FRIHOSTFORUMSSEARCHFAQTOSBLOGSCOMPETITIONS
You are invited to Log in or Register a free Frihost Account!


Visita papal: devemos financiar?





leandrow
O que vocês acham?

Na minha opinião, isso independe da religião de qualquer brasileiro contribuinte, não importa se a maioria é católica. O financiamento da visita do Papa e do evento da Igreja Católica não poderia ser feito de forma alguma pelos cofres públicos brasileiros. É uma afronta à laicidade do Estado.

O Estado brasileiro não financia eventos evangélicos e pelo mesmo motivo não deveria financiar os eventos da Igreja Católica.

Sendo um Estado laico, todas as religiões tem o livre direito de manifestar suas crenças através de seus líderes e devem ser respeitadas como qualquer outro cidadão que queira se manifestar a respeito de questões Religiosas ou Políticas. Mas o Brasil não poderia patrocinar a visita do Papa, que vem ao país apregoar suas crenças, muito menos um evento da Igreja Católica.

São mais de 118 milhões de reais!
Vanilla
118 milhões de reais? Ouvi um número maior por aí, mas pode ser exagero alheio. Enfim, não sou a favor e creio que a ICAR tem posses suficientes para bancar a viagem de seu líder maior. O Dalai Lama já veio ao Brasil com dinheiro próprio (financiado pela religião dele), porque o papa (que possui um número imenso de seguidores) não pode fazer o mesmo?

O tal Estado Laico propagado aqui no Brasil é uma piada. Diz que é laico mas sofre interferência de todo tipo de "autoridade" religiosa. Só ver o quanto a bancada evangélica faz e acontece, aprovando bizarrices como a cura gay. Faz-me rir!
Propaga
Code:
"leandrow"É uma afronta à laicidade do Estado.

É uma afronta à Constituição Brasileira! Sob a égide da CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL de 1988 em seu artigo 19, parágrafo 1º estabelece que: “É vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios toda e qualquer forma de subvenção”.

Entretanto, nas famosas ‘brechas da lei’ há um precedente de uma ressalva onde se lê: “na forma da lei, a colaboração de interesse público”.

Particularmente, não concordo de forma alguma. Assim sendo, abre-se o a condição ‘sine qua non’ para todas religiões devidamente legalizadas em nosso país.

Em ato contínuo, líder maior de qualquer confissão religiosa que queira visitar o Brasil poderá reivindicar subvenção dos governos federal, estaduais ou municipais.
leandrow
Vanilla wrote:
118 milhões de reais? Ouvi um número maior por aí, mas pode ser exagero alheio. Enfim, não sou a favor e creio que a ICAR tem posses suficientes para bancar a viagem de seu líder maior. O Dalai Lama já veio ao Brasil com dinheiro próprio (financiado pela religião dele), porque o papa (que possui um número imenso de seguidores) não pode fazer o mesmo?


Como eu disse foram MAIS de 118 milhões! Pode ter certeza. Foi divulgado o valor de 118 milhões antes da visita acontecer. Certamente este valor já aumentou.

Eu penso ser mais coerente que o Vaticano financiasse a vinda do Papa. Ainda que ele seja um chefe de Estado... Afinal, sua presença tem um vínculo religioso que atropela qualquer outro título. Logo, no mínimo é a Igreja que deveria custear a visita. Como o Propaga disse, utilizar verba do Estado é inconstitucional. Embora realmente hajam brechas e que certamente servirá de defesa aos que apoiam o evento financiado com a verba do Estado.
windows_live
Eu acredito que é sim possível financiar a vinda do Papa, mas a quantidade seria dependendo da disponibilidade, eu prefiro financiar em atos de fé, amor e paz (sem envolvimento de mentiras ou lucros pessoais) que financiar para a copa (em estádios, benefícios para políticos, etc) onde os gastos são absurdos e é o povo que se lasca, nunca terá retorno, só beneficia determinadas pessoas.
Deline
Na verdade, verdade, verdadeira, o governo não deveria MESMO financiar visita de Papa e nem de nenhum outro representante político ou religioso. Eu realmente não me informei sobre esses gastos, mas foram gastos em infraestrutura, ou gastos particulares da instituição católica?

