FRIHOSTFORUMSSEARCHFAQTOSBLOGSCOMPETITIONS
You are invited to Log in or Register a free Frihost Account!


Vc é reconhecido pelo que faz?





cherry-pie
*pequeno desabafo* hoje eu estava no meu momento mais depressivo pensando, puxa ninguém dá a mínima pro q eu faço e eu só escuto reclamação de tudo que é lado. Tá talvez seja exagero meu mas eu estou me sentindo assim, nada do q eu faço está bom, principalmente para os meus pais, eu passei em todas as cadeiras da faculdade (tá tem uma q eu ainda to esperando resposta da maldita professora que não mandou as notas) e mesmo assim eu só tomo patada ¬.¬eu faço favores para outras pessoas e não escuto nem um maldito obrigado >_> será q eu sou um lixo u.u ?
Vanilla
Eu acho que se sentir meio down faz parte dessa época maravilhosa de fim de ano. Ou talvez as pessoas esperem grandes coisas de você e tenham dificuldade pra aceitar (e entender) os seus erros. Você é muito cobrada ou é você que se cobra muito? Em qualquer um dos casos, eu recomendaria não estressar com isso agora. E quanto as pessoas que te pedem favores, simplesmente não faça mais nada por eles. Sim, você até pode achar que é uma atitude extrema e maldosa, mas olha, ninguém é Madre Teresa: se você faz algo por alguém, é claro que vai esperar algo em troca. Nem que seja um "muito obrigado"!

Então eu recomendo que se divirta nesso ano que acaba. E que beba também, porque beber de vez em quando é uma beleza. Wink
D'Artagnan
eu sou programador, para mim ser menos reconhecido eu teria que sei la limpar fossas, não estou comparando o conteudo , mas é que por melhor que eu faça meu trabalho ninguém nunca vai reparar , quem repara que o word é bem feito? que o site do frihost funciona bem? que o google ganhou 0.001 milisegundos de velocidade... ninguem. eu simplesmente não me importo com reconhecimento, enquanto alguem me pagar bem para programar Razz
Lviter
É normal a gente se sentir assim de vez em quando. E como bem lembraram, normalmente todo mundo se lembra quando você erra, mas poucos se lembram quando acerta...

É preciso que primeiro você mesmo se dê valor... Quando a gente amadurece e aprende a se valorizar passa a não depender tanto do reconhecimento alheio.
Deline
cherry-pie wrote:
*pequeno desabafo* hoje eu estava no meu momento mais depressivo pensando, puxa ninguém dá a mínima pro q eu faço e eu só escuto reclamação de tudo que é lado. Tá talvez seja exagero meu mas eu estou me sentindo assim, nada do q eu faço está bom, principalmente para os meus pais, eu passei em todas as cadeiras da faculdade (tá tem uma q eu ainda to esperando resposta da maldita professora que não mandou as notas) e mesmo assim eu só tomo patada ¬.¬eu faço favores para outras pessoas e não escuto nem um maldito obrigado >_> será q eu sou um lixo u.u ?

Eu sempre me sinto assim, principalmente em finais de semestre. No final de 2010 eu andei tropeçando bastante e ficava mal...Mas depois eu percebo que não adianta nada tentar cobrar as pessoas :/ no fim, cada um tem aquele jeito de enxergar, as vezes a pessoa nem percebe que está "dando patadas" ou que não está ajudando..
neiesc
se vc faz favores para as outras pessoas e elas nem agradecem o problema não é com vc, quanto a programar sem reconhecimento derruba qualquer programador
ricardo22
SOU! Very Happy

pois ganho pelo que faço hehe

na verdade, gosto muito do que faço!


uhehhh!
riccopt
em geral nao sou reconhecido pelo que faco... mas sou muito cobrado pelo que NAO FACO....
Sidney
riccopt wrote:
em geral nao sou reconhecido pelo que faco... mas sou muito cobrado pelo que NAO FACO....


