriormente que seriam incapazes de realizar um curso a distância com competência. E, na minha opinião, cabe ao professor e a instituição fiscalizar. Alguns alunos precisam passar por um novo processo educacional na faculdade, para perceberem que já não estão mais na escola, e que ali colar não vão. Na minha turma de graduação, raramente vejo alguém tentando colar. Talvez porque em dias de prova, além do professor sempre há, no mínimo, um estagiário para auxiliar na fiscalização. E também por se tratar de uma turma que passou por uma boa "peneira" durante o vestibular, já que, também, é uma faculdade pública.

Não dá para ignorar o perfil deste tipo de aluno, que tenho certeza, têm aos montes; ele também deve ser integrado para que posteriormente adquira seus valores.
cparakawa
Nem sei se é pertinente a comparação pura de desempenho entre alunos do EAD e dos cursos presenciais. Pelo simples fato de que a maioria dos cursos de graduação não exigirem quase nada do aluno, é só pagar e pegar o diploma no final.

Fazendo uma suposição, se 80% dos cursos presenciais são "fábricas de diplomas", por mais que o desempenho dos outros 20% seja "outstandins/excelente/sei lá o quê", a média é baixa. É 1 carregando 5. Embora o curso à distância também tenha problemas, o fato do diploma valer "menos" aos olhos da sociedade faz com que o aluno troque (trade-off) a segurança do diploma tradicional por conhecimento+esforço.

É uma suposição, não tenho os dados para conferir. Mas dentro do que a Lviter disse, é a explicação que me parece mais plausível.

[]'s
rafael2112
Estava pesquizando sobre isso, principalmente sobre pos-gradução, interessante é que o preço é mesmo de um presencial, porque um curso"online" é caro assim.

A idéia é muito boa principalmente ensino no exterior.
Lviter
O assunto é meio complexo mesmo, porque envolve vários fatores diferentes.


Fato é que a Educação tradicional centrada no acúmulo de informações (=passividade) vai ter que se adaptar às mudanças que a rapidez nas comunicações trouxeram, exigindo uma postura de construção de conhecimento (=autonomia) e o aperfeiçoamento constante do profissional (porque tudo muda cada vez mais rápido). E o Ensino à distância faz parte destas mudanças.

O ideal é equilibrar os momentos presenciais e á distância, dependendo do curso e do contexto. Mas devido a esta necessidade das pessoas estudarem permanentemente, mesmo após estarem no mercado de trabalho, os cursos vão precisar buscar uma flexibilidade de horário bem maior.

Há, por exemplo, uma modalidade de Mestrado Profissinal ministrada pela PUC Minas para professores que é muito interessante, porque é composta de Encontros presenciais bimestrais, de uma semana nas férias de julho e de duas semanas nas férias de janeiro. Não é um curso á distância, porque cumpre toda a carga horária de um Mestrado presencial (aliás, Mestrado EAD não é permitido no Brasil, embora exista em outros países), mas é adaptado ao ritmo de trabalho de um professor regular, que não pode se dar ao luxo de parar de trabalhar para se dedicar exclusivamente a um Mestrado, como ocorre na maioria dos casos.
Gemeos
Eu fiz por correspondencia um curso de escritor de cartas XD (leso)
Alerrandre
Tem que se dedicar bastante em,nao é por que é a distancia que nao é de qualidade,o problema é que vc tem que se dedicar bastante.

Boa sorte.

Abs
Gemeos
Tenho medo eh q hj em dia, tudo pode ser feito por distancia. Imagina soh, fazer faculdade de medicina a distancia? O aluno pode acabar se formando sem nem tocar em nenhum difunto para treinar ^^'
cherry-pie
Gemeos wrote:
Tenho medo eh q hj em dia, tudo pode ser feito por distancia. Imagina soh, fazer faculdade de medicina a distancia? O aluno pode acabar se formando sem nem tocar em nenhum difunto para treinar ^^'


sehsuehuse acho dificil XD mas até onde eu sei mesmo estes cursos a distância tem algumas aulas q são presenciais, uma amiga minha fez e disse q pelo menos 2x por semana tinha aula presencial
Lviter
cherry-pie wrote:
Gemeos wrote:
Tenho medo eh q hj em dia, tudo pode ser feito por distancia. Imagina soh, fazer faculdade de medicina a distancia? O aluno pode acabar se formando sem nem tocar em nenhum difunto para treinar ^^'


sehsuehuse acho dificil XD mas até onde eu sei mesmo estes cursos a distância tem algumas aulas q são presenciais, uma amiga minha fez e disse q pelo menos 2x por semana tinha aula presencial


Isto tudo depende muito dos objetivos e do planejamento do curso, ser total ou parcialmente à distância. A Lei Brasileira por exemplo, exige que nos cursos com valór de pós "lato sensu" (mínmo de 360 horas) aconteçam no mínimo 02 encontros presenciais e que as provas também sejam presenciais.

Obviamente não é todo curso ou conteúdo que pode ser ministrado à distância, mas mesmo na caso da Medicina tenha certeza de que os estudantes da área ficam horas apenas lendo para conhecer a Literatura sobre o assunto, antes de partir para as atividades práticas.
ham65
Ensino a distancia tambem é muito bom,qualquer forma de informação é sempre bem vinda,sendo a distancia a pessoa tem que se dedicar bastante,nao tem professores do lado o tempo todo,para mim o unico problema seria esse,sem professores perto,fica dificil tirar duvidas,porem com a internet a pessoa tira suas duvidas mais rapidamente.

