FRIHOSTFORUMSSEARCHFAQTOSBLOGSCOMPETITIONS
You are invited to Log in or Register a free Frihost Account!


Matemática Védica - Você conhece?





Kashinilaya
Tenho me esquecido das promessas que tenho feito aqui no Frihost, pois o tempo dedicado a este fórum tem se limitado à minha conta não ficar no vermelho. Mesmo me esquecendo de vez em quando, tentarei trazer algumas curiosidades ou técnicas da Matemática Védica para ilustrar o assunto.

Como já falei em um outro tópico, a Matematica Védica é uma técnica de cálculo milenar, inserida na Literatura Védica, que antes acreditava-se tratar apenas de um trabalho literário ou religioso. É uma técnica que simplifica toda a matemática em um conjunto bem reduzido de aforismos, tirando vantagem das propriedades básicas dos números.

Uma particularidade admirável de certos números decorre da notaçào védica de algarismos negativos. Observem que falei de “algarismos negativos” e não de “números negativos.” O número é composto de algarismos, enquanto que o algarismo varia de zero à nove, na base decimal. O algarismo negativo ocorre com freqüência na Matemática Védica e é denotado pelo valor absoluto do algarismo com uma barra horizontal acima do mesmo. Portanto, o algarismo nove-negativo (ou “menos nove”) é designado pelo número nove com uma barra horizontal acima. Para mostrá-lo aqui, eu teria que inserir uma figura e estou sem tempo para correr atrás disso agora. Usarei a notação contábil para números negativos de escrevê-los entre parênteses. Assim, o algarismo nove-negativo será mostrado aqui como (9), O.K.?

Vamos, então, aprender sobre o vínculo para eu poder mostrar algo interessante. O vínculo de um número é o número reescrito com base no seu complemento com relação à base (decimal, no caso) mais próxima. O número 574 pode ser reescrito como 1(4)(2)(6), ou seja, 574 = 1000 – 400 – 20 – 6. Pode-se vincular o número todo, como no exemplo atrás, ou apenas parte dele, ou seja, 574 = 6(2)(6) = 6(3)4. Os cálculos ficam incrivelmente simplificados com a notação do vínculo!

Agora observem a dízima periódica um sétimo:

1/7 = 0,142857... = 0, 143(1)(4)(3)...

Não é fantástico? Isso ocorre em muitos outros casos. Depois tem mais sobre Matemática Védica (algum dia, ainda neste século!).

Um abraço.
mariohs
Eu entendi mais ou menos o conceito, mas você disse que simplifica bastante os cálculos. Não consegui visualizar uma aplicação prática da técnica (acabei de aprender o que é). Poderia nos dar alguns exemplos, por favor? Very Happy
pangenianos
nunca ouvi falar...
Gilgamesh
Primeira vez que eu ouço falar disso.

Embora tenha uma aplicação interessante, não vi tanta prática.
E creio que matemáticos ja tenham visto isso. Não sei, talvez se encontre alguma boa solução para problemas matemáticos.

a matemática está incutida na Índia, não é a toa que é o maior país exportador de matemáticos ( e de indianos tb)
Kashinilaya
mariohs wrote:
Eu entendi mais ou menos o conceito, mas você disse que simplifica bastante os cálculos. Não consegui visualizar uma aplicação prática da técnica (acabei de aprender o que é). Poderia nos dar alguns exemplos, por favor? Very Happy

Darei exemplos aos poucos. Tenho que administrar bem o meu tempo pra não enlouquecer!

Antes, deixe-me explicar algo mais. Os mencionados aforismos são denominados Sutras, em Sânscrito, a língua em que foi escrita a Ciência Védica.

O vínculo nada mais é que uma aplicação direta do Sutra "Nikhilam Navatascharamam Dashatah," que, traduzindo, significa "Todos de Nove e o Último de Dez." Tal Sutra reduz sobremaneira o esforço mental em multiplicações e divisões. Hoje darei apenas um exemplo de aplicação na multiplicação. Depois tem mais. O exemplo que darei é especialmente útil em astronomia, mas serve perfeitamente para o dia-a-dia.

