FRIHOSTFORUMSSEARCHFAQTOSBLOGSCOMPETITIONS
You are invited to Log in or Register a free Frihost Account!


Para efeito discussão, diferença entre umbanda e candomblé?





protesilau
A midia brasileira na epoca do carnaval explora muito as religiões afro-brasileiras, portanto, para efeito discussão, diferença entre umbanda e candomblé?
D'Artagnan
bom, eu não sei, mas gostaria de saber qual delas é responsavel bela macumba! O.O
cherry-pie
D'Artagnan wrote:
bom, eu não sei, mas gostaria de saber qual delas é responsavel bela macumba! O.O


macumba XD ? eu conheço por trabalho heuheuheu vamo fazê um trabalho forte Razz tah brinks eu não entendo nada de religiões mas sei q tem uns amigos meus que frequentam mas nunca entrei em detalhes até pq não me interesso muito por essas coisas Smile
Gemeos
Vocês já viram a tradução da palavra Macumba para o inglês? O Google diz que é Voodoo ^^' mas creio que não deve ser nada haver.

Mas lembro de já ter lido uma tradução que dizia Religião Africana/Brasileira. Então logo pensei, será que existe Macumba na Africa? Ou eh só uma vertente de alguma outra religião de lá? Ou é algo extremamente sem ligação, que nasceu mesmo no Brasil, porém que se assemelha bastante com algumas religiões africanas?
Deline
Não sei a diferença, mas aposto que se a gente der uma pesquisada, acha. Smile
No mais, muita gente confunde algumas religiões advindas da África, e algumas delas são tão inofensivas quando o catolicismo, com suas danças e músicas características.
Seria preconceito sair definindo toda religião que toca tambor de macumba, não? rs Smile
gueda
bom, antes de tudo, há uma questão cultural. Todo mundo fala nossaaaa candomble? umbanda: MACUMBEIRO!!!!
e isso não é verdade.

O candomble tem origem africana e foi trazido pelos escravos ao Brasil, a religião, no início, era "pura", ou seja, sem qualquer influencia católica ou espírita.

A umbanda, por sua vez, foi criada no Brasil em 1900 por algum babá de terreiro que criou as regras, ditas por um guia. Não se sabe exatamente o que realmente foi dito, o que foi imaginado e o que foi criado.

" A umbanda começou com os caboclos (espíritos de índios brasileiros) e pretos velhos (espíritos dos escravos), depois foram aparecendo novas entidades como ciganos, indianos, já tem gente incorporando Cleópatra, Messalina, Afrodite, Lampião, etc..."

"A umbanda não é iniciática, portanto não tem feitura de orixá.

As entidades que incorporam na umbanda não são orixás, são guias.

Nem tudo que vemos incorporado na umbanda são guias, pode ser fruto da imaginação muito fértil de algumas pessoas (com exceções).

No candomblé tem gente feita de santo que continua virando com guias de umbanda, isso não é novidade, é até muito freqüente de se ver. "

http://www.sobresites.com/candomble/artigo2.htm
Alice
gueda wrote:
bom, antes de tudo, há uma questão cultural. Todo mundo fala nossaaaa candomble? umbanda: MACUMBEIRO!!!!
e isso não é verdade.

O candomble tem origem africana e foi trazido pelos escravos ao Brasil, a religião, no início, era "pura", ou seja, sem qualquer influencia católica ou espírita.

A umbanda, por sua vez, foi criada no Brasil em 1900 por algum babá de terreiro que criou as regras, ditas por um guia. Não se sabe exatamente o que realmente foi dito, o que foi imaginado e o que foi criado.

" A umbanda começou com os caboclos (espíritos de índios brasileiros) e pretos velhos (espíritos dos escravos), depois foram aparecendo novas entidades como ciganos, indianos, já tem gente incorporando Cleópatra, Messalina, Afrodite, Lampião, etc..."

"A umbanda não é iniciática, portanto não tem feitura de orixá.

As entidades que incorporam na umbanda não são orixás, são guias.

