FRIHOSTFORUMSSEARCHFAQTOSBLOGSCOMPETITIONS
You are invited to Log in or Register a free Frihost Account!


Mercado de trabalho - Profissionais





merrik
Não conheço quase nada de mercado de trabalho, e nem tenho idade ainda para trabalhar legalmente - tenho 15 - mas uma icongnita que fica em minha mente - não sei se é cedo, mas já me preocupo com o que devo fazer hoje para garantir meu espaço em um bom emprego no futuro -, é o que leva uma empresa a contratar um determinada pessoa mesmo tendo uma segunda com o mesmo nivel técnico, bem indo direto na questão, o que faz um profissional melhor do que o outro?
mariohs
Bom, gostei que você tenha aberto esta discussão... quem é mais velho pode ajudar quem é mais novo... enfim... vamos lá... vou compartilhar um pouco da minha experiência.

Sou "um pouco" mais velho que você, digamos uns 10 anos mais velho Very Happy. Na sua idade, a minha preocupação com o mercado de trabalho era zero... eu só queria saber de jogar futebol (a internet nessa época tava começando a despontar, o primeiro pentium custava 3 mil reais, etc). Mas uma coisa eu fiz corretamente... estudei "bastante", o que me fez passar no vestibular e fazer uma boa faculdade.

Vamos às perguntas...

"O que leva uma empresa a contratar um determinada pessoa mesmo tendo uma segunda com o mesmo nivel técnico?"
O nível técnico é um diferencial, mas não é tudo. O modo de como você trabalha em equipe, como se relaciona com seus superiores e subordinados, o modo de como você usa o que você conhece (se você é apenas um macaco que faz códigos, ou sabe discutir qual a melhor solução, etc). Quando você for procurar por estágio, irá passar por vários processos seletivos que englobam geralmente, prova de inglês (saber inglês é quase que um requisito obrigatório), dinâmica de grupo e entrevista). Nestas 3 provas, basicamente eles terão noção de como você atua, e como atuará se contratado. Se duas pessoas estão exatamente no mesmo nível, você estará a mercê de quem vai contratar você... ele irá pelo feeling dele... ele vai contratar quem ele acha que vai ser melhor pra ele, sem nenhuma razão mais óbvia.

"O que faz um profissional melhor do que o outro?"
Cara, tudo.... como eu disse antes, acho que tudo conta... Não importa o que você faça... mas seja o melhor de todos.

Receio que você deva estar no 1º ou 2º grau do ensino médio (antigamente chamado de colegial), meu conselho para você é estudar muito (aproveitar a vida também é importante... fins de semana e feriados são sagrados, esqueça tudo e vá se divertir), faça uma boa faculdade, faça algo que goste, e vá em busca de seus sonhos.

Se quiser saber mais sobre mim ou tiver mais dúvidas, fique a vontade Wink

Boa sorte!
cparakawa
merrik wrote:
Não conheço quase nada de mercado de trabalho, e nem tenho idade ainda para trabalhar legalmente - tenho 15 - mas uma icongnita que fica em minha mente - não sei se é cedo, mas já me preocupo com o que devo fazer hoje para garantir meu espaço em um bom emprego no futuro -, é o que leva uma empresa a contratar um determinada pessoa mesmo tendo uma segunda com o mesmo nivel técnico, bem indo direto na questão, o que faz um profissional melhor do que o outro?


Que eu saiba a idade minima eh 14 anos.

Quanto ao que diferencia um candidato a outro, depende do cargo/funcao em questao. Depende tbm da media historica de candidatos por vaga. Por exemplo, pra ser lixeiro na cidade de Sao Paulo vc precisa ter segundo grau. NAO VAI SER NECESSARIO no trabalho. Soh que tem tanto candidato que precisam inventar uma regra maluca pra facilitar a triagem. Outro exemplo, pra ser o mocinho(a) de informacoes na porta do Bradesco eh necessario estar cursando faculdade. Nao sei pra queh, mas tbm deve ter muita gente procurando a vaga.