Imagine multiplicar o número 99.999 por 99.997 pelo método convencional... Imaginou? Agora veja o metodo védico:

99999 - 00001
99997 - 00003
-----------------------
99996 | 00003 ==> 9.999.600.003

Explicação:

Ambos os números estão muito próximos de uma base de 10 (mais especificamente, estão próximos de 100.000, ou 10 elevado a 5);
Calcula-se a deficiência do número com relação à base (quanto falta ao número para chegar à base, ou quando passou da base) - no caso de 99.999, falta 1, e no caso de 99.997, faltam 3;
Escreve-se cada deficiência ao lado do respectivo número com o sinal da mesma (isto é, se falta, o sinal é negativo, se passou, o sinal é positivo);
Soma-se a deficiência de um número ao outro número e coloca-se o resultado abaixo da linha horizontal (ou seja, 99999 - 3 = 99997 - 1 = 99996);
Multiplicam-se as deficiências, escrevendo-se o resultado abaixo da linha horizontal, completando-se com zeros à esquerda, de forma a manter o mesmo número de algarismos na resposta parcial, quanto for o expoente da base de dez (no caso, 10 elevado a 5, o expoente é 5, então são 4 zeros antes do 1 ou 3), ou seja, -00001 vezes -00003 = 00003;
Aglutina-se o resultado.

Funciona com quaísquer números, mesmo com bases diferentes (se quiserem, mostro depois como), mas a vantagem é utilizar com números muito próximos da base.

E aí, mariohs, valeu?

Não acredito, Gilgamesh, que haja matemáticos usando a MV, salvo raras exceções. Leva-se tempo para se quebrar paradigmas!

Um abraço.
Gilgamesh
Eu ia tentar, mas comecei e ia demorar muito. Mas um dia, quem sabe, ou melhor, eu vou fazer isso, talvez seja bom para cálculos rápidos de altos valores.


E quanto as divisões?
cparakawa
Conforme já tinhamos discutido num post MUITO tempo atrás, é muito parecido com o processo de fatoração que se aprende no primeiro grau. Coisa que é normalmente inútil, mas ajuda a fazer conta de cabeça em algumas situações.

É que nem a divisão por acoxambramentos sucessivos. Ou descobrir raiz quadrada/cúbica por chutes sucessivos. Nunca vi muita função pra isto, ainda mais agora que todo mundo carrega celular no bolso (e tem uma calculadora embutida).

Exemplo de multiplicação quebrada:
17x18
Fazendo de cabeça: Eu sei que 16x16=256, então eu somo 16 e depois eu somo 17 duas vezes. 256+16+17+17=272+17+17=289+17=306
17x18=[(16+1)x(16+1)]+17=(16x16 + 16 + 17) + 17

Aí vc pensa: não sei o quadrado de 16. Mas o quadrado de 20 é fácil: 20x20=400
(18+2)x(17+3)=400
18x17 + 2x20 + 3x18 = 400
18x17 = 306

Mais fácil, passo a passo:
20x20=400
20x18=400-2x20=360
17x18=360-18x3=306

Sei lá, indiano é bom de aritmética, matemática em geral é com os russos. Nem sei se faz muita diferença saber um negócio destes, hoje em dia não serve pra muita coisa, ainda mais pra quem fica na frente do computador a maior parte do dia. É aquele negócio, é bom pra desenvolver o raciocínio e pra manter o cérebro mais afiado, mas tirando o efeito "brain training" é um negócio meio inútil.
merrik
A primeira vez que eu vi a matemática védica aqui no fórum fiquei bem interessado, mas depois se mostrou (ao menos para mim) inutil, não fico muito afim de decorar algoritmos diferentes só para multiplicar um pouco mais rápido, como já disseram, prefiro usar a calculadora
cparakawa
Deu até um peso na consciência eu ter falado mal do negócio. Cool

Creio que habilidade matemática básica é importante na vida, sim. Pra maioria das profissões e situações, não precisa de muita coisa.

Fazer conta de cabeça é mais importante se vc tiver cálculos financeiros básicos constantemente. Por exemplo, se vc é vendedor comissionado, tem uma certa liberdade na definição de preços e trabalha com uma gama razoável de produtos. Vc vai fazer uma venda, aí vc pode abaixar a margem de sua comissão num produto e aumentar no outro. Fazendo as contas de cabeça rapidamente, vc pode conversar com o cliente e ir tentando vender o melhor pacote possível pra vc e pro cliente (multiplicando o valor de cada produto pela quantidade e pela comissão, somando os valores totais pra cada produto). Não é algo muito corriqueiro, eu sei.

