FRIHOSTFORUMSSEARCHFAQTOSBLOGSCOMPETITIONS
You are invited to Log in or Register a free Frihost Account!


Como eu sei se eu seria um bom escritor?





D'Artagnan
Eu sempre gostei de escrever histórias e contos e coisas que eu imagino que poderiam acontecer, mas não sei se eu escrevo bem, ou não, como a pessoa sabe se ela escreve coisas que os outros gostariam de ler?
cherry-pie
bom o melhor seria vc mostrar seus textos pra gente poder dizer se gosta ou não Very Happy mas eu acho que qualquer coisa que se escreva chama a atenção de certa forma da pessoa que gosta do assunto que vc está falando.
revistas
D'Artagnan wrote:
Eu sempre gostei de escrever histórias e contos e coisas que eu imagino que poderiam acontecer, mas não sei se eu escrevo bem, ou não, como a pessoa sabe se ela escreve coisas que os outros gostariam de ler?


Tenho acompanhado suas idéias pelos tópicos e vejo que realmente você tem muita criatividade. Acho que pode escrever alguma coisa para nós podermos julgar você na posição de escritor profissional.
Olha, não me leve a mau, mas a frase que você escreveu parece que está um pouquinho estranha. Talvez ficasse melhor assim:

Sempre gostei de escrever histórias, contos e coisas que eu imagino que poderiam acontecer, mas não sei se escrevo bem. Como a pessoa sabe se ela escreve coisas que os outros gostariam de ler?

Eu também gostaria de escrever um livro, mas sou um pouco tímido.
D'Artagnan
revistas wrote:
D'Artagnan wrote:
Eu sempre gostei de escrever histórias e contos e coisas que eu imagino que poderiam acontecer, mas não sei se eu escrevo bem, ou não, como a pessoa sabe se ela escreve coisas que os outros gostariam de ler?


Tenho acompanhado suas idéias pelos tópicos e vejo que realmente você tem muita criatividade. Acho que pode escrever alguma coisa para nós podermos julgar você na posição de escritor profissional.
Olha, não me leve a mau, mas a frase que você escreveu parece que está um pouquinho estranha. Talvez ficasse melhor assim:

Sempre gostei de escrever histórias, contos e coisas que eu imagino que poderiam acontecer, mas não sei se escrevo bem. Como a pessoa sabe se ela escreve coisas que os outros gostariam de ler?

no problems, criticas construtivas sao sempre boas, meu português é meio ruim mesmo Razz, isso sempre me prendeu. (fora q estou trabalhando entao escrevo depressa)


revistas wrote:

Eu também gostaria de escrever um livro, mas sou um pouco tímido.


exatamente, sou extremamente timido (quase doente), o medo da critica sempre nao me deixa tentar
D'Artagnan
atendendo a pedidos Razz Razz Razz ... acabei de pensar nisso, me desculpem estou fazendo uma importação e escrevi aqui rapidinho Razz

Era uma vez uma princesa , em uma terra longínqua, em um reino de uma época muito muito muito distante... essa princesa como muitas princesas teve seu destino traçado ao nascer, ela fora capturada aos 16 anos de idade por um mesquinho e cruel dragão verde, chamado Blarhgth! (que era o que as pessoas diziam ao ver sua medonha cara de dragão), e Foi presa em uma torre acima das nuvens, quase tocando as estrelas.