Na minha opiniao, vc necessita de (ponderacao nao uniforme):
1- Conhecimento sobre o oficio,
2- Experiencia sobre o mesmo (se puder),
3- Vantagens comparativas (pode ser nao fumar, ser evangelico, ser nerd, varia de caso pra caso),
4- Adicionais interessantes/vistosos/inuteis (falar ingles, ser atleta, ser musico de fim-de-semana, varia de caso a caso e de acordo com os gostos da pessoa que faz a determada etapa da selecao).
5- Pistolao (este eh importantissimo, resolve varios problemas da sua vida).

Existem outrso fatores, mas nao me vem ah mente agora. Isto eh para o processo seletivo, qdo se comeca a trabalhar algumas coisas passam a contar menos e outras mais. Uma das coisas que mais conta pra vida, nao soh profissional, eh sua capacidade de relacionamento pessoal, ou engenharia social. Saber se expressar, saber se posicionar diante das outras pessoas, saber como manipular pessoas e situacoes, etc. Nao precisa ser o craque no assunto, mas se vc for necio tah lascado FOREVER. Vai ser mais dificil arranjar emprego e vai ser dificilimo se dar bem nele (a menos que seja algum emprego solitario).

Se vc tiver ideia do que vc pretende fazer profissionalmente e se pretende seguir carreira (e que tipo de carreira), dah pra ter uma ideia melhor do que falar pra tentar lhe ajudar.

[]'s
cparakawa
Desculpem abrir outro post, mas o outro ficou muito longo e nao queria alterar o carater mais pausterizado do mesmo.

Ser o melhor tecnicamente nao indica que vc vah se dar bem. Dificilmente se fica desempregado se vc for bom tecnicamente e se a tecnica em questao tiver aceitacao comercial (filosofia e testador de colchoes nao dao muito emprego).

Na minha opiniao, ser tecnicamente bom eh fundamental. Soh que o esforco/tempo que vc gasta pra chegar nisto nao compensa. Vale muito mais a pena se dedicar neste "tempo extra" a entender o mundo ao seu redor. Entender de financas (economia tbm eh bom), de vendas (vc tem que vender ideias regularmente), de direito, etc. Existe espaco pra verticalizacao (eu soh sei de um assunto, mas sei muito), mas tbm existe espaco pra horizontalizacao (eu sei um pouco de cada coisa). A meu ver, o melhor ainda eh ter algum grau de verticalizacao (especializacao), mas a horizontalizacao eh fundamental na vida porque lhe confere FLEXIBILIDADE. O problema de se tentar fundir as duas coisas eh que demanda muito tempo e afinco, dependendo da sua capacidade de aprendizado.

Outra coisa que, a mim, eh crucial pra quem vai reailizar qqer atividade remunerada eh AUTODIDATICA. Se vc precisa de um curso e um professor pra aprender alguma coisa, meus pesames. Pra algumas coisas vc precisa de alguem pra lhe ensinar (conversacao em ingles, por exemplo), pra algumas coisas vc precisa das certificacoes dos cursos, mas em geral dah pra se aprender sozinho (ou estudar por conta propria pra turbinar o curso).

Todos dependem dos outros, isto nao deve ser esquecido. Soh que, profissionalmente, ser INDEPENDENTE vai lhe dar muito mais liberdade de acao e de manobra, e vai lhe permitir voos muito mais altos. A carga nos ombros eh mais alta, mas a recompensa eh maior.

Outro ponto interessante a se dizer eh que TRABALHO <> EMPREGO. Alem disto, a visao das pessoas no Brasil eh meio distorcida. Generalizando, pra facilitar o que eu quero dizer: os mais pobres (tecnicamente menos preparados, em geral) querem apenas trabalhar. Seu sonho eh ter alguma empresoza, embora a maioria nao tenha capacidade de cria-la e gerencia-la. A classe media (tecnicamente melhor, ou em termos de instrucao em geral) em geral quer um emprego. Busca estabilidade, seu sonho eh prosperar dentro de uma estrutura, de forma coordenada e estavel. Na minha opiniao, dah pra se unir as duas coisas. Unir tecnica com raca, capacidade de enfrentar desafios profissionais com mais coragem e visao.

Falei um monte de coisas, soh falta me falarem: o que eu quero eh passar num concurso publico qqer, de preferencia Fiscal do IBAMA aonde nao haja perigo (pro fiscal).