Outro ponto interessante é que é uma musculação pro cérebro, ajuda principalmente se vc pensa de forma cartesiana (A -> B, B -> C) e auxilia no processo de tomada de decisões. Uma minoria da população precisa disto, eu sei.

Eu imagino a habilidade matemática como algo próximo do condicionamento físico. Vc não precisa ser maratonista, mas se vc mantém um mínimo condicionamento vai ter menos problemas de saúde ao longo da vida, provavelmente. Da mesma forma, se vc mantém seu cérebro em exercício mínimo, provavelmente vai demorar mais tempo pra ficar senil, ter problemas de memória, dificuldades em articular as idéias. Claro, dá pra manter o cérebro funcionando de outras formas além de matemática. Não é à toa que vendem milhões e milhões de jogos brain training no mundo todo, eu tô empurrando com a barriga pra comprar um DS faz tempo ...

Eu tento manter a mente em boas condições e o corpo em condições mínimas - fumando não dá pra imaginar melhorias.

Voltando à matemática védica, pra mim ela é mais uma curiosidade. E velocidade por velocidade, é mais negócio aprender a usar soroban (ábaco japonês) - quando vc ficar realmente bom no negócio, nem precisa mais carregar o aparelho: vc imagina o ábaco na mente e vai fazendo as contas de cabeça (somar, subtrair, multiplicar, dividir, raiz quadrada). Cool
mariohs
@Kashinilaya
Gostei do exemplo. Os exemplos do cparakawa também foram válidos... Mas ao que percebi não funciona pra tudo, né?

Hoje a calculadora acaba deixando isso tudo com menos importância... celulares hoje em dia têm calculadora... infelizmente, do ponto de vista prático, acaba perdendo o real valor.
cparakawa
Acho que faltou considerar que a maioria não precisa de muita habilidade matemática. Ou seja, talvez a pessoa precise usar uma calculadora uma vez por mês e, mesmo a calculadora do celular sendo um lixo de usar, é mais do que suficiente. A meu ver, a grande questão é que a matemática é o instrumento básico do sistema financeiro/econômico, e isto influi muito na vida se vc não for hippie, índio no meio do mato ou outra coisa parecida.

Da mesma forma, a maioria das pessoas não precisa ter muita habilidade na língua escrita, embora esta seja mais necessária no dia-a-dia que a habilidade matemática "em geral". Mas ninguém carrega dicionário e/ou gramática - e não tem no celular.

Enfim, é um negócio que pode dar uma ajuda na vida, mas não é que necessariamente vc vai precisar. O único efeito "genérico" é que vc aumenta a sua capacidade/velocidade cerebral. Mas, voltando à propaganda, o brain training é mais efetivo pra isto.
Kashinilaya
Resolvi nem citar ninguém, pois os comentários foram bastante parecidos. Tentarei convecê-los da validade da técnica com dois argumentos simples:

1- De qualquer forma, todos temos que aprender matemática, embora possamos terminar a vida só usando calculadoras; talvez as pessoas neste fórum sejam privilegiadas com relação à matemática, mas a imensa maioria das pessoas tem problemas no aprendizado da matéria; a Matemática Védica é infinitamente mais fácil que a convencional;

2- A Matemática Védica pode ser (e está efetivamente sendo) usada com sucesso na informática; na Europa há vários grupos desenvolvendo software utilizando a MV e imagino que nos EUA também; as próximas calculadoras (feitas com aforismos da MV) serão melhores, mais precsas e mais rápidas que as atuais; em qualquer lugar que se aplique matemática, a MV pode ser usada com vantagens.

A MV é, na pior das hipóteses, tão útil quanto a matemática convencional e, na imensa maioia dos casos, bastante superior.

cparakawa usou um outro sutra para resolver problemas de matemática. Não é o mesmo do exemplo acima e todos podem ver que o Sutra Nikhilam é muito rápido para o tipo de conta mostrada.

Quem está uilizando a MV, faz em segredo. Querem ganhar dinheiro sozinhos! E, acreditem, quem souber utilizar a Matemática Védica, estará à frente do mercado neste século.

Depois darei outros exemplos, inclusive de divisão, que realmente é extraordinário! Agora estou sem tempo.