Na opinião de 4 a cada 5 criaturas Blarhgth! era um dos dragões mais horripilantes e temíveis daquele reino (os lagartos concordavam com a parte temível dessa descrição, mas não gostavam de chamar seu primo de feio), suas escamas verde escuras eram duras como aço e de suas orelhas saiam felpudas massas de pelos (que alguns passarinhos azarados ousavam confundir com vegetação e colocar ninhos ) e de suas ventas saiam fios de fumaça de cheiro semelhante a carniça misturada com enxofre, seus grandes olhos de cobra piscavam de um jeito diferente do normal e sua voz rouca e levemente anasalada davam o toque final ao sua aparência assustadora e fora isso ele odiava ser chamado de Blarhgth! E por isso inevitavelmente comia todas as pessoas que viam ele, exceto uma pessoa a Princesa Oza! A qual ele prendeu em sua terrível torre acima dos céus quase tocando as estrelas!
Da Rossa
Faça um blog, e vá postando coisas. Outros dirão se você é bom... na opinião deles. Importa é a sua, quando você está lidando consigo mesmo. Agora saber se você é um "escritor satisfatório para uma editora se interessar" aí não sei mesmo.
Vanilla
Da Rossa wrote:
Faça um blog, e vá postando coisas. Outros dirão se você é bom... na opinião deles. Importa é a sua, quando você está lidando consigo mesmo. Agora saber se você é um "escritor satisfatório para uma editora se interessar" aí não sei mesmo.


Ia dar essa sugestão! Nada como um blog pra expôr suas ideias e receber feedback. O problema é que em tempos de twitter dificilmente o pessoal anda parando pra ler algo com mais de 140 caracteres. Sinal dos tempos. Razz
gueda
D'Artagnan wrote:


revistas wrote:

Eu também gostaria de escrever um livro, mas sou um pouco tímido.


exatamente, sou extremamente timido (quase doente), o medo da critica sempre nao me deixa tentar


A vantagem de um texto e da internet é justamente essa. Eu sou extremamente tímido conversando com "uma pessoa", mas consigo falar em público normalmente (uma palestra, por exemplo).
Timidez? Então utilizem a escrita em seu favor, desprenda, deixe a imaginação fluir e não tenha medo de críticas, elas sempre existirão, independente da qualidade do seu trabalho, por pior ou melhor que seja.

Ninguém está a salvo de críticas, sempre tem quem gosta e quem não gosta, o negócio é aprender a conviver com elas ou ignorá-las.

Possuo algumas histórias que escrevi de um personagem quando jogava RPG de mesa (D&D), é extremamente desenvolvida e focada na questão psicológica da personagem.

Também iniciei a escrver um livro 10 anos atrás, mas até hoje não conclui. A história retrata basicamente a convivência entre dois jovens (um garoto e uma garota), as primeiras emoções da vida amorosa, sexual e a dificuldade de relacionamento após ela ter sido estuprada, com elos poéticos e aprofundamento na teoria de suicídio de Durkheim sem perder o foco histórico.

Enfim, quis explorar os extremos entre amor, ódio, raiva e dor.

Um dia eu termino...
D'Artagnan
Quote:


Era uma vez uma princesa , em uma terra longínqua, em um reino de uma época muito muito muito distante... essa princesa como muitas princesas teve seu destino traçado ao nascer, ela fora capturada aos 16 anos de idade por um mesquinho e cruel dragão verde, chamado Blarhgth! (que era o que as pessoas diziam ao ver sua medonha cara de dragão), e Foi presa em uma torre acima das nuvens, quase tocando as estrelas.

Na opinião de 4 a cada 5 criaturas Blarhgth! era um dos dragões mais horripilantes e temíveis daquele reino (os lagartos concordavam com a parte temível dessa descrição, mas não gostavam de chamar seu primo de feio), suas escamas verde escuras eram duras como aço e de suas orelhas saiam felpudas massas de pelos (que alguns passarinhos azarados ousavam confundir com vegetação e colocar ninhos ) e de suas ventas saiam fios de fumaça de cheiro semelhante a carniça misturada com enxofre, seus grandes olhos de cobra piscavam de um jeito diferente do normal e sua voz rouca e levemente anasalada davam o toque final ao sua aparência assustadora e fora isso ele odiava ser chamado de Blarhgth! E por isso inevitavelmente comia todas as pessoas que viam ele, exceto uma pessoa a Princesa Oza! A qual ele prendeu em sua terrível torre acima dos céus quase tocando as estrelas!


Pelo geito ni huem gostou da minha historia :_( :_(, só por isso eu vou fazer a oza! cometer suicidio no final....


