FRIHOSTFORUMSSEARCHFAQTOSBLOGSCOMPETITIONS
You are invited to Log in or Register a free Frihost Account!


Como você reagiria se...





Kashinilaya
Imagine-se numa das situações abaixo e responda (com SINCERIDADE) o que você faria. Coloque suas próprias experiências também de outros fatos que ocorreram em sua vida.

1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...

2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...

3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...

4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...

Eu faria da seguinte forma em cada situação acima:

1) Aguardaria o dono do carro aparecer e entraria em negociação com ele para reparar o dano. Caso ele demorasse muito para voltar, deixaria um bilhete no para-brisas com meu nome e telefone, colocando-me à disposição para resolver o problema. O fato de ele ter estacionado mal não muda o fato de eu ter sido imperito.

2) Voltaria e devolveria o valor pago a mais. Se eu sei que o supermercado age de má fé, não compro lá sem me certificar de estar pagando o preço etiquetado. Ademais, normalmente é o caixa que paga pelo erro do troco a maior.

3) Isso já aconteceu comigo e tive vontade de brigar com o sujeito, mas depois entendi que ele não tinha obrigação de saber que eu queria estacionar já que não estava batendo seta e o meu carro estava desligado. Hoje provavelmente reclamaria apenas se estivesse evidente que eu estava aguardando para entrar naquela vaga, ou seja, carro ligado e seta devidamente funcionando.

4) Há algum tempo atrás, pegaria e aguardaria alguém aparecer procurando. Vocês já repararam que normalmente quando perdemos alguma coisa sempre voltamos aos lugares onde estivemos? Caso não aparecesse ninguém, entregaria para o dono da banca e pediria a ele para ficar de olho e devolver para quem passasse por lá perguntando pelo dinheiro. Se o dono da banca resolvesse ficar com o dinheiro, problema dele, eu teria feito a minha parte e ficaria tranquilo. Aconteceu com minha filha recentemente na escola... Ela achou no recreio 50 centavos na quadra onde estava brincando. Pouco depois viu que tinha alguém por ali olhando para o chão, procurando alguma coisa. Ela então perguntou e descobriu a dona dos 50 centavos! Hoje em dia eu nem pegaria o dinheiro, passaria reto e deixaria que o próximo transeunte se preocupasse com o evento.
mariohs
Quote:
1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...

Deixo um papel com meu nome e telefone no para brisa do carro "agredido" por minha imperícia.

Quote:
2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...

Devolvo o troco a mais para o caixa. Geralmente o operador do caixa paga pela diferença. Aconteceu algo semelhante semana passada. Comprei uma caixa de alfajores, que custava R$ 69,00. Quando fui pagar, ao assinar o comprovante do cartão, percebi que tinha sido cobrado R$ 0,69 (69 centavos). Informei o engano, e paguei a diferença.

Quote:
3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...

Ligar a seta para indicar que você está esperando tal vaga, virou uma "regra popular", se você vê alguém com ela ligada, sabe que está esperando a vaga ficar livre, então você não entra. Caso você não tenha ligado a seta, e alguém "rouba" sua vaga, não tem muito o que fazer, ele não tem obrigação de saber que você ia entrar na vaga. Neste ponto eu costumo ficar meio p..., já que costuma ser óbvio, mesmo sem seta, que você está aguardando a vaga. Geralmente com ou sem seta ligada, se o carro está parado próximo a uma vaga disponível, eu concluo que ele irá entrar na vaga.

Quote:
4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...

Essa eu acho que é a questão mais complicada de todas. Dependendo da pessoa, se perder 10 reais, ela não vai voltar pra ver se alguém devolveu. Você pode ficar horas esperando, o dono da banca pode esperar por horas o dono, e ele provavelmente vai contabilizar como perda e não vai mais atrás do dinheiro. O problema é que depende do valor... 1, 5 centavos ninguém pega... 1, 5 reais, alguns pegam e não procuram saber os donos, 10, 50 reais... 100 reais... mala com dinheiro... depende... eu talvez não devolvesse 1 real, mas com certeza devolveria se fosse uma mala cheia de dinheiro, porque com certeza viriam procurar...
facool
1 - Dificilmente bateria o carro dessa forma... mas... nessas circunstâncias eu vazava.. fazer o que

2 - volto no mercado e compro uma cerveja com o troco a mais

3 - sempre tem um prego por perto...