Um abraço.
cparakawa
Fiquei curioso, hehehehe ...

Kashinilaya wrote:
1- De qualquer forma, todos temos que aprender matemática, embora possamos terminar a vida só usando calculadoras; talvez as pessoas neste fórum sejam privilegiadas com relação à matemática, mas a imensa maioria das pessoas tem problemas no aprendizado da matéria; a Matemática Védica é infinitamente mais fácil que a convencional;


Matemática Védica é só aritmética? Ou têm álgebra própria, geometria própria, etc ... ? Não sei se é mais fácil ou não, mas com professor mal-remunerado e que não ensina bem, e com alunos desinteressados, acho que tanto faz.

Quote:
2- A Matemática Védica pode ser (e está efetivamente sendo) usada com sucesso na informática; na Europa há vários grupos desenvolvendo software utilizando a MV e imagino que nos EUA também; as próximas calculadoras (feitas com aforismos da MV) serão melhores, mais precsas e mais rápidas que as atuais; em qualquer lugar que se aplique matemática, a MV pode ser usada com vantagens.


Não entendi. O software pode ser mais rápido porque os cálculos são mais rápidos. Só que muda o algoritmo (lógica)? Se utiliza uma lógica diferente das já existentes?

Quote:
cparakawa usou um outro sutra para resolver problemas de matemática. Não é o mesmo do exemplo acima e todos podem ver que o Sutra Nikhilam é muito rápido para o tipo de conta mostrada.


Mas então são diferentes sutras que podem ser usados de formas diversas em n situações? Nem sei do que se trata o sutra que vc falou que usei, simplesmente estou usando a matemática tradicional.

Eu tive a grande sorte de ter um excelente professor de matemática no ginasial, me incentivou a gostar da matemática e eu nem fazia lição de casa ou em aula ... Cool

Quote:
Quem está uilizando a MV, faz em segredo. Querem ganhar dinheiro sozinhos! E, acreditem, quem souber utilizar a Matemática Védica, estará à frente do mercado neste século.


Não acredito muito nisto. Na lista dos megabilionários, o indiano bem posicionado é o Mittal (que nasceu ricaço, no ramo siderúrgico), e nem mora na Índia. As empresas indianas não são fortes no mercado financeiro, a mão-de-obra barata auxilia no setor de serviços e alguns industriais, o que não dá indicação de que a MV é tão influente. Pode ser que os próprios indianos não saibam a MV. Ou pode ser que a MV (e a matemática em geral), seja só um dos instrumentos que auxiliem a pessoa a ganhar dinheiro. Possa estar 100% errado, mas a maioria dos matemáticos (tradicionais ou védicos) não é rico. Então tem caroço neste angu, matemática não é chave do futuro para a maioria das pessoas. É meu ponto de vista, gostaria de mudá-lo ouvindo argumentos convincentes ... Cool

Quote:
Um abraço.


[]'s
Kashinilaya
cparakawa wrote:
Fiquei curioso, hehehehe ...
Matemática Védica é só aritmética? Ou têm álgebra própria, geometria própria, etc ... ? Não sei se é mais fácil ou não, mas com professor mal-remunerado e que não ensina bem, e com alunos desinteressados, acho que tanto faz.

Não entendi. O software pode ser mais rápido porque os cálculos são mais rápidos. Só que muda o algoritmo (lógica)? Se utiliza uma lógica diferente das já existentes?

Mas então são diferentes sutras que podem ser usados de formas diversas em n situações? Nem sei do que se trata o sutra que vc falou que usei, simplesmente estou usando a matemática tradicional.

Eu tive a grande sorte de ter um excelente professor de matemática no ginasial, me incentivou a gostar da matemática e eu nem fazia lição de casa ou em aula ... Cool

Quote:
Quem está uilizando a MV, faz em segredo. Querem ganhar dinheiro sozinhos! E, acreditem, quem souber utilizar a Matemática Védica, estará à frente do mercado neste século.