Quote:
Possuo algumas histórias que escrevi de um personagem quando jogava RPG de mesa (D&D), é extremamente desenvolvida e focada na questão psicológica da personagem.

Também iniciei a escrver um livro 10 anos atrás, mas até hoje não conclui. A história retrata basicamente a convivência entre dois jovens (um garoto e uma garota), as primeiras emoções da vida amorosa, sexual e a dificuldade de relacionamento após ela ter sido estuprada, com elos poéticos e aprofundamento na teoria de suicídio de Durkheim sem perder o foco histórico.

Enfim, quis explorar os extremos entre amor, ódio, raiva e dor.

Um dia eu termino...


gostei do enredo Smile
Da Rossa
Quantos anos você tem, D'Art? É que, na verdade, eu me alinho com Kenneth Minogue, que é um cientista político que sustenta que jovens devem se afastar da política, pois política é coisa para gente grande, e que, ao invés dela, eles deveriam estar estudando. Eu pego esse pensamento e faço uma extrapolação - para o campo intelectual em geral.
Se você for jovem, procure mais ouvir os mais velhos e adquirir conhecimento. Não se manifeste tão precocemente sobre coisas profundas. É que jovem não tem o hábito de fazer o devido exame das coisas. Aprendem algo na infância, fazem a crítica de primeiro grau na adolescência, com uma ideia que vai até meados do início da vida adulta, que é quando ele se ocupa com o emprego e deixa de pensar nas questões da vida. Resultado: um dogma aprendido na infância, enquanto você não tinha condições de refletir sobre seu teor, e uma única crítica, que aponta em um sentido somente. Esse é o problema: os jovens se apegam àquela ideia que *descobriram* depois que "desenvolveram pensamento crítico", e daí acham-se donos da verdade. Na verdade verdadeira, o que eles passaram foi a andar junto com o resto da manada, adotando a opinião abstrata do grupo, sem criticá-la até por medo de ser rejeitado, como o jovem idiota que aceita usar drogas porque alguém da roda ofereceu e teme ser tachado de 'careta'.
E o que é o adulto? O adulto é exatamente o jovem crescido, que passou a ocupar-se de outras coisas mais imediatas na vida, e não se importou mais em reexaminar aqueles ideais aprendidos na juventude, que muitas vezes são míopes.

Um texto legal que critica o ímpeto jovem é este, clique aqui..

O que você não deve, por outro lado, é demorar a se tornar intelectual, mas escrever obras você pode deixar para depois. O brasileiro tem mania de querer passar em concurso público, entrar num bom emprego, chegar ao conforto aos 40, à aposentadoria aos 65 e só então se ocupar de ler. Não seja mais um!
Alerrandre
mostrando suas historias para as pessoas e vendo as reações delas,até mesmo colocando algumas de suas historias na internet vendo o que o pessoasl fala

Boa sorte !!!
D'Artagnan
alguém pelo menos diga que a história é ruim porque pior que comentarios negativos é ser ignorado
Da Rossa
Quote:
alguém pelo menos diga que a história é ruim porque pior que comentarios negativos é ser ignorado


A história é infantil e clichezada. É a impressão preliminar que eu tive. E, se eu tive, provavelmente outros também podem tê-la. não significa necessariamente que está ruim. Talvez uma mudança de tema seja coisa boa.

Mas atente-se para o que eu disse na minha mensagem acima, é muito importante.

Dica anti-timidez: faça um blog no blogger ou wordpress, ou outro serviço semelhante e poste com um codinome.
Gemeos
Sabe, eu quando era menor, começei a escrever um livro. Cheguei até a página número 22, mas deve uma queda de energia (ou algo assim, não lembro direito) que levou meu arquivo. Ae fiquei muito chateado e nunca mais escrevi.

Moral da história: Mesmo que você esteja treinando o seu dom de escrever, tenha cuidado para não perder tudo e viver a vida inteira com esse trauma..... =~(


hehehehhe zuera viu galera! o/
Lviter
Saramago já disse que "todos são escritores, mas só alguns escrevem".