Nem tudo que vemos incorporado na umbanda são guias, pode ser fruto da imaginação muito fértil de algumas pessoas (com exceções).

No candomblé tem gente feita de santo que continua virando com guias de umbanda, isso não é novidade, é até muito freqüente de se ver. "

http://www.sobresites.com/candomble/artigo2.htm


Bom, gostei do que disse no começo. Meu pai é umbandista, sou batizada na religião, não pratico, mas respeito e MUITO, e sei muito bem as verdades e mentiras sobre. Acontece que o preconceito religioso direcionado as religiões afro é de dar vergonha, o que não faltam são adjetivos, 'macumbeiro' é o mais famoso. Sendo que, quem conhece, sabe que é uma religião com cantos e história linda. Não conheço muito sobre Candoblé.

Agora, sobre essa exploração do carnaval, eu acho que pega mal pela vulgaridade atribuída, acho que assim como as outras, é uma religião que merece todo respeito, mas por outro lado, tras mais da religião para quem não conhece, apesar de ser pouco, conta as histórias, então, acho que é bem relativo, tem seu lado bom e ruim. E acho que não custa nada pesquisar de verdade sobre -quem se interessar-, e tirar todas essas besteiras impostas pelas pessoas - e religiões - da cabeça. Wink
cparakawa
A única coisa que eu sabia era que o candomblé é a religião africana (ou de alguma parte da África) e a umbanda é fruto do sincretismo.

Eu concordo que a população em geral não respeita muito, mesmo as pessoas que já frequentaram.

Por outro lado, o desdém e chacota "comum" pela religião alheia não é apenas malefício. Apesar de problemas sempre existirem, o Brasil dá liberdade religiosa. E a falta de respeito extremo impede coisas buzarras que acontecem em outros países. Como querer utilizar a sharia ao invés do código civil/penal porque os envolvidos são muçulmanos. Ou qualquer outra coisa em que a religião fica acima do país. Enfim, o radicalismo é combatido pela própria população. Óbvio que não é agradável chamar mulher muçulmana de "ninja", quem vai ao culto afro de "macumbeiro", considerar qualquer igreja cristã não-católica como "crente", chamar judeu ortodoxo de "agente funerário", etc.

Se por um lado este tipo de agressão possa violar a liberdade de culto, por outro lado coage fanatismos religiosos sem limites. Se houvesse atentando terrorista de origem islâmica no país, já se sabe o que aconteceriam com as mesquitas. Então você segue sua religião, mas existe limite.

Também não sei até que ponto se pode culpar a população pelo "desprestígio" de várias religiões/cultos. Se mal sabem ler e escrever, muito mal conhecem o que dizem seguir. Muito menos o que os outros seguem. Diferença de candomblé para umbanda e que nem perguntar a diferença de Hare Krishna, Budista e Hindu. Ou de Sunita e Xiita. Ou de Católico, variações de Protestantes e os NeoPentecostais. Ou explicar que o Japão não é um país budista, o país é shintoísta com vastas áreas com forte influência do budismo. Ou explicar o que é um judeu "comum" e um ortodoxo. E por aí vai.

Acredito que a melhor resposta para qualquer que seja a religião do outro seja "Azar o seu, você segue seu rumo e eu sigo o meu". A pessoa pode acreditar no que quiser, não atrapalhando/prejudicando os outros, está ótimo.

Que bom que o Brasil e um país em que a maioria é católica mas (ou embora) não frequenta a igreja. Cool
Lviter
Não conheço o assunto a fundo, mas o que a gente percebe no geral é este preconceito pelo fato destas tradições religiosas serem de origem africana, ou seja, negra.

A mitologia que estas religiões envolvem é tão bonita e tão rica, ao menos pelo que eu conheço, quanto outras mitologias a exemplo da grega, mas a aura de discriminação que (ainda) envolve tudo que diz respeito a este assunto, impede que as pessoas encarem desta forma.

Lembro-me de uma professora de Teoria Literária comparando as crenças e sacrifícios que os gregos faziam a Hades a algumas tradições religiosas africanas...
Vanilla
protesilau wrote:
A midia brasileira na epoca do carnaval explora muito as religiões afro-brasileiras, portanto, para efeito discussão, diferença entre umbanda e candomblé?