[]'s

Obs.: Eu sei, viajei ... Wink
merrik
cparakawa wrote:
Que eu saiba a idade minima eh 14 anos.

Mas com 14 anos o trabalho é remunerado? - e para não mentir eu também tenho preguisa de começar a trabalhar atualmente -
mariohs wrote:
Receio que você deva estar no 1º ou 2º grau do ensino médio (antigamente chamado de colegial)

Agora to no 1º, e minha intenção é passar para o 2º - mas tá complicado, foi o meu pior ano -
cparakawa wrote:
Se vc tiver ideia do que vc pretende fazer profissionalmente e se pretende seguir carreira (e que tipo de carreira), dah pra ter uma ideia melhor do que falar pra tentar lhe ajudar.

Eu to na dúvida, eu pretendo cursar ciencias da computação ou sistemas da informação, mas eu não sei direito a diferença entre os dois cursos, eu já falei com pessoas que cursaram ambos, mas como sempre cada um defende o seu e eu acabei ficando na mesma
mariohs
merrik wrote:
Agora to no 1º, e minha intenção é passar para o 2º - mas tá complicado, foi o meu pior ano -


O primeiro ano do ensino médio é um pouco traumático, é tudo bem diferente, é outra filosofia... enfim... é normal encontrar dificuldades no primeiro ano... mas reprovar? Estude mais se achar que não está aprendendo. Muito mais do que simplesmente passar de ano, é você conseguir reter o conhecimento para ser usado depois de 2 ou 3 anos (sim, vestibular), sem ter que reaprender...
cparakawa
Logico que eh remunerado, vc nao eh escravo (ou trabalha pra familia). Se bem que, mesmo deste jeito, eh remunerado (trabalho por um prato de comida).

Como vc nem acabou o primeiro grau e nem sabe exatamente o que fazer dentro de IT, soh vejo duas alternativas mais plausiveis: faz o segundo grau e se intera sobre o assunto ou faz um segundo grau tecnico em processamento de dados. As vezes dah uma boa abertura pra mente.

Eu comecei a programar aos 10 anos de idade. Aos 14 eu entrei na federal de SP pra fazer processamento de dados (naquele tempo era excelente o curso; hoje eu nao sei, pode ter avacalhado). Aos 17 comecei a trabalhar de programador. Aos 18 trabalhava de analista programador, ganhava uns 8 salarios minimos, nem lembro o valor exato da epoca (1993). Aos 19 eu desisti e aos 19 eu passei a cursar economia na feausp.

Pra mim foi vantagem porque foi um curso muito bom, que me abriu um bom mercado de trabalho. Como eu desisti da area aos 19 anos, dane-se, tinha a vida inteira pela frente. Na minha experiencia, tomar as decisoes sobre profissao e futuro aos 14 anos eh furada, sua cabeca muda muito ateh os 20 (tem gente que nao muda, eu sei). O bom de comecar cedo na area de informatica eh que o conhecimento acaba servindo pra praticamente todas as outras areas, diminui sua curva de aprendizado com equipamentos digitais e incentiva vc a estudar por conta propria. E o PC vc tem em casa.

Eu soh ganhei um PC do meu pai em 1990, entrei no curso em 1989. Em 1985 eu aprendi Basic e Cobol num TRS80, mas soh conseguia treinar em casa num cartucho/teclado acoplado a um Atari 2600, emulando um Sinclair TX81 (acho que era isto). Idade da pedra lascada. Mas como ninguem tinha, mercado era o que sobrava pra quem manjava algo de computacao. Hoje todo mundo tem, virou carne de vaca. Entao se vc quer ser um profissional de IT, vai ter que se dedicar. Ou vira SuperNerd (O especialista) ou um Nerd com visao expandida. Ou se contenta com um emprego meia sola, o que nao eh de todo ruim.

Fica frio que vc ainda tem muito tempo pra pensar. Cool
cparakawa
mariohs wrote:
merrik wrote:
Agora to no 1º, e minha intenção é passar para o 2º - mas tá complicado, foi o meu pior ano -


O primeiro ano do ensino médio é um pouco traumático, é tudo bem diferente, é outra filosofia... enfim... é normal encontrar dificuldades no primeiro ano... mas reprovar? Estude mais se achar que não está aprendendo. Muito mais do que simplesmente passar de ano, é você conseguir reter o conhecimento para ser usado depois de 2 ou 3 anos (sim, vestibular), sem ter que reaprender...