4 - qnto tah a playboy?
Kashinilaya
Gostei das suas respostas, mariohs.
facool, você é um cara divertido!
Lviter
1- Se não acontecesse nada, ou nada importante (tipo um amassadinho bem pequenininho) confesso que provavelmente ia embora, mesmo com dor na consciência na segunda hipótese. Se fosse algo mais sério, esperaria um pouco pro dono aparecer, e se não aparecesse deixaria meus dados.

2- Devolvia o dinheiro, com certeza.

3- Nada, procurava outra vaga. Sou meio zen com essas coisas, a não ser que esteja em um péssimo dia.

4- Olharia em volta, e se ninguém estivesse procurando nada pelo chão, guardaria o dinheiro. Talvez o mais correto fosse avisar o jornaleiro e deixar o dinheiro com ele se alguém procurasse, mas pra ser sincera acho que não faria isso, pois seria improvável alguém voltar para procurar. Concordo com o Mário que se fosse mais dinheiro, seria outra situação.
pagear
1 - Eu iria embora, infelizmente. Conheço dois amigos que passaram por essa experiência: arranharam um outro carro num estacionamento. Um deles ficou esperando 2 horas o dono chegar e quase apanhou do cara. Um absurdo! O outro amigo deixou o telefone para contato e o FDP do motorista desonesto inventou danos MUITO maiores, querendo ressarcimento!

2 - Eu devolvo o dinheiro. Os caixas pagam quando há diferença na contabilidade. Não pense que vc está ganhando $$$ do Sr. Abílio Diniz, quem paga a conta é o pobre do empregado infeliz;

3 - Eu procuro outra vaga. Não me aborreço por essas banalidades na rua. Não vale a pena. Minha adrenalina custa MUITO caro;

4 - Eu fico com o $$$, se não puder identificar o dono.
fabiotemp
1. Seria difícia acontecer, mas se estava estacionado errado, estava correndo risco, então dou uma olhada pros lado, se não aparecer ninguém, vou embora.

2. Como disse o pagear, não seria legal fazer uma humilde caixa pagar enquanto o Dono do supermercado iria receber de qualquer jeito. Agora se fosse um mercadinho com essas condições e o próprio dono me atendesse, não devolveria.

3. Isso sempre acontesse, nesses casos eu dou uma buzinada avisando que queria a vaga, se por acaso a pessoa não saisse, perguntaria pela mãe dele e madaria ele sentar num banquinho de gaucho.

4. Se o dinheiro estava no chão, e não visse quem perdeu, seria a mais fácil conclusão... achado, sem saber quem é o dono, não é roubado.
Vanilla
Kashinilaya wrote:

1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...

2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...

3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...

4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...


1) Sinceramente, mas sinceramente mesmo? Eu vou embora... É o que eu faria, porque nem dirigir eu sei. Tenho pavor.

2) Eu devolvo. Supermercados são chatos nesses casos de dinheiro faltando no caixa, e descontam no salário da atendente.

3) Provavelmente eu vou falar todos os palavrões que eu conheço! Mas vou deixar passar, paciência né? Brigar com o indivíduo que estacionou, além de não gerar nada de bom, só vai me irritar. Melhor dar uma volta no quarteirão e procurar outra vaga, enquanto desconto a raiva nos meus palavrões.

4) Não devolvo. Primeiro porque é praticamente impossível saber o dono anterior, e se perguntar, mil donos aparecerão. Fico com o dinheiro. Pô, dez reais dá pra comprar um domínio! Laughing

Nossa, acho que eu sou mais honesta do que esperava...
D'Artagnan
Quote:
1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...


apesar de eu não dirigir... eu iria tentar deixar um bilhete , esperar o cara : fora de cogitação...

Quote:
2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...


Ja aconteceu, eu devolvi ^^... tipo se fosse coisa que eu n tivesse reparado na hora tinha passado, mas coisa de reais que eu vejo na hora não da de deixar...

Quote:

3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...


Eu provavelmente , ficaria confuso , quase ficaria com raiva, repararia que eu não dei seta e aceitaria meu erro Razz...
Ja se eu tivesse dado seta eu calmamente faria um comentario em voz alta sobre a mãe dele e iria procurar uma vaga...

