FRIHOSTFORUMSSEARCHFAQTOSBLOGSCOMPETITIONS
You are invited to Log in or Register a free Frihost Account!


"Júri condena Lindemberg a 98 anos e 10 meses."





leandrow
Certo...

Agora vamos calcular. Se um preso no Brasil custa aproximadamente 1.600 reais mensais ao Estado, logo: 1.600 reais x (99 anos x 12 meses) = 1.900.800 reais. Isso mesmo, R$1.900.800,00! E quem vai pagar? NÓS PAGAREMOS! Agora vamos fazer uma comparação: no Brasil, um aluno não custa nem R$200,00 reais mensais ao Estado, e se tivéssemos maior investimento neste setor, muito provavelmente isto refletiria na diminuição da criminalidade no país.

Aí eu pergunto: CADÊ A PENA DE MORTE NO BRASIL?!

Mata o cara de uma vez!
Vamos custear 99 anos de prisão para um criminoso como este?

A pena de morte resolveria uma gama de problemas do país: diminuiria a quantidade de detentos por presídio, custando assim, menos aos cofres públicos, enfraqueceria ações cirminosas comandadas de dentro das celas, como as feitas por celulares, desencorajaria atos lesivos e a reincidencia dos mesmos, evidenciaria a severidade estatal em relação a crimes graves, em casos de homicídios, seria a compensação/retribuição pelo mal praticado, a promotoria/sociedade teria meios mais latentes para impor a lei e a ordem.

E para finalizar, imaginem R$1.900.800,00 investidos em Educação. Agora multipliquem pela quantidade de 'Lindembergs' que surgem a todo momento no país. Pois é.
rafael2112
Dos 98 ele vai ficar apenas 30, pode-se sair antes por bom comportamento

Quote:
Aí eu pergunto: CADÊ A PENA DE MORTE NO BRASIL?!

Mata o cara de uma vez!
Vamos custear 99 anos de prisão para um criminoso como este?

Custo não pode ser argumento para uma pena de morte....
Da Rossa
Leandrow, você tá amplamente desinformado, cara!!

98 anos e 10 meses foi a pena imposta pela juíza, mas a pena é sempre unificada para 30 anos, que é o prazo máximo de tempo que alguém pode permanecer preso no Brasil. Não vamos pagar um centenário para ele.

E claro, é esse o seu pensamento? Matar, porque custa caro? A democracia custa caro também. A ditadura economiza muito mais porque não tem nem que funcionar o Congresso, na verdade.

Agora pega o custo individual de um preso, pulverize pelo número de brasileiros e veja qual vai ser o peso no seu orçamento pessoal. É tanto assim? Não mesmo.

E todos estão sujeitos à pena privativa de liberdade; basta cometer um crime. A maioria dos criminosos presos, no entanto, está presa pelo cometimento de crimes patrimoniais, tais como roubo e extorsão. É menos grave do que homicídio, certo? Mas estes custam bem mais, até porque, pela característica do crime, eles sempre acham mais conveniente voltar a delinquir porque é fácil, afinal de contas. E ae, vamos matar todos esses também? Digamos que sim.

Neste caso, você estará matando ladrões de meia-tigela e estelionatários cagões, mas que também cometeram crimes patrimoniais. Um dia você, cidadão de bem, pode ser preso porque, por muita raiva, espancou um desgraçado. E, a partir daí, é você quem passará a fazer parte da "lista dos que custam caro para o cidadão de bem". Você deve morrer, então?
leandrow
Da Rossa wrote:
Leandrow, você tá amplamente desinformado, cara!!

98 anos e 10 meses foi a pena imposta pela juíza, mas a pena é sempre unificada para 30 anos, que é o prazo máximo de tempo que alguém pode permanecer preso no Brasil. Não vamos pagar um centenário para ele.

E claro, é esse o seu pensamento? Matar, porque custa caro? A democracia custa caro também. A ditadura economiza muito mais porque não tem nem que funcionar o Congresso, na verdade.

Agora pega o custo individual de um preso, pulverize pelo número de brasileiros e veja qual vai ser o peso no seu orçamento pessoal. É tanto assim? Não mesmo.