o mesmo acontece comigo
Sad
Kathy_A_Lucisferous
Isso é bem verdade. Na verdade, a natureza humana é assim: as pessoas naturalmente só veem o lado ruim dos outros. Como diz o ditado, "de mil coisas boas que se faz, basta uma para danar tudo" ou algo assim ^^
Eu sei bem como é, eu fui CDF a vida inteira e ajudei todos os alunos a estudarem, e tudo o que eu recebia era risadinhas pelas costas porque eu era uma CDF. Irônico, não? Na hora de estudar, eles não reclamavam, mas na hora de se juntar com os amiguinhos, zoavam com a minha cara. E os professores ainda os defendiam, dizendo que eu tinha a obrigação de ajudar por ser uma aluna mais avançada!
A vida é assim mesmo; mas veja pelo lado bom: quando você morre, as pessoas apagam de suas mentes todos os seus erros e só lembram das coisas boas. Ou seja, elas são muito masoquistas. Quando você está vivo, machucam-te, quando tu morres, choram. O ser humano apenas aprende quando perde.
cherry-pie
Kathy_A_Lucisferous wrote:
Isso é bem verdade. Na verdade, a natureza humana é assim: as pessoas naturalmente só veem o lado ruim dos outros. Como diz o ditado, "de mil coisas boas que se faz, basta uma para danar tudo" ou algo assim ^^
Eu sei bem como é, eu fui CDF a vida inteira e ajudei todos os alunos a estudarem, e tudo o que eu recebia era risadinhas pelas costas porque eu era uma CDF. Irônico, não? Na hora de estudar, eles não reclamavam, mas na hora de se juntar com os amiguinhos, zoavam com a minha cara. E os professores ainda os defendiam, dizendo que eu tinha a obrigação de ajudar por ser uma aluna mais avançada!
A vida é assim mesmo; mas veja pelo lado bom: quando você morre, as pessoas apagam de suas mentes todos os seus erros e só lembram das coisas boas. Ou seja, elas são muito masoquistas. Quando você está vivo, machucam-te, quando tu morres, choram. O ser humano apenas aprende quando perde.


É bem chato isso, mas eu não ajudaria sheusheu sou muito má e vingativa, ia deixar eles se ferrarem ou ia ensinar errado xD
gueda
Kathy_A_Lucisferous wrote:
Isso é bem verdade. Na verdade, a natureza humana é assim: as pessoas naturalmente só veem o lado ruim dos outros. Como diz o ditado, "de mil coisas boas que se faz, basta uma para danar tudo" ou algo assim ^^
Eu sei bem como é, eu fui CDF a vida inteira e ajudei todos os alunos a estudarem, e tudo o que eu recebia era risadinhas pelas costas porque eu era uma CDF. Irônico, não? Na hora de estudar, eles não reclamavam, mas na hora de se juntar com os amiguinhos, zoavam com a minha cara. E os professores ainda os defendiam, dizendo que eu tinha a obrigação de ajudar por ser uma aluna mais avançada!
A vida é assim mesmo; mas veja pelo lado bom: quando você morre, as pessoas apagam de suas mentes todos os seus erros e só lembram das coisas boas. Ou seja, elas são muito masoquistas. Quando você está vivo, machucam-te, quando tu morres, choram. O ser humano apenas aprende quando perde.


É a nossa cultura e nosso sistema educacional. Fui e sou CDF em todos os sentidos. Lia coleções inteiras de livros; revistas científicas, engoli conhecimento das mais diversas áreas, hiperativo, gabaritava todas as provas, desde o fundamental até o colegial, inclusive as de vestibular e ENEM quando prestei. Dei aulas e mais aulas particulares e de reforços gratuito, apenas por pena e por vontade de ajudar o próximo. Estudava muito além do essencial e do normal.

O que ganhei? Nada, apenas uma consciência tranquila de que minha parte fiz e que se o ser humano é babaca o suficiente para não enxergar, que fique assim.
O que eu perdi? Tudo. Fui taxado de nerd escroto, gênio megalomaníaco, não fui convidado a vários eventos sociais (o que na adolescência transforma sua essência em rótulo), sofri bullying pesado, passei por períodos de isolação do convívio social (3 anos, apenas ia às aulas sem falar com ninguém e voltava ao meu quarto e estudos).