Não acredito muito nisto. Na lista dos megabilionários, o indiano bem posicionado é o Mittal (que nasceu ricaço, no ramo siderúrgico), e nem mora na Índia. As empresas indianas não são fortes no mercado financeiro, a mão-de-obra barata auxilia no setor de serviços e alguns industriais, o que não dá indicação de que a MV é tão influente. Pode ser que os próprios indianos não saibam a MV. Ou pode ser que a MV (e a matemática em geral), seja só um dos instrumentos que auxiliem a pessoa a ganhar dinheiro. Possa estar 100% errado, mas a maioria dos matemáticos (tradicionais ou védicos) não é rico. Então tem caroço neste angu, matemática não é chave do futuro para a maioria das pessoas. É meu ponto de vista, gostaria de mudá-lo ouvindo argumentos convincentes ... Cool

Segundo Tirthaji (o pai atual da Matemática Védica), a MV se aplica a todo e qualquer ramo da matemática, seja pura ou aplicada.

O que sei sobre o desenvolvimento de sotware com MV é que cálculos computacionais que demoravam dias para serem completados pela matemática convencional, foram solucionados em horas com algoritmos de MV. Imagino que tenha ocorrido em um caso mais específico, onde a matemática convencional é muito ineficiente. Entretanto, a arquitetura dos processadores atuais limita o uso da MV, por ser baseada em matemática convencional. Não duvido que estejam tentando criar um processador de arquitetura baseada em MV. Aí vai ser o bicho!

São cerca de dezesseis Sutras e mais alguns Subsutras que compõem o rol de aforismos da MV. Cada situação requer o uso de um ou mais Sutras. Embora vários Sutras diferentes possam resolver o mesmo problema, uns são mais eficientes que outros, dependendo do caso.

Veja bem, a MV, apesar de milenar, é nova para todo o mundo, inclusive para a Índia. O conhecimento se perdeu e só depois das interpretações de Tirthaji é que se tomou ciência da beleza e praticidade dos Sutras da MV. Estamos todos no mesmo barco, indianos ou não, e ainda há muito a ser descoberto. Tirthaji nos forneceu apenas um trabalho introdutório. Quem se familiarizar primeiro, terá mais chance de ficar à frente no mercado.

Um abraço.
cparakawa
Continuo não conseguindo "captar" qual a vantagem comparativa da Matemática Védica pra quem já conhece a matemática dita tradicional.

Auxilia em criar softwares mais eficientes, daí tudo bem. Mas no dia-a-dia, dá que diferença?

Eu já fui muito mais rápido pra fazer os cálculos, só que eu uso muito raramente, então fui perdendo a prática. No que a MV ia melhorar minha vida? Se eu não trabalho com softwares, no que a MV me abre novas possibilidades de ganhar (mais) dinheiro, sendo que eu tenho domínio razoável do instrumental tradicional?
Kashinilaya
cparakawa wrote:
Continuo não conseguindo "captar" qual a vantagem comparativa da Matemática Védica pra quem já conhece a matemática dita tradicional.

Auxilia em criar softwares mais eficientes, daí tudo bem. Mas no dia-a-dia, dá que diferença?

Eu já fui muito mais rápido pra fazer os cálculos, só que eu uso muito raramente, então fui perdendo a prática. No que a MV ia melhorar minha vida? Se eu não trabalho com softwares, no que a MV me abre novas possibilidades de ganhar (mais) dinheiro, sendo que eu tenho domínio razoável do instrumental tradicional?

Se você usa matemática no seu dia-a-dia, se vez por outra precisa realizar cálculos mentais, então é vantajoso aprender MV. Caso contrário, servirá apenas para apreciar melhor a incrível beleza matemática da natureza.
miau
Também nunca tinha ouvido falar...
Nem encontrei o termo "védica" no dicionário Michaelis da UOL.
Kashinilaya
miau wrote:
Também nunca tinha ouvido falar...
Nem encontrei o termo "védica" no dicionário Michaelis da UOL.

Talvez o Aurélio já tenha o termo. É derivado da palavra em Sânscrito "Veda," que significa conhecimento.

Uma rapidinha, derivada do mesmo Sutra, já que não tive tempo de preparar nenhuma nova demonstração:

O quadrado de qualquer número terminado em 5 pode ser obtido por um corolário do Sutra Nikhilam (não vou mostrar porque se trata de um corolário, porque leva muito tempo), por exemplo,

25 x 25 = 2 x 3 | 5 x 5 = 6 | 25 = 625, onde o símbolo | representa uma aglutinação dos resultados parciais. Tais quadrados são obtidos pela aglutinação de duas parcelas: a muiltiplicação do número formado por todos os demais algarismos, excetuado o das unidades, com o inteiro imediatamente a seguir [no caso, 2 x (2+1)] e o quadrado de 5 (o algarismo das unidades). Tentem com outros números e verão que funciona. Pode não parecer muita vantagem usar a fórmula, mas olhem que interessante:

24 x 26 = 2 x 3 | 4 x 6 = 6 | 24 = 624;
39 x 31 = 3 x 4 | 9 x 1 = 12 | 09 = 1209;
1002 x 1008 = 100 x 101 | 2 x 8 = 10100 | 16 = 1010016...