E todos estão sujeitos à pena privativa de liberdade; basta cometer um crime. A maioria dos criminosos presos, no entanto, está presa pelo cometimento de crimes patrimoniais, tais como roubo e extorsão. É menos grave do que homicídio, certo? Mas estes custam bem mais, até porque, pela característica do crime, eles sempre acham mais conveniente voltar a delinquir porque é fácil, afinal de contas. E ae, vamos matar todos esses também? Digamos que sim.

Neste caso, você estará matando ladrões de meia-tigela e estelionatários cagões, mas que também cometeram crimes patrimoniais. Um dia você, cidadão de bem, pode ser preso porque, por muita raiva, espancou um desgraçado. E, a partir daí, é você quem passará a fazer parte da "lista dos que custam caro para o cidadão de bem". Você deve morrer, então?


Da Rossa, na verdade não estou tão desinformado assim, sei que ele jamais ficará os 99 anos na prisão (apesar da somas das sentenças); a intenção foi mesmo exagerar para evidenciar o custo disso tudo para a população. Ninguém pode ficar por mais de 30 anos na prisão, de fato, isso se não sair antes por bom comportamento...

E apesar de eu ser a favor da pena de morte, é quase impossível de um dia isso acontecer no Brasil, graças a cláusula pétrea, que até onde eu sei, não se muda de jeito nenhum.

Quote:
Um dia você, cidadão de bem, pode ser preso porque, por muita raiva, espancou um desgraçado. E, a partir daí, é você quem passará a fazer parte da "lista dos que custam caro para o cidadão de bem". Você deve morrer, então?


Agora foi você quem exagerou! Existem casos e casos. No caso do estupro, por exemplo, comprovada a autoria, a reincidência e um laudo médico-legal constando que tal distúrbio poderá causar outras vítimas, então sim. Com direito a apelação, assistência, etc; No caso de roubo armado com vítima pessoa física e formação de quadrilha, no caso de latrocínio, com formação de quadrilha, no caso de homicídio com mais de uma vítima ou reincidência, devidamente apurados, também. Em outras palavras, trata-se exclusivamente de não custear criminosos reincidentes em crimes hediondos, por exemplo, penalizando-os com a morte, de acordo com a decisão judicial.
Da Rossa
Quote:

Agora foi você quem exagerou! Existem casos e casos. No caso do estupro, por exemplo, comprovada a autoria, a reincidência e um laudo médico-legal constando que tal distúrbio poderá causar outras vítimas, então sim. Com direito a apelação, assistência, etc; No caso de roubo armado com vítima pessoa física e formação de quadrilha, no caso de latrocínio, com formação de quadrilha, no caso de homicídio com mais de uma vítima ou reincidência, devidamente apurados, também. Em outras palavras, trata-se exclusivamente de não custear criminosos reincidentes em crimes hediondos, por exemplo, penalizando-os com a morte, de acordo com a decisão judicial.


Vamos com calma, porque, na verdade, se você pegar minha última frase isoladamente, aí sim, parece que eu exagerei. Mas ela é somente a conclusão de uma ideia que eu estava construindo.

Sim, existem casos e casos. Mas a lei não pode contemplar todos, e deve haver um critério geral, abstrato, abrangente para que seja válido.
Agora veja, você citou alguns exemplos de casos em que o sujeito deveria pegar pena de morte. Citou estupro, amparado por um "laudo psiquiátrico" que poderia atestar se o sujeito voltará ou não a delinquir. Na verdade, é um laudo que, no máximo, poderia traduzir uma probabilidade de ele voltar a cometer outros estupros. Se você der absoluta confiança ao laudo, então é o mesmo que deixar que o psiquiatra determine se ele viverá ou morrerá. De qualquer jeito, você deixa para um homem decidir se outro morre, e pior, com a chancela do Estado.

E cuidado com o "devidamente apurados", porque, a rigor, nada é "devidamente apurado". Nem aqui no Brasil, e nem em países mais desenvolvidos. Nem o investigador estava lá, então no máximo ele faz uma aproximação do que aconteceu na cena do crime. Em outras palavras, nunca se terá a certeza do que exatamente aconteceu. Pode-se comprovar, por exemplo, que um homicídio ocorreu, mas nunca se saberão as circunstâncias anteriores e concomitantes ao crime, além de não se ter como precisar como estava a mente do criminoso.