Ja tinha postado qdo vi seu post, fora que eh off topic mesmo ... hehehe

Soh prestaram, no meu segundo grau, matematica e portugues (literatura inclusive). Fisica quebrou um galho, soh tive mecanica. Nos 3 casos, de alta qualidade. Mas o resto foi pro saco, ensino tecnico dah nisso. Mas nem dah pra reclamar, melhor 50% de colegio de alto nivel que 100% meia boca. Tive que fazer cursinho pra aprender pela primeira vez varios assuntos ... Cool
Amsilva
Bom, na minha opinião, com 15 anos começar a preocupar-se com o futuro profissional é para alguém com alguma maturidade e inteligência.
Como eu tenho mais 12 anos que você, e com faculdade feita e algumas experiências boas e outras falhadas aqui vai o meu conselho que deves acrescentar ao que já foi dito em post anteriores.

1- Deves assumir um compromisso contigo próprio de exigência e disciplina.
2 - Tudo o que fizeres faz com uma intenção: aprender, dominar, ganhar confiança; crescer.
3 - Além das competências técnicas, deves trabalhar competências sociais.
Este ponto acho que é o fundamental para te dares bem na vida. Seres correcto, idóneo, honesto, frontal, de palavra, ponderado etc.
Ou seja, deves trabalhar a tua capacidade de comunicação/interacção oral em grupo e sobretudo em plateia (para muitas pessoas). Depois de dominares esta competência, com base nos valores que referi, o caminho ficará livre.... serás uma pessoa confiante, segura, com princípios, capaz dos maiores desafios e ...podes ter a certeza, isso irá transparecer em todas as entrevistas de trabalho que participes!

Começa já na escola a treinar para o público... organiza debates, apresentações orais, argumenta com muita gente, coloca-te em situações de confronto de palavras e pratica...pratica muito!!!

Boa sorte para a tua vida!!
cparakawa
Eu estava lendo o thread de novo, acho que estamos forcando a barra. O Merrik nem resolveu ainda que area seguir, tbm nem falou o qto pretende se dedicar e aonde quer chegar. A maioria das pessoas busca objetivos modestos na vida, entao fazer tudo o que for relatado aqui acaba sendo demais, parece a criacao de um superheroi.

Merrik, acredito que vc deve saber (das dicas aqui mencionadas) qual vc consegue desenvolver melhor e em quais vc tem problemas. A partir do momento que vc tiver um objetivo melhor tracado, vc vai saber se eh mais importante estudar mais ou ser mais competente em termos de relacionamento, por exemplo. Eh comum as pessoas aconselharem alguem a se esforcar ao maximo, e eh comum o aconselhado escolher na base do tudo ou nada (na maior parte das vezes nada).

Nao deixe a pressao externa lhe destruir e use a pressao interna (de dentro de vc, do que vc quer) para crescer rumo ao seu objetivo. As dicas soh ajudam vc a direcionar/economizar o esforco, quem decide a intensidade e duracao do mesmo eh voce.
mariohs
As cartas são dadas... quem joga o jogo é você Wink
thi.dias
os profissionais brasileiros são bem vistos lá fora?
Related topics
Sugestão de PADRÃO para ORGANIZAÇÃO
Open source - uma paixão
[Geral] Ano Eleitoral
Web design dá dinheiro?
Microsoft perde 4% de participação no mercado de navegadores
Onde gasto A Frih Grana ????
Crie o atalho 'Mostrar Área de Trabalho' em seu Windows!!
Escolas Tecnicas. O que acha delas?
Qual a melhor linguagem de programação para web PHP,ASP,JAVA
O MUNDO SEM INTERNET - COMO SERIA?
[TRABALHO] Em que empresa você gostaria de trabalhar?
dicas sobre valores - webdesign
Design - por onde começar?
Mercado de Trabalho: Engenheiro x Tecnólogo
Reply to topic    Frihost Forum Index -> Language Forums -> Portuguese

FRIHOST HOME | FAQ | TOS | ABOUT US | CONTACT US | SITE MAP
© 2005-2011 Frihost, forums powered by phpBB.