Grosso modo, eu ENTENDO (e espero que seja isso) que esse gasto tenha sido usado em grande parte para infraestrutura do local que irá receber o evento. E nesse caso, não é nem questão de financiar a religião. Afinal, já que iremos receber Copa, Olimpíadas e recebemos outros eventos internacionais, é imprescindível que exista investimento na infraestrutura das cidades SIM.

Eu fui à Jornada no fim de semana, por crença minha e por vontade de conhecer o RJ, e fiquei desanimada em saber que foram gastos mais de 6 milhões para aquela porcaria de lugar que seria a sede da Missa de Envio - Guaratiba. 6 milhões em um brejo, é de revoltar!

Depois, a estrutura da praia de Copacabana não suporta os 4 milhões de peregrinos (e acho que NENHUMA CIDADE suporta mesmo, porque é gente pra p$%#$%). Daí que haviam banheiros químicos que não eram limpos há dias, não tinha local de fácil acesso para enchermos a garrafa de água e a fila para pegar o Kit de comida (que foi muito bem servido) demorava mais de 4 horas. É uma prévia para a Copa ou outros eventos internacionais no Brasil? Não sei...

Enfim, eu sou a favor do gasto com INFRAESTRUTURA nas cidades, para qualquer evento, e aliás, para a POPULAÇÃO MESMO!

E nesse caso, não é nem questão de discutir se "vale mais a pena para a Copa ou para Olimpíadas", até porque nestes eventos eu duvido que a margem de visitantes irá ultrapassar os 2 milhões de turistas em um só município, bairro ou avenida, pois os jogos são feitos em locais diversos.
Propaga
Querendo ou não querendo, gostando ou não gostando, aconteceu! Não foi tão somente o desrespeito à Constituição do Brasil, mas, total desrespeito e desconsideração ao povo brasileiro.

Porém, não tem problema. Outras eleições acontecerão e, enquanto o povo não aprender a votar, seremos eternos escravos da intolerância e malversação do dinheiro público.

Nosso país tem apenas 500 anos. Talvez, até os próximos quinhentos anos aprendamos a escolher as pessoas que governam nosso país.

Ironias à parte, desejo que brevemente o TCU (Tribunal de Contas da União), quiçá, o Ministério Público atue com o rigor necessário com relação a estas questões.

O dinheiro público é ‘sagrado’ e tem que ser aplicado em benefício do próprio público de maneira generalizada.

O dinheiro público não pode, jamais, ser direcionado a este ou aquele segmento da sociedade. Seja em se tratando de religião, evento esportivo ou qualquer outra situação parcial.
leandrow
Acho que muito em breve teremos movimentos/manifestações maiores no Brasil pautando a laicidade do Estado. Seria pertinente e bastante atual. Vejo alguns grupos se reunindo em algumas cidades; espero que a margem remanescente dos manifestantes que estão nas ruas continuem lutando não só pelos nossos direitos e prioridades, mas pelo progresso e pela laicidade do Estado, fazendo valer a constituição vigente em nosso país.
Related topics
Bienvenidos a la nueva sección en ESPAÑOL de Frihost
Respuestas a preguntas frecuentes (F.A.Q.)
Japón
[var]Hay que promover el foro en los otros canales!
Omisión..[léelo..para reflexionar]
Gripe das Aves: Portugal está preparado ?
História da minha terra, o Sardoal
[var]Religiones...
[var]financiar server
Aonde vamos parar ?
Visita a Google, en California
Visita al Titanic en 3D
Barack Obama Visita Israel nesta semana.
Barack Obama Visita Israel esta semana
Reply to topic    Frihost Forum Index -> Language Forums -> Portuguese

FRIHOST HOME | FAQ | TOS | ABOUT US | CONTACT US | SITE MAP
© 2005-2011 Frihost, forums powered by phpBB.