Se tiver interesse, leia http://notasdeaula.org/penademorte

Smile
rafael2112
Um estado perante um crime deve resolver a situação afastando qualquer perigo um cidadão que tenha sua segurança ameaçada por um criminoso. Apos um crime o estado deve dar uma sentença para que nenhum cidadão aja por conta própria. O estado não faz vingança, somente penaliza o criminoso para dar ao cidadão uma justiça, embora o principal motivo seja afastar o criminoso da sociedade para que não cometa outros crimes. Eu não vejo como encaixar uma pena de morte aqui.

A pena de morte pode também custar caro, nos EUA ela custa mais caro que a prisão perpetua, não sei bem o motivo, acredito ser pelas apelações jurídicas, sem mencionar os 10 anos no corredor da morte.

O que realmente precisa de critica seria os 30 anos somente de prisão independente do crime, acredito que em alguns casos o criminoso sequer poderia ter a liberdade pois não esta reabilitado.
Da Rossa
Reabilitado nunca estarão vários deles, e esse é o problema. Essa semana assisti a uma audiência de um sujeito que estava sendo processado por vender pequenas quantidades de crack em Taguatinga, DF. Trabalha de flanelinha durante o dia. Quando o juiz foi ler a ficha de antecedentes penais dele, que tinha várias páginas, ele perguntou: "O que o Estado faz com o senhor, hein?" E foi passando as páginas, à medida que ia lendo os antecedentes do cara: furto, furto, furto, roubo, furto, furto, roubo, lesão corporal, furto, tráfico, ameaça, furto, constrangimento ilegal, tentativa de homicídio, furto, roubo, tráfico... um total de 17 inquéritos e/ou processos. Já tinha passado 11 anos preso e estava solto desde 1997. Reabilitação?? Hahá!
alicewonder
Mesmo ele merecendo a pena de morte, acho complicado existir esse tipo de pena aqui no Brasil. ;\
Da Rossa
alicewonder wrote:
Mesmo ele merecendo a pena de morte, acho complicado existir esse tipo de pena aqui no Brasil. ;\


Diga-nos por quê!
alicewonder
Da Rossa wrote:
alicewonder wrote:
Mesmo ele merecendo a pena de morte, acho complicado existir esse tipo de pena aqui no Brasil. ;\


Diga-nos por quê!


Sim, acho que pelo fato de existir as probabilidades de uma pessoa inocente ir pra pena de morte... Claro, que no caso dele, obvio não teríamos dúvida. Mas e nos outros casos? É uma coisa a se pensar...
Da Rossa
Exatamente. É por isso mesmo. Que tal ler http://notasdeaula.org/penademorte ? Smile
alicewonder
Da Rossa wrote:
Exatamente. É por isso mesmo. Que tal ler http://notasdeaula.org/penademorte ? Smile


Ok. Wink
enilsoncba
aushuahushuausha... o pior disso tudo na discussão é ver q a advogada dele ainda pede a anulação do julgamento kkkkkkkkkkkkkkkkkk... hilario como nosso Brasil neh... vejam ae...


Quote:
A advogada Ana Lúcia Assad, que defende Lindemberg Alves, 25, afirmou na noite desta quinta-feira (16) que pediu a nulidade absoluta do julgamento. Lindemberg foi condenado ontem pela morte de sua ex-namorada Eloá Pimentel, 15, após quatro dias de julgamento no fórum de Santo André (ABC paulista).

A jovem foi feita refém por cerca de cem horas em outubro de 2008 em seu apartamento, localizado em um conjunto habitacional na periferia do município paulista. O crime considerado é o de homicídio doloso duplamente qualificado. Leia a sentença na íntegra.

O réu também foi condenado por mais 11 crimes: duas tentativas de homicídio (contra a amiga de Eloá, Nayara Rodrigues, e contra o sargento Atos Valeriano, que participou das negociações), cinco cárceres privados (de Eloá, e três amigos: Iago Oliveira e Victor Campos, e duas vezes por Nayara, que foi liberada e retornou ao cativeiro) e disparos de arma de fogo (foram feitos quatro).