A sim eu sou muuuuuuuuuuuuuuuuito calmo ^^

Quote:

4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...


eu só devolvo dinheiro (ou seja la o que for) se eu VER caindo de uma bolsa ou coisa assim, se for dinheiro e eu n ver de onde veio é meu Razz, já documento ou outra coisa fica la mesmo, cansei de perder as coisas e procurar por onde eu passei sem sucesso......

agora realmente se fosse uma quantia alta, 50 reais eu acho que eu pensaria duas veses antes de levar embora, apesar de eu sempre estar com pressa Razz
merrik
eu acho que seria o mais sacana

1-(não tenho carteira, mas se tivesse) bem, se o cara está mal e porcamente estacionado, e dependendo do estress eu bateria de proposito, ainda mais quando o cara tranca a sua saida, não tenho que ficar esperando "um minutinho" o cara, se não tem vaga para ele não tinha para mim também, eu tive que ficar esperando por que ele não? mas se não fosse algo de trancar a saida deixaria meus dados.

2- Já aconteceu isso comigo, eu sei que eles cobram a mais e não devolveria, além do mais o erro não foi meu e eu nunca conto dinheiro (péssimo hábito), por enquanto eu só estudo, e ainda assim erros meus pesão muito, não tenho que amenizar o erro de outro

3-Quanto a isso eu acho que eu não reclamaria, dependendo do dia ficaria #$&!@ mas me colocando no lugar da pessoas e se ela não estivesse setando talvez eu ocuparia a vaga

4- Depende, as vezes eu não me importo com o meu próprio dinheiro (dependendo da quantidade) e não pegaria o do chão, eu também poderia pegar e sair andando, ou pegar e olhar para os lados vendo se alguem esta procurando, agora, se a quantia fosse alta passaria reto.

enfim, quando o erro não é meu, não me preocupo.
thi.dias
1) Eu iria embora sem pensar duas vezes. Essas coisas só trazem dor de cabeça.

2) Ahh, isso ai acontece direto. Eu sempre devolvo. Dá pena do caixa.

3) Como diz um amigo meu: "Perdeu playboy". Posso fazer nada. Apesar da raiva, eu iria atrás de outra vaga e dessa vez eu usaria a seta para avisar, e a buzina se fosse preciso.

4) Ponho no bolso, do uma olhada envolta, se naum tiver ninguém olhando para baixo, como se tivesse procurando alguma coisa, eu ia embora.
cparakawa
1- Não sei. A primeira vontade é ser honesto. Aí vc pára pra pensar e sempre lembra que ignorante e fdp tem de monte. Vai dar uma de decente e se ferra. Difícil questão.

2- Tem que devolver. O caixa sempre se ferra. Se quiser ferrar o supermercado, só se o caixa for o dono.

3- Eu desencano. Mesmo se estivesse dando seta.

4- Sendo 10 reais (não faz muita diferença), olha em volta e vê se tem alguém procurando. Se fosse um valor muito mais alto, eu esperaria. Já aconteceu comigo quando eu era criança. Uma senhora viu cair do meu bolso uns 30 reais - nem lembro exatamente, era outra moeda - óbvio. Ela me seguiu meio quilômetro pra devolver o dinheiro. Cool
Guardian
Quote:
1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...

Eu vou embora como se nada tivesse acontecido Rolling Eyes ...
Quote:
2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...

Eu devolvo porque sempre eh o cobrador que se da mau, mas se for a menos eu reclamo até me devolverem o din din!
Quote:
3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...

Buzino, até o cara se tocar!
Quote:
4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...

Junto com mais 1,99 e compro uma revista de game! Wink
Propaga
Kashinilaya wrote:
Imagine-se numa das situações abaixo e responda (com SINCERIDADE) o que você faria. Coloque suas próprias experiências também de outros fatos que ocorreram em sua vida.

1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...

2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...

3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...

4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...

Eu faria da seguinte forma em cada situação acima:

1) Aguardaria o dono do carro aparecer e entraria em negociação com ele para reparar o dano. Caso ele demorasse muito para voltar, deixaria um bilhete no para-brisas com meu nome e telefone, colocando-me à disposição para resolver o problema. O fato de ele ter estacionado mal não muda o fato de eu ter sido imperito.

2) Voltaria e devolveria o valor pago a mais. Se eu sei que o supermercado age de má fé, não compro lá sem me certificar de estar pagando o preço etiquetado. Ademais, normalmente é o caixa que paga pelo erro do troco a maior.