Como vemos, o sutra funciona também para multiplicações de números cujos algarismos da unidade sejam complementares de 10 e os demais algarismos mais significativos sejam idênticos. Observem que a parcela menos significativa a ser aglutinada deve ter dois algarismos ("09" e não "9").

Serve para alguma coisa? Até o cparakawa deve ter gostado! Wink

Um abraço.
cparakawa
Sei lá, os livros que eu ando lendo de matemática são nesta linha:

Mathematics for Economic Analysis by Knut Sydsaeter and Peter J. Hammond
http://www.amazon.com/Mathematics-Economic-Analysis-Knut-Sydsaeter/dp/013583600X/ref=pd_bbs_sr_3/105-8282480-3982829?ie=UTF8&s=books&qid=1184778526&sr=8-3

Mathematics for Economists by Carl P. Simon and Lawrence Blume
http://www.amazon.com/s/ref=nb_ss_b/105-8282480-3982829?initialSearch=1&url=search-alias%3Dstripbooks&field-keywords=Simon+carl&Go.x=0&Go.y=0&Go=Go

******************************

Pra ver se eu me interesso, tenho umas questões, hehehe:

Dá pra usar matemática védica pra lagrangiano ou outras coisas com pouco número?

Tem como usar matemática védica em programas como SPSS e MatLab? A finalidade são estudos de séries de tempo, são estudos estatísticos.

Se der pra usar pra algo assim, realmente passa a ser MUITO interessante a matemática védica, já que dá pra ajudar nas modelagens em mercado financeiro. Aí eu passo a concordar plenamente com vc que dá pra ganhar dinheiro com matemática védica. Very Happy

[]'s
majewski
Hum, é interessante a cultura Védica. Aqui é a primeira vez que ouço falar da matemática védica e na semana passada foi a primeira vez que ouvi essa expressão, numa matéria da revista Arquitetura e Construção (parcial disponível http://casa.abril.com.br/arquitetura/livre/edicoes/0243/casas/mt_242770.shtml).

Um abraço,
matpestana
Parabéns,interessantíssimo! Adoro matemática,e é a primeira vez que vejo algo sobre matemática Védica Smile eu sei um modo de saber o quadrado de qualquer número até 50 Smile é meio desnecessário,mas como disseram acima,deixa o cérebro afiado.Qualquer dia eu posto aqui para vocês,caso quiserem Smile
romaop
Achei interessante a possibilidade de criar números positivos e negativos eliminando-se a existência do sinal de menos. Os algarismos ficam sempre colados uns aos outros (não há sinal de menos). O que há é algarismos positivos e negativos.
Não conhecia esta designação (védica) nem sei com profundidade a história da Matemática na Índia. Contudo, tinha a noção de que a Índia teve grandes matemáticos, como por exemplo o que conseguiu descobrir o valor PI com bastante rigor.

Gostei também de verificar a natureza complementar de resultados da matemática (em multiplicações e divisões). Há algo de fascinante no modo como sábios antigos, conseguiam rapidamente resolver cálculos aparentemente difíceis. Hoje em dia, o computador parece "troçar" de todos eles, mas as ideias são sempre interessantes de analisar, ao passo que os resultados são meros números.
Kashinilaya
Desculpem-me pela demora. Estive afastado por muito tempo.

cparakawa, segundo o pai atual da Matemática Védica, Shri Bharati Krishna Thirtaji Maharaja, a MV se aplica a toda e qualquer área da matemática, seja pura ou aplicada. Obviamente, alguém tem que estudar a MV para aplicá-la no caso concreto, já que Thirtaji não está mais entre nós e somente o seu livro introdutório nos foi deixado. Há um outro sábio indiano, ainda vivo, que afirma ser capaz de ensinar mais detalhadamente o funcionamento dos diversos sutras (aforismos) da MV. Teremos que aguardar as novas informações.