Tudo só me motivou a estudar mais e mais, uma bola de neve; mas enfim, o mundo é um funil e os trouxas (nós cdfs) passaremos na ponta do funil e os "normais" ficarão no gargalo, enroscados e atrasados.
rafael2112
É bom ter objetivo para si mesmo, tirar algum proveito profissional no futuro e não notas autas e ser reconhecido como inteligente ou "guru" isso não é um objetivo.
Ajudar outro a estudar também é desafio ao conhecimento, pode apreender com isso
ricardo22
É cara, realmente você é um lixo! hahahhh

to zuando velho, na verdade o que parece acontecer é que você faz as cosias esperando algo em troca, no caso, esperando o agradecimento das pessoas, tanto que o problema nao esta na pessoa lhe agradecer, porque se ela agradessesse voce provavelmente iria achar que o agradecimento foi pouco pelo serviço prestado e assim por diante, em resumo, nao faça favores e sim serviços, faça bem feito e cobre por isso e PONTO Wink



Falou cara
Propaga
cherry-pie wrote:
*pequeno desabafo* hoje eu estava no meu momento mais depressivo pensando, puxa ninguém dá a mínima pro q eu faço e eu só escuto reclamação de tudo que é lado. Tá talvez seja exagero meu mas eu estou me sentindo assim, nada do q eu faço está bom, principalmente para os meus pais, eu passei em todas as cadeiras da faculdade (tá tem uma q eu ainda to esperando resposta da maldita professora que não mandou as notas) e mesmo assim eu só tomo patada ¬.¬eu faço favores para outras pessoas e não escuto nem um maldito obrigado >_> será q eu sou um lixo u.u ?


Boa notícia para você:

Uma pesquisa conduzida pela University of Essex descobriu que apenas cinco minutos de exercícios perto da natureza são suficientes para aumentar a autoestima. As atividades consideradas no estudo foram: caminhada, jardinagem, ciclismo, pescaria, canoagem, andar de cavalo e a prática da agricultura.

Abraços...
PROPAGA.
roxingo
A repetição de fatos positivos ou negativos em certas fases de nossa vida pode sugerir que existe um processo interferindo em nosso destino.

A toda hora dizemos: “fulano tem muita sorte; tudo o que ele faz dá certo”; “sicrano é pé-frio, só tem azar”. Afinal, o que será isso que chamamos levianamente de sorte e de azar, sem tentar entender? Será uma coisa ligada ao “destino” de cada pessoa, à vontade de Deus? Será mera coincidência? Será que existem processos psicológicos que ainda não entendemos muito bem e que predispõem algumas pessoas a ter sucesso nas suas empreitadas?

Não podemos continuar a pensar nesses processos como sendo simples coincidências. Pessoa com sorte no jogo ganham com uma freqüência muito acima do que se poderia esperar pela lei das probabilidades. Chamar apenas de coincidência as repetições de acontecimentos positivos ou negativos na história de vida das pessoas é negar a evidência de que algum outro fator está interferindo na evolução dos fatos. Aliás, essa concepção de que existem “coincidências significativas” e não apenas casualidades, foi uma das mais importantes contribuições de Jung à psicologia. A repetição de fatos positivos ou negativos que nos acontecem em série em certas fases da vida sugere a existência de algum processo interferindo em nosso destino. O pensamento científico não pode, pelo menos por enquanto, ir muito longe no sentido de estudar a influência de fatores sobre-humanos em nossas vidas. Porém, não creio que seja prudente descartá-los, pois também não temos dados para isso. A astrologia, a numerologia, o espiritismo e vários outros tipos de esoterismo tentam estabelecer regras a respeito das influências sobrenaturais às quais estariam submetidos. São coisas interessantíssimas e temos de continuar aguardando uma maior acumulação de informações para poder elaborar um julgamento a respeito delas, sem preconceito.

Alguns mecanismos psicológicos podem influir sobre o que chamamos de sorte ou de azar. É bastante provável que existam criaturas mais positivas do que outras. Nossa mente, quando funciona de forma mais otimista e com mais coragem de ter sucesso naquilo a que nos propomos, pode interferir muito nos resultados. Acredito que os fenômenos que chamamos de paranormais existam em todos nós, sendo mais eficientes em algumas pessoas do que em outras. O vendedor que estiver determinado a vender terá melhores resultados. O jogador de futebol com mais coragem para o sucesso disporá de muito mais chances. Ou seja, é bem provável que nossas mentes disponham de mais poderes do que aqueles que conhecemos e utilizamos. Algumas pessoas conseguem se utilizar, ainda que de forma intuitiva, desses outros poderes, obtendo resultados muito melhores. Essas são as pessoas de sorte. Os mesmos poderes poderão provocar, quando ativados negativamente, fracassos sucessivos, e as pessoas que padecem dessa tendência são as azaradas.