Em Salvador você fica muito imerso nisso tudo. Estátuas de orixás, pessoas usando guias. Aliás, pra mim que guia é aquele colar de contas coloridas que representa determinado orixá e tem um significado x. Eu sabia que azul e dourado são as cores de uma guia de Iemanjá, Exu é preto e vermelho e por aí vai.

Uma coisa que eu acho legal foram as associações feitas de orixás com santos da Igreja Católica. Já que não podiam cultuar livremente os orixás, os negros acharam o "correspondente" e rezavam pra ele. É como Iemanjá/Nossa Senhora dos Navegantes. Ou Iansã/Santa Bárbara. Meu pai era devoto de São Jorge, ou seja, também era devoto de Ogum.

Quanto a tal da macumba na encruzilhada, eu conheço por ebó. Respeito, passo longe. Cada orixá tem sua preferência por um tipo de ebó, que é a famosa comida ritual.

Sei que já frequentei missas católicas, usei guia de Exu, assisti palestras e tomei passes em centros espíritas, vi cultos protestantes. Hoje me considero agnóstica e muitas pessoas podem achar que se trata de "preguiça". No final das contas, tudo se resume a respeito. Há religiões das quais não gosto, mas não deixo de respeitar. É a máxima da vovó: não discutir o assunto pra viver feliz.
ralole
Alguns estudiosos na área da religião classificam a ubanda como uma religião tipicamente brasileira, visto que a mesma se derivou do cadomblé que tem forte influencia africana.

O principal veio da ubanda é a mistura de várias vertentes religiosas, inclusive o catolicismo.

muitos santos tem representação nas entidades mágicas da ubanda.
ralole
Estava dando uma olha no livros da religiões - do mesmo autor do mundo de sofia - e descobri que a maioria das entidades na ubanda derivam de entidades africanas.

Porém das mais de 400 entidades presentes nas religiões africanas, somente20 ou 30 chegaram ao Brasil.

Cada pessoa possue uma entidade relacionada com o seu nascimento. Cabe a pessoa decidir se incorpora totalmente a personalidade de se 'pai' ou 'mãe' de santo ou se leva em consideração somente os aspectos positivos de seu 'orixa'

Lembro ainda que como a ubanda é uma especie de laboratório religioso, ela se mescla também ao espiritismo. Por isso que existe a incorporação dos pretos velhos e pombas giras por esses 'médiuns'
odenieni
A forma e o objeto de culto é a principal diferença entre essas religiões.
O candomblé tradicional, possui sua liturgia baseada em lingua africana, a umbanda na lingua nativa do país em que é praticada.

A umbanda volta seu culto para espíritos que de acordo com sua crença, viveram em alguma época como humanos e possuem um grau de evolução espiritual distinto; o candomblé cultua sua divindades que são emanações do Deus supremo. (no candomblé tradicional, não são permitidas manifestações espiritas, sendo isso reservado aos cultos Lésé Egun).

No candomblé a iniciação e preparação demora vários anos em aprendizado e capacitação, na umbanda a responsabilidade pelas comunicações recai sobre o espirito manifestante.

Isso é um resumo, pois se trata de religiões muito diferentes.
Related topics
qual a diferença entre site estático e dinâmico?
Compensa ser altruista? Franceses mortos em ONG no Rio
Abandonwares
Será que compensa montar uma lan house?
DICAS, DETONADOS PARA PLAY 3.
Qual o melhor celular na sua opinião?
11/11/2011 - Black Sabbath anuncia reunião e novo disco
PROGRAMAÇÃO
Como listar arquivos de um diretório de site?
Noticias
alibaba
Idéias e Dúvidas
Duvida de lingua portuguesa - Ambiguidade
Elementais - Continuação
Reply to topic    Frihost Forum Index -> Language Forums -> Portuguese

FRIHOST HOME | FAQ | TOS | ABOUT US | CONTACT US | SITE MAP
© 2005-2011 Frihost, forums powered by phpBB.