3) Isso já aconteceu comigo e tive vontade de brigar com o sujeito, mas depois entendi que ele não tinha obrigação de saber que eu queria estacionar já que não estava batendo seta e o meu carro estava desligado. Hoje provavelmente reclamaria apenas se estivesse evidente que eu estava aguardando para entrar naquela vaga, ou seja, carro ligado e seta devidamente funcionando.

4) Há algum tempo atrás, pegaria e aguardaria alguém aparecer procurando. Vocês já repararam que normalmente quando perdemos alguma coisa sempre voltamos aos lugares onde estivemos? Caso não aparecesse ninguém, entregaria para o dono da banca e pediria a ele para ficar de olho e devolver para quem passasse por lá perguntando pelo dinheiro. Se o dono da banca resolvesse ficar com o dinheiro, problema dele, eu teria feito a minha parte e ficaria tranquilo. Aconteceu com minha filha recentemente na escola... Ela achou no recreio 50 centavos na quadra onde estava brincando. Pouco depois viu que tinha alguém por ali olhando para o chão, procurando alguma coisa. Ela então perguntou e descobriu a dona dos 50 centavos! Hoje em dia eu nem pegaria o dinheiro, passaria reto e deixaria que o próximo transeunte se preocupasse com o evento.



Questões de simples soluções:

1;2;3;4 = Não faça aos outros aquilo que você não gostaria para você.

Faça aos outros aquilo que você gostaria que os outros fizessem prá você.

Não esqueças nunca. O que plantares hoje, fatalmente colherás amanhã.

A sua história está sendo escrita então preocupe-se com o conteúdo hoje.
cherry-pie
Bom eu acho que eu também seria malvada XD
Quote:

1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...

Eu vou embora obviamente se o imbecil estacionou errado que se ferre xD
Quote:

2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...

Não devolvo mesmo, eles sempre ficam com 1 centavo ou 2 de troco, e aí nessas eu já perdi mais de 10
Quote:

3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...

Olha eu tentaria conversar muito tranquilamente com o infeliz para que ele removesse o carro pois eu estava esperando, caso não dê certo anda concordo com a idéia do prego sehusheushe
Quote:

4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...

Eu pego né, quem perde 10 e volta pra procurar? todo mundo sabe que não vai encontrar mais, já se fosse uma carteira ou algo que tivesse identificação eu entregaria provavelmente na banca ou na polícia ou correios (não sei onde se entrega essas coisas pq nunca me aconteceu xD)
gueda
Quote:
1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...

Já sai da faculdade e encontrei meu carro detonado, parachoque arrebentado, frente amassada, enfim... então tenho duas respostas:

bom cidadão - deixaria telefone etc
Sincera: vazo.

Quote:
2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...

Devolvo o troco, pois se a conta do caixa não bater, o mercado safado deve descontar da coitada da funcionária.

Se eu vejo o preço errado na etiqueta das outras vezes e não faço nada, azar o meu.

Quote:
3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...

Não dei a seta, então... fodeu.
Já aconteceu comigo e eu estava com a seta ligada. Desci do carro xinguei muito o cara num acesso de fúria... quando o cara desceu do carro era um colega de trabalho, situação péssima.
Hoje eu me controlo, então: procuraria outra vaga.

Quote:
4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...

dou para o dono da banca. Ou alguém perdeu ou caiu do caixa dele, não são 10 reais que muda minha vida.
leandrow
Kashinilaya wrote:
Imagine-se numa das situações abaixo e responda (com SINCERIDADE) o que você faria. Coloque suas próprias experiências também de outros fatos que ocorreram em sua vida.

1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...

2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...

3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...

4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...


1) Esperaria uns 15 minutos, e se ninguém aparecesse, vazava. Se a batida fosse mais grave, eu faria questão de deixar meus dados para contato, e 'HORÁRIO' disponível para o contato. Esperar o dono num caso mais grave? Nunca! É melhor nem esperar muito, mas como eu disse, deixar os dados para contato; com certeza se o dono chegar, feliz ele não vai estar, e deixando um horário com certo intervalo de tempo como citei, ele estará mais sociável, certamente. Em outras palavras, menos dor de cabeça e a honestidade prevalece.