Eu já tinha lido a matéria, majewski, mas agradeço por colocar o link dela. Nem todas as fotos apareceram na revista e eu pretendo construir minha casa com os conceitos da engenharia e arquitetura védica.

Um esclarecimento, romaop, o sinal de menos não desaparece da MV. O que ocorre é a utilização do algarismo negativo, que não existe na matemática convencional. O sinal permanece, onde necessário.

matpestana, por favor mostre aqui o seu método de obtenção do quadrado. Gostaria de vê-lo. Chances são de que seja também um método védico.

Um abraço.
mguerra79
Conheci o termo «Matemática Védica» há cerca de 3 dias, 2 ou 3 dias... Mas gostei muito do que ouvi! Depois, foi-me dito para ir ao youtube ver os vídeos sobre isto. Andava a pesquisar em português e fui parar a astrologia védica, mas depois de pesquisar em inglês após ter feito também pesquisa no google já arranjei mais resultados que pudesse ver.
No entanto, após o primeiro vídeo que ví, duas idéias assaltaram-me a cabeça!
1º. - Que revolução que seria se este tipo de matemática pudesse ser ensinado nas escolas;
2º. - Que medo que tenho, teoria das conspirações, etc., que isto esteja mais ou menos a ser escondido do povo em geral.

Gostava de vos referir também que o vídeo que eu vi faz menção a uma multiplicação, supostamente, usando MV, mas que no entanto, nos comentários que estavam por baixo, do pessoal que lá ia ver, o geral de quem parecia já saber do que estava a falar, dizia que aquilo era quanto muito lixo, que em nada tinha a ver com a verdadeira matemática védica. É claro que não sei exactamente qual o vídeo agora, mas no entanto, caso vão ver, é um em que mostra alguém a multiplicar através de uns «risquinhos» cruzados em que, na ordem correcta, se obtem o resultado com 100% de exactidão, mesmo com o número 0, mas que me deixou com água na boca para as outras formas de se aplicar, soma, subtracção, divisão!

Espero pacientemente que o nosso amigo daqui Kashinilaya saberá algo mais, e, caso tenha o livro pronto, que dê uma cópia ou algo, caso não venha a ser para vender, está visto, aqui para a malta que se quer interessar por isto.

Depois de ter feito a pesquisa no google vim dar aqui, estou a gostar do que estou a ver. Não sei se o fórum vai dar sinal de que alguém me respondeu a isto, mas, em todo o caso, vou ver se aqui consigo vir mais vezes para ver se há novidades!

A todos um abraço, e, olhem que a matemática está em todo o lado! Mesmo para mim, que estudo design de comunicação! Ehehhe

Márcio Guerra


P.s.- O vídeo tem este título «multiplication using vedic mathematics», vão ver se quiserem, e se souberem, se tem algo mesmo a ver com isto.
Kashinilaya
Sempre que passo por aqui, peço desculpas pela demora. Ano que vem, estarei mais disciplinado com minhas tarefas e retornarei com mais freqüência.

Para você mguerra79 e os demais que desejarem se inteirar mais a respeito, sugiro o site www.vedicmaths.org. É um site sério e que pode direcioná-lo a outras fontes confiáveis.

Aliás, eu tinha dito que não há matemáticos utilizando MV, mas Kenneth Williams, o criador do site acima, é um matemático britânico e usa MV há mais de 20 anos!

Minha promessa de postar outros exmplos de MV fica adiada para uma póxima oportunidade.

Um abraço.
Related topics
[Piadas] de Natal
CSS - O fim do HTML?
Qual o melhor cms?
Virus no msn
Matematica aplicada
Internet Explorer 7 - RC1
Ta sumindo tópicos?
Mercado de trabalho - Profissionais
GNU/Linux, por que não usar?
Lerdeza no boot do windows
[CINEMA] O Segredo
Qual o MELHOR lugar para BEBER que você conhece?
Você já sentiu vontade de escrever (ou escreveu) um livro?
Você conhece a constituição do seu país
Reply to topic    Frihost Forum Index -> Language Forums -> Portuguese

FRIHOST HOME | FAQ | TOS | ABOUT US | CONTACT US | SITE MAP
© 2005-2011 Frihost, forums powered by phpBB.