Lindemberg ouviu a sentença de cabeça baixa a pena proferida pela juíza Milena Dias, de 98 anos e dez meses de reclusão, em regime inicialmente fechado ele não poderá recorrer em liberdade. O réu, entretanto, não pode ficar preso por mais de 30 anos, de acordo com a lei brasileira, e, como já cumpriu três anos e quatro meses, deve permanecer preso por cerca de 27 anos. Além da prisão, foi decretada uma multa de 1.320 dias/multa.

A ação começou no dia 13 de outubro de 2008. Junto com Eloá, foram feitos reféns os amigos dela que estavam reunidos para fazer um trabalho de escola: Iago Oliveira e Victor Campos foram liberados no primeiro dia de cárcere; e Nayara Rodrigues foi liberada no segundo dia, mas retornou ao cativeiro.

A ação terminou no quinto dia, quando policiais militares do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais), que negociavam a liberação das reféns, invadiram o apartamento, afirmando ter ouvido um estampido do local. Em seguida, foram ouvidos mais tiros: dois deles atingiram Eloá, um na cabeça e outro na virilha, e outro atingiu o nariz de Nayara. Eloá morreu horas depois; Nayara foi levada para o hospital e sobreviveu. Lindemberg, sem ferimentos, está preso desde então.

O júri começou na última segunda-feira (13) e ouviu ao todo 13 testemunhas nos quatro dias de julgamento, entre familiares da vítima, os amigos que foram feitos reféns e policiais que participaram da ação.


[youtube] http://www.youtube.com/watch?v=vq6eS5DMcuQ [/youtube]
Da Rossa
Qual é o problema do pedido de decretação da nulidade absoluta em si?
rafael2112
Todo acusado tem direito a defesa, mesmo com provas ...Se tiver entro da lei o recurso de pedir anulação, cabe o juiz decidir. Se houvesse pena de morte os teríamos muito mais recursos para anulação.
Vanilla
Pena de morte é impraticável no Brasil, na minha humilde opinião. Pena de morte, pra ser aplicada, precisa de um sistema judiciário justo e que funcione como um reloginho. Não estou dizendo que sou contra, longe disso. Aliás, sou totalmente a favor e super acredito que tem gente que não pode mais conviver em sociedade (e muito menos ficar preso pra sempre!). Só estou dizendo que não funcionaria por aqui.
alicewonder
Vanilla wrote:
Pena de morte é impraticável no Brasil, na minha humilde opinião. Pena de morte, pra ser aplicada, precisa de um sistema judiciário justo e que funcione como um reloginho. Não estou dizendo que sou contra, longe disso. Aliás, sou totalmente a favor e super acredito que tem gente que não pode mais conviver em sociedade (e muito menos ficar preso pra sempre!). Só estou dizendo que não funcionaria por aqui.


Exatamente o que eu acho, e falei aqui. No Brasil pra ter pena de morte precisaria realmente ter um sistema extremamente nos eixos. E sabemos que não é assim! :}
D'Artagnan
quem é Lindemberg?
fontes plz
Vanilla
D'Artagnan wrote:
quem é Lindemberg?
fontes plz


Caramba, D'Artagnan! Onde tu andou nas últimas duas semanas? Razz

To perguntando só porque eu estava literalmente no meio do nada (na fazenda do meu avô, distante 70 km da cidade mais próxima e sem sinal de celular) e na TV (que mal pegava, aliás) só se falava nisso...

Quote:
Em 13 outubro de 2008, Lindemberg invadiu o apartamento da ex-namorada Eloá Pimentel, em Santo André, inconformado com o fim do relacionamento que, entre "idas e vindas" (como descreveu Nayara), durou três anos. No imóvel estavam, além de Eloá e Nayara, que tinham 15 anos na época, Victor de Campos e Iago Vilera. Os rapazes foram liberados após 11 horas. No dia 14 de outubro, Nayara também foi libertada, mas, no dia seguinte, acabou virando refém novamente quando voltou para ajudar nas negociações. Após mais de 100 horas de cárcere privado, a polícia explodiu a porta do apartamento para invadir o local. Um móvel que Lindemberg havia colocado como barreira para impedir a invasão atrapalhou a ação dos policiais. Lindemberg atirou em Nayara e Eloá antes de ser rendido.