2) Se o valor for irrelevante e eu estiver longe do caixa, fico com o troco adicional. Se o valor for considerável ou eu perceber de prontidão o engano, eu volto/devolvo. A menos, é claro, que eu faça compras em uma cidade e já esteja em outra quando perceber o erro. Boa vontade também tem limite. Rolling Eyes

3) Sou extremamente tranquilo: procuraria outra vaga sem pensar duas vezes ou reclamar.

4) Se eu flagrar o momento da perda, devolvo com certeza. Se isso não acontecer, dou uma olhada nos arredores e observo se alguém procura pela nota ou me olha com cara de "esse dinheiro é meu, obrigado!", se eu julgar que ninguém apresenta essas características, fico com o dinheiro.
D'Artagnan
1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...

eu vou embora


2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...

eu vou embora


3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...

eu vou embora


4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...

eu vou embora

ACABEI DE DESCOBRIR O SENTIDO DA VIDA... ir embora
mikelll
D'Artagnan wrote:
1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...

eu vou embora


2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...

eu vou embora


3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...

eu vou embora


4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...

eu vou embora

ACABEI DE DESCOBRIR O SENTIDO DA VIDA... ir embora

xiiii só filosofos!

Quanta filosofia
leandrow
D'Artagnan wrote:
1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...

eu vou embora


2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...

eu vou embora


3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...

eu vou embora


4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...

eu vou embora

ACABEI DE DESCOBRIR O SENTIDO DA VIDA... ir embora


HAHAHAHA! Laughing

Complicar pra quê, né? Rolling Eyes
mikelll
leandrow wrote:
D'Artagnan wrote:
1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...

eu vou embora


2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...

eu vou embora


3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...

eu vou embora


4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...

eu vou embora

ACABEI DE DESCOBRIR O SENTIDO DA VIDA... ir embora


HAHAHAHA! Laughing

Complicar pra quê, né? Rolling Eyes
nem mais!
Fleshy
Não sei estou com dúvida...
leandrow
Fleshy wrote:
Não sei estou com dúvida...

Numa dessas situações a dúvida pode acabar te matando, literalmente. Laughing
bikeismylife
1. Colocaria um post-it deixando os meus dados para acertarmos a pendenga.
2. Devolveria o troco, pois ele não é meu. Com certeza o caixa vai ter que pagar a diferença. Se não estou satisfeito com o mercado levar um dinheiro que não é meu para casa não é desculpa, a menos que este dinheiro saísse do bolso do dono do mercado.
3. Nosso código de trânsito manda darmos a seta para deixarmos clara nossa intensão de conversão. Se não dei a seta é problema e azar o meu.
4. Os R$ 10,00 que achei no chão não são meus. Provavelmente alguém o perdeu e estará necessitando muito dele. É óbvio que o dono dará por sua falta uma hora e vai percorrer os lugares em que esteve para ver se acha a grana. Se ninguém tocar no dinheiro ele vai acabar achando. Com certeza algumas das pessoas desonestas aqui de cima vão pegar a grana antes se passarem pelo local, mas eu, com certeza, não pegarei como não pegaria aquilo que não é meu.
soprafazertestes
1- Esperaria até o que se esgote meu tempo e se ele não aparecer eu deixaria um bilhete com meu telefone para contato para acertarmos os detalhes do conserto

2-Eu acho que voltaria para acertar porque neste caso sobra para para o caixa e neste caso quem sairia prejudicado seria o pobre do caixa, já me aconteceu de eu passar produtos e o caixa não registrar, daí quando conferi a nota vi que faltava os produtos, voltei e comuniquei ao caixa e ele me disse que não precisava, que eu podia ir assim mesmo, hehehe, mas me senti pelo menos de consciência tranqüila por não ter prejudicado niinguém

3-Ok, eu vejo que dei mancada de não dar sinal e dou uma bronca em mim mesmo pra deixar de ser tonto, e também acho que falta um pouco de gentileza nas atitudes de trânsito em nossas cidades