Ainda não sabemos como funcionam os processos parapsicológicos e por que algumas pessoas dispõem de certos “dons” – premonições, vidências etc. - e outras não. Mas não podemos continuar a negar a existência desses fenômenos e muito menos deixar de pesquisá-los, pois eles abrem perspectivas incríveis para uma melhor utilização de nosso potencial psíquico. Esses processos não são autônomos e dependem também de como funcionam nossos processos psicológicos mais conhecidos. Por exemplo, para que uma pessoa possa ter sorte é necessário que ela se permita coisas boas. Todos nós temos um determinado tipo de contabilidade interna, na qual uma certa quantidade de esforços dá direito a recompensas. Algumas pessoas se vêem com direito a uma boa quantidade de recompensas, mesmo sem se acharem com o dever de fazer grandes sacrifícios. Essas, é claro, são mais predispostas a ter sorte do que aquelas, muito rígidas do ponto de vista moral, que se sentem melhor quando obtém pouca recompensa com muito sacrifício. A moralidade na qual fomos criados,que dá grandeza e dignidade ao esforço, à renúncia e ao sacrifício, acaba nos levando para o caminho do azar, porque nos impede grandes benefícios sem grandes privações. A sorte é, ao contrário, um amontoado de ganhos que resulta de pouco - ou nenhum - esforço. São poucas as pessoas de caráter que se permitem isso. E, quando abrem as portas da sorte, em um determinado setor da vida, costumam fechá-las em algum outro igualmente importante. Isso explicaria, por exemplo, a concepção de que aqueles que têm sorte no jogo terão azar no amor.
GAMESMASTER
Quando você se destaca de alguma forma no seu trabalho você é reconhecido? Se sua resposta for sim, parabéns, sua empresa reconhece seus valores. Porém, se sua resposta for não — até imagino que a maioria vai respoder isso —, não desanime, isso é muito comum no Brasil.

Tenho ouvido diversos relatos de alunos, sempre reclamando de seus empregos, poucos estão satisfeitos. Reconheço que este é um verdadeiro mal do ser humano. Mas, nunca deixo de perguntar os motivos. As reclamações estão sempre baseadas em chefes ignorantes, empresas que não valorizam, e aqueles que dizem: “não fez mais que a sua obrigação”.


É lamentável que ainda tenhamos um número elevado de empresas que, sequer, têm um programa de Recursos Humanos adequado. Não falo só de pequenas empresas, mas também de muitas empresas de porte médio e grande. Não canso de repetir que o capital intelectual da empresa é seu maior patrimônio, e deve ser tratado adequadamente.

Questiono meus alunos se suas empresas têm um Plano de Carreira. Raramente a resposta é positiva. Como se pode manter um quadro ativo, dinâmico e aliado se este vê seus patrões como “saguessugas”. Como ter motivação para trabalhar se este funcionário não sabe onde pode chegar na empresa, ou o que fazer para crescer?

Mas, voltando ao tema principal o reconhecimento de um funcionário pela empresa faz com que este se torne um verdadeiro aliado. Quando a empresa adota o sistema da “meritocracia”, ou seja, premiações, promoções, bônus, etc… baseada no mérito, ela consegue manter sua equipe motivada e um maior engajamento dos colaboradores por se sentirem importantes. Quando seu trabalho é valorizado e reconhecido, ele se sente parte integrante de um processo.

Meu conselho é sempre o mesmo: Faça seu trabalho da melhor maneira, seja eficaz, mas, vá procurando uma empresa melhor para trabalhar. Portanto, qualifique-se, estude e busque sempre conhecimento.
Related topics
Fotos da queda do Aviao da GOL
Seu sonho Profissional
Pirataria de CD e DVD no Brasil. Como acabar?
Inteligência X Motivação
Qual a melhor linguagem de programação para web PHP,ASP,JAVA
Vestibular e Faculdade: O que faz, o que fará?
Qual o seu maior medo?
Cameras digitais
canais irc?
FireFox 3 - Opiniões
[ notícias ] Gripe suína
[Notícia]Não será mais exigido diploma para ser jornalista
Pergunta aos portugueses sobre liberdade de imprensa
Liberdade Religiosa em Portugal
Reply to topic    Frihost Forum Index -> Language Forums -> Portuguese

FRIHOST HOME | FAQ | TOS | ABOUT US | CONTACT US | SITE MAP
© 2005-2011 Frihost, forums powered by phpBB.