Fonte: Revista Época.
D'Artagnan
Ah é que eu andava meio ocupado trabalhando e namorando Embarassed Embarassed Embarassed Embarassed Razz
eu tinha conseguido achar alguns artigos sobre o cara mas nenhum explicava direito, o da época foi o único descente...


Vanilla wrote:
D'Artagnan wrote:
quem é Lindemberg?
fontes plz


Caramba, D'Artagnan! Onde tu andou nas últimas duas semanas?
Razz
To perguntando só porque eu estava literalmente no meio do nada (na fazenda do meu avô, distante 70 km da cidade mais próxima e sem sinal de celular) e na TV (que mal pegava, aliás) só se falava nisso...

Quote:
Em 13 outubro de 2008, Lindemberg invadiu o apartamento da ex-namorada Eloá Pimentel, em Santo André, inconformado com o fim do relacionamento que, entre "idas e vindas" (como descreveu Nayara), durou três anos. No imóvel estavam, além de Eloá e Nayara, que tinham 15 anos na época, Victor de Campos e Iago Vilera. Os rapazes foram liberados após 11 horas. No dia 14 de outubro, Nayara também foi libertada, mas, no dia seguinte, acabou virando refém novamente quando voltou para ajudar nas negociações. Após mais de 100 horas de cárcere privado, a polícia explodiu a porta do apartamento para invadir o local. Um móvel que Lindemberg havia colocado como barreira para impedir a invasão atrapalhou a ação dos policiais. Lindemberg atirou em Nayara e Eloá antes de ser rendido.


Fonte: Revista Época.
leandrow
alicewonder wrote:
Vanilla wrote:
Pena de morte é impraticável no Brasil, na minha humilde opinião. Pena de morte, pra ser aplicada, precisa de um sistema judiciário justo e que funcione como um reloginho. Não estou dizendo que sou contra, longe disso. Aliás, sou totalmente a favor e super acredito que tem gente que não pode mais conviver em sociedade (e muito menos ficar preso pra sempre!). Só estou dizendo que não funcionaria por aqui.


Exatamente o que eu acho, e falei aqui. No Brasil pra ter pena de morte precisaria realmente ter um sistema extremamente nos eixos. E sabemos que não é assim! :}


Claro, a minha opinião exposta aqui é válida nestas condições!

E bem, sobre a grande desvantagem da pena de morte relacionada à possibilidade de morte de pessoas 'inocentes', penso que, mesmo se a Justiça do Brasil fosse a melhor do mundo, falhas sempre acontecerão. Assim como acontece na Engenharia, Medicina, e outras áreas que podem e provocam a morte de muitas pessoas por erros humanos.
Da Rossa
Acho que esse argumento por si só já deveria solapar a pena de morte, pois ela não é insubstituível. Pena perpétua é até mais adequada para a vítima que está atrás de vingança!
windows_live
Pena de morte para reincidentes, tem bandido que nunca vai deixar de ser bandido, riem na cara da policia e do povo, e quando ficam soltos cometem os mesmos delitos graves, até piores...
Da Rossa
Se simplesmente não se permitisse que o sujeito saisse da prisão depois de cometer um crime bárbaro como um homicídio não haveria que se falar em reincidência!
Related topics
Qual é a sua nota para o PC "POSITIVO" ? O que é &
Linux
Tópico oficial de apresentação.
Microsoft corrige falha de segurança de 17 anos
Você acha que as novelas da globo precisam revolucionar?
What is your operating system?
Veteranos de Internet
[TROTE] Atendimento do speedy
[Geral] Vacina contra infecção de ouvido
Preço do Petróleo
Alckmin X Lula
[diversão-video]a internet no principio e hoje
Google Earth koordinatlarý
"Sony, Microsoft e Nintendo reiniciam guerra de videoga
Reply to topic    Frihost Forum Index -> Language Forums -> Portuguese

FRIHOST HOME | FAQ | TOS | ABOUT US | CONTACT US | SITE MAP
© 2005-2011 Frihost, forums powered by phpBB.