Abs.
nando
Lviter wrote:
leandrow wrote:
Às vezes aprendemos muito mais com as dúvidas alheias do que com nossas próprias questões. Portanto, acho que o EAD está longe de ter sua qualidade comparada ao do ensino superior padrão. Simplesmente por não haver essa interação alunos-professor, que gera muito mais conhecimento do que pegar um material pronto, simplesmente, e fazer provas. Além, claro, da responsabilidade. Não são todos que conseguem conciliar os estudos sem a pressão de estar num ambiente propício ao estudo; logo, isso pode acabar em acomodação e um baixíssimo rendimento.

Não fiz e não recomendo. Smile


Um bom curso de Ensino à Distância (ou presencial) é muito mais do que ler material escrito e fazer provas. A interação professor-aluno (e aluno-aluno também) pode acontecer de forma tão satisfatória quanto no presencial, dependendo dos seguintes fatores:

- Interesse e disponibilidade dos alunos envolvidos. Do mesmo modo que no presencial, se o aluno não se coloca disponível para estudar e interagir, a comunicação e o aprendizado não acontecem;

- Planejamento e dinâmica do curso. As ferramentas utilizadas[b] não devem ser ater a material escrito mas usar som, vídeo, fóruns e listas de discussões, enfim todos os recursos interativos que a tecnologia proporciona e que forem necessários.[/b]

- Atuação do professor (no curso à distância, geralmente chamado de tutor). Ele deve interagir e tirar dúvidas dos alunos e incentivar a participação de todos, entre outros itens.

Quanto à autonomia e responsabilidade do aluno, é indispensável em qualquer curso, não só à distância, para se ter um bom desempenho. Porque muita gente passa no presencial colando a maior parte do tempo, infelizmente... Vide os sites que faturam vendendo monografias. Mas estes o mercado de trabalho acaba punindo pela incompetência.

Fiz vários tipos de curso EAD como estudante e atualmente dou aulas em um, e recomendo... Desde que se examine a qualidade do curso em que se vai ingressar antes, seja ele presencial, seja á distância.

Detalhe:
Quote:
Os números do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2009, que avalia os graduados, são favoráveis aos alunos à distância. Na comparação com os alunos presenciais, quem faz cursos à distância tirou notas melhores em sete das 13 áreas analisadas.


Fonte


E que tipo de ferramentas geralmente tem nesses cursos EAD?
Lviter
nando wrote:
Lviter wrote:
leandrow wrote:
Às vezes aprendemos muito mais com as dúvidas alheias do que com nossas próprias questões. Portanto, acho que o EAD está longe de ter sua qualidade comparada ao do ensino superior padrão. Simplesmente por não haver essa interação alunos-professor, que gera muito mais conhecimento do que pegar um material pronto, simplesmente, e fazer provas. Além, claro, da responsabilidade. Não são todos que conseguem conciliar os estudos sem a pressão de estar num ambiente propício ao estudo; logo, isso pode acabar em acomodação e um baixíssimo rendimento.

Não fiz e não recomendo. Smile


Um bom curso de Ensino à Distância (ou presencial) é muito mais do que ler material escrito e fazer provas. A interação professor-aluno (e aluno-aluno também) pode acontecer de forma tão satisfatória quanto no presencial, dependendo dos seguintes fatores:

- Interesse e disponibilidade dos alunos envolvidos. Do mesmo modo que no presencial, se o aluno não se coloca disponível para estudar e interagir, a comunicação e o aprendizado não acontecem;

- Planejamento e dinâmica do curso. As ferramentas utilizadas[b] não devem ser ater a material escrito mas usar som, vídeo, fóruns e listas de discussões, enfim todos os recursos interativos que a tecnologia proporciona e que forem necessários.[/b]

- Atuação do professor (no curso à distância, geralmente chamado de tutor). Ele deve interagir e tirar dúvidas dos alunos e incentivar a participação de todos, entre outros itens.

Quanto à autonomia e responsabilidade do aluno, é indispensável em qualquer curso, não só à distância, para se ter um bom desempenho. Porque muita gente passa no presencial colando a maior parte do tempo, infelizmente... Vide os sites que faturam vendendo monografias. Mas estes o mercado de trabalho acaba punindo pela incompetência.

Fiz vários tipos de curso EAD como estudante e atualmente dou aulas em um, e recomendo... Desde que se examine a qualidade do curso em que se vai ingressar antes, seja ele presencial, seja á distância.

Detalhe:
Quote:
Os números do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2009, que avalia os graduados, são favoráveis aos alunos à distância. Na comparação com os alunos presenciais, quem faz cursos à distância tirou notas melhores em sete das 13 áreas analisadas.


Fonte


E que tipo de ferramentas geralmente tem nesses cursos EAD?


Um curso EAD pode e deve utilizar todos os recursos da net como conteúdos online, multimídia, fórum, chat, etc...
Existem também plataformas específicas para e-learning como o Moodle (free) e o Blackboard (pago). O MEC construiu sua própria plataforma, que é a Eproinfo.
Related topics
Favourite game? (OFFICIAL THREAD)
http://muonline.vn --> New server has copyright of Webzen
Yo se poco español XD
Français trés dificile
What animal would you most like to be
can you speak chinese?
Oq ta no seu Ctrl+V agora ?
CNN even knows Fox Rox!
Termos de Serviço Frihost (em português)
[DESIGNER] Para quem quer tocar informações do 3DSMAX
Vestibular e Faculdade: O que faz, o que fará?
O MUNDO SEM INTERNET - COMO SERIA?
Ensino a Distância - Usando MOODLE no FRIHOST
País não atinge meta em português no ensino fundamental
Reply to topic    Frihost Forum Index -> Language Forums -> Portuguese

FRIHOST HOME | FAQ | TOS | ABOUT US | CONTACT US | SITE MAP
© 2005-2011 Frihost, forums powered by phpBB.