4-Perguntaria ao dono da banca se ele poderia guardar o dinheiro e entregar a quem achar que o tenha perdido, sendo assim, não sei se ele agiria corretamente, mas como eu não poderia ficar lá até o a pessoa aparecer, teria que confiar em alguém, se bem que é difícil alguém perder dinheiro e voltar a procurar, porque a chance de encontrar ou alguém devolver é quase nula.
Como quase em todos os caso em que envolve outras pessoas eu sempre penso que se deve agira como você gostaria que agisse se fosse ocorrido com você.
gilmariofgl
1) Ficaria a espera até esgotar meu tempo, depois disso teria que se virar com meu telefone no parabrisa.
2) Eu sempre uso uma técnica que completa o valor que entreguei a partir do valor da compra (infalível), caso isso aconteça até eu ficarei sem saber de onde veio.
3) Mãos sobre a cabeça (Que mancada)
4) Perguntaria se alguém teria perdido algo. Caso alguém dissesse que sim ainda teria que dizer que foi em dinheiro, ainda perguntaria quanto. Então entregaria não importando a quantia, desde que batesse com a que eu havia encondado.
Propaga
Quote:
1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro... Deixaria o meu cartão preso no limpador de parabrisas do veículo informando a minha barbeiragem para que mantivesse contato afim de indenizá-lo.

2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...
Independentemente do que faz o supermercado, eu devolveria. Aquilo que não é meu, não me interessa.

Quote:
3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona... Se eu não bati seta e outro entrou na vaga, a culpe é minha. Portanto, 'cochilou o cachimbo cai'.

4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas... Repito, o que não meu. não me interessa. Procuro a pessoa responsável pela banca e entrego o dinheiro. Agora, se ele vai devolver ou não se acaso alguém reclame pelo dinheiro perdido, a conciência é dele.
Da Rossa
Quote:
1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...

2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...

3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...

4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...


1) Para mim, dependeria do dia. Em dias de muita fúria, eu sairia e ainda assumiria que a culpa foi dele. Mas, em dias normais, deixaria o bilhete.

2) Voltaria o troco certo. Me aconteceu muitas vezes já, recentemente inclusive.

3) Se eu estiver muito feliz no dia, vou para outra. Se não, vou lá tirar satisfação.

4) Perguntaria para o jornaleiro se ele tem certeza de quem é a nota. Dele é que não poderia ser. Se não respondesse com firmeza, ou se oferecesse para "guardar" a nota, ela seria minha.
Propaga
Quote:

1) Você está em um estacionamento e ao sair da vaga bate em um carro mal estacionado sem nenhum ocupante dentro...

Sem a mínima sombra de dúvidas deixaria meu cartão de visitas no limpador de pára-brisa, relatando no verso sobre o ocorrido para que mantivesses o propriet´rio do veículo mantivesse contato. Seria desta maneira que eu gostaria que alguém se, porventura, também batesse no meu carro.

Quote:

2) Você está pagando uma compra de supermercado (aquele supermercado que sempre cobra um preço diferente do que consta na etiqueta) e percebe ao sair que recebeu o troco errado, para mais...

Devolveria, com certeza! O que é meu, é meu! O que é dos outros, é dos outros e, pronto!!!

Quote:

3) Você está esperando por uma vaga em um estacionamento sem bater seta e quando aparece, outro carro entra na sua frente e estaciona...

Faria um sinal de positivo como sinal de agradecimento pela indelicadeza.

Quote:

4) Você acha uma nota de 10 reais no chão em frente à banca de revistas...

Não vendo ninguém por perto, já é minha! Mesmo porque a banca estava fechada. Ou não?


Embarassed PS. Interessante, não lembrava que já tinha participado deste tópico. Coincidentemente as respostas foram idênticas! Modéstia à parte, isto é uma questão de personalidade.
Related topics
Você está se sentindo... porque...
Religiao Entre os Brasileiros Internautas.
Se você fosse um animal, qual seria?
Oi, como você se chama [de verdade]
Como eu sei se eu seria um bom escritor?
(Duvida) Como fazer Streaming (radio online)
Como você descobriu a FriHost?
Você se sente seguro com a economia do seu pais?
Como você lida com dinheiro?
Sugestão de PADRÃO para ORGANIZAÇÃO
se buscan administradores y moderadores
[SITE] Melhores sites portugueses.frihost.net
[DESIGNER] - Sites de Código HTML, JAVASCRIPT, PHP(PORUGUÊS)
[AJUDA] Como conseguir uma conta?
Reply to topic    Frihost Forum Index -> Language Forums -> Portuguese

FRIHOST HOME | FAQ | TOS | ABOUT US | CONTACT US | SITE MAP
© 2005-2011 Frihost, forums powered by phpBB.