Ocupar-se, profissionalmente ou não, em escrever textos mais longos e consistentes, é algo que exige dedicação como qualquer outra atividade, começando pelo bom português, que no caso é sua ferramenta de trabalho. Como ser um bom programador sem conhecer linguagem de programação?
O raciocínio é o mesmo se alguém quer ser escritor. Então o primeiro passo para escrever bem é levar a coisa a sério, estudando bastante e lendo muito, mas muito mesmo, bons autores (não necessariamente clássicos) para "pegar o jeito".

Outro quesito importante é buscar ter bastante informação e cultura, não necessariamente acadêmica, mas conhecer de tudo um pouco, ou conhecer muito de muitas coisas, de preferência. Para escrevermos precisamos ter conteúdo, ou seja, é preciso ter "com que" escrever, ainda que o gênero seja infantil ou fantasia. O interessante fenômeno que ocorre hoje com a internet é que nunca foi tão fácil "ser um escritor", pois temos o editor de textos para produzir com eficiência e a os blogs para publicar. No entanto, daí para o texto ter qualidade e conseguir leitores, são outros quinhentos...

Tenho três livros escritos e publicados em um grupo virtual semi-público que também escreve e onde opinamos mutuamente, este também é um bom começo, há muitos assim na internet, inclusive no orkut. Pretendo revisá-los e começar a publicá-los "em papel" no início do próximo ano, por prazer e para dar algum fruto acadêmico em meu trabalho, porque por outro lado nunca tive a menor ilusão de viver de Literatura em um país em que tão poucos tem o hábito de ler...

P.S.: Uma obra que recomendo enfaticamente a quem quer escrever roteiros ou ficção de modo geral é "A Jornada do Escritor" de Christopher Vogler.
gueda
Lviter wrote:


Tenho três livros escritos e publicados em um grupo virtual semi-público que também escreve e onde opinamos mutuamente, este também é um bom começo



pode passar o local "de encontro" desse grupo? é site, comunidade, blog?
Lviter
gueda wrote:
Lviter wrote:


Tenho três livros escritos e publicados em um grupo virtual semi-público que também escreve e onde opinamos mutuamente, este também é um bom começo



pode passar o local "de encontro" desse grupo? é site, comunidade, blog?


O foco do grupo, neste caso basicamente feminino, é muito específico: escrever adaptações do romance Orgulho e Preconceito de Jane Austen e os textos estão neste site: http://www.janeaustenfanfics.com.br e os comentários que trocamos sobre os textos estão
na comunidade do orkut, cujo link também está neste site.

Mas existem muitos outros grupos do gênero na internet, em fóruns, orkut e afins, nos estilos mais variados. Alguns exemplos:

http://www.onerdescritor.com.br/
http://recantodasletras.uol.com.br/
http://www.fanfiction.net/

Comunidades no Orkut: Bar do Escritor, Escrever é minha terapia, Escritores Amadores, entre outras
(não participo destas, mas são bem conceituadas).
riccopt
uma das melhores formas de saber se as pessoas gostam do que voce escreve é criar um blog...
e ver se as pessoas vao acompanhar os seus textos (pelo numero de visitas)...
Related topics
[JOGOS] - Alguém conhece um bom RPG FREE?
Windows Live Messenger
Existe vida fora do nosso planeta???
Internet Explorer 7 - RC1
Alckmin X Lula
E-commerce: um grande negócio
Pirataria de CD e DVD no Brasil. Como acabar?
Sucesso Financeiro
Como você reagiria se...
Alimentos proibidos para cães e gatos
O que é preciso saber para ser um bom cidadão?
O que você é, o que faz, o que quer ser.
Chrome OS - Sistema operacional do Google
Clonaram meu carro que sufoco e indignação.
Reply to topic    Frihost Forum Index -> Language Forums -> Portuguese

FRIHOST HOME | FAQ | TOS | ABOUT US | CONTACT US | SITE MAP
© 2005-2011 Frihost, forums powered by phpBB.