FRIHOSTFORUMSSEARCHFAQTOSBLOGSCOMPETITIONS
You are invited to Log in or Register a free Frihost Account!


é a vez das magrelas - videorreportagem





cooperativafato
Curitiba esta enchendo de carros, menos de duas pessoas por carro
o q será q vai rolar daqui uns anos? quais as alternativas?
se o assunto te interessa, confira esta videorreportagem
"é a vez das magrelas"
http://www.jornaltiragosto.com/blog/?p=12
quirino
Isso é algo que São Paulo já vem enfrentando faz tempo, acredito que o transporte publico como o Metrô seria uma boa alternativa. Acredito que não iria rolar o uso de bicicletas...
Liques
Em Brasília isso é possível para uma pequena minoria, porém essa minoria é mais abastada. Pelo menos na minha visão sobre a cidade, vejo que a esse minoria que pode trocar o carro por bicicletas ou transporte público, não fazem isso por medo de perder o status social.

Mas acho que um dia isso vai mudar. A esperança é a ultima que morre. Smile
D'Artagnan
puts esse nome de reportagem eu vi em algum lugar!

na boa se alguém me disser que eu deveria andar de bicicleta ou enfrentar duas horas de onibus todo dia eu passo por cima de uno mille Evil or Very Mad , o problema é que as pessoas acham que todo mundo mora do lado de onde trabalha.
Liques
D'Artagnan wrote:
puts esse nome de reportagem eu vi em algum lugar!

na boa se alguém me disser que eu deveria andar de bicicleta ou enfrentar duas horas de onibus todo dia eu passo por cima de uno mille Evil or Very Mad , o problema é que as pessoas acham que todo mundo mora do lado de onde trabalha.


Está na hora de chegar a previsão futurista que a maioria das pessoas trabalhariam em casa, né...
cooperativafato
de uno mille é sacanagem! rs
cooperativafato
Cara,
visto como foi a linha verde em Curitiba, mal planejada, tenho até medo deste metrô de Curitiba
pelo q sei, não vai ligar a região metropolitana, nem nada
não sei se é a solução,
sem falar na grana q neguinho vai botar no bolso
cooperativafato
Liques wrote:
D'Artagnan wrote:
puts esse nome de reportagem eu vi em algum lugar!

na boa se alguém me disser que eu deveria andar de bicicleta ou enfrentar duas horas de onibus todo dia eu passo por cima de uno mille Evil or Very Mad , o problema é que as pessoas acham que todo mundo mora do lado de onde trabalha.


Está na hora de chegar a previsão futurista que a maioria das pessoas trabalhariam em casa, né...


no uol! há um ano e meio
gueda
na cidde de são paulo há algumas linhas que você pode locar uma bicicleta e andar por meio de uma área específica.
Quando fui a São Paulo pensei em locar uma durante a semana em que eu estaria na cidade, todavia, imaginei que pagaria somente a taxa de uso e mais outras coisas, mas deve-se deixar cheques de caução... o que só dificulta o procedimento.

Então, conforme disseram, também acredito que uso de bicicleta não irá rolar, até por comodismo e distância. Além de outras dificuldades como chegar no serviço e ter de se trocar, tomar banho etc.
rafael2112
Só se tiver linha especifica pegar o trânsito com bicicleta não é seguro.

Quote:
Curitiba esta enchendo de carros, menos de duas pessoas por carro

Não acho que essa proporção esteja certa
cooperativafato
são dados do ibge e do detran, veja ae
http://www.isuper.com.br/noticias.php?id=1089&titulo=Transito-no-Parana:-sobram-carros,-falta-espaco
bikeismylife
O brasileiro, de um modo em geral, é uma pessoa muito sem educação e sem senso de cidadania. Culpa do governo, culpa de nós mesmos, culpa do c... a quatro. Além deste fator também tem a preguiça e o tal do status social. Bicicleta é vista por nós brasileiros como veículo de pobre, de gente fracassada, de louco por bike, e por aí vai. Porém na verdade a culpa maior é do governo. Com a crise do petróleo na década de 1970 o governo da Dinamarca percebeu que manter o carro como principal meio de transporte saíria muito caro aos cofres públicos. Não é só uma questão de que construir estradas é mais caro do que construir ciclovias, por lá as magrelas dividem o asfalto com os caixões sobre rodas numa boa (os dinamarqueses têm educação), a questão também envolve investimentos na área de saúde pública, que por lá funciona e é muito melhor do que por aqui. O governo de Copenhagen moldou a preferência do cidadão dinamarquês por uma escolha mais saudável enquanto que o governo brasileiro preferiu uma escolha mais rentável aos cofres públicos: IPVA, DPVAT, LICENCIAMENTO, seguro, multas, pedágios, e um enorme etcetera, quanto a saúde pública é melhor nem comentar. Mas o que quero dizer é que o governo pode influenciar (e deve) a opinião pública, o problema é quando se tem políticos lá e não estadistas. Os políticos pensam na próxima eleição, os estadistas na próxima geração. Daí a noção que o povo é um reflexo de seus governantes e vice-versa.
Então caros, o que penso de vocês que idolatram os caixões sobre rodas é que são um bando de trouxas que enriquecem o governo e de quebra coloboram para a degradação ambiental e o entupimento das vias em nossas cidades e estradas. Carro é bom, é maravilhoso, o problema é que nós (brasileiros) não sabemos usá-lo sob nenhum ponto de vista: não temos educação ao ...
bikeismylife
... desrespeitar o pedestre, o ciclista, os outros motoristas e os motoqueiros, usamos o caixão pra ir em lugares que poderíamos ir a pé numa boa ou mesmo de metrô (caso de Sampa, Rio e Brasília).
É perigoso generalizar porque existem aqueles que são educados e tem senso de cidadania, mas infelizmente são muito poucos.
Pra finalizar deixo aqui os meus parabéns para esses poucos motoristas educados e para nós ciclistas, bikers e pedestres que enfrentamos dia-a-dia a ganância do governo e a falta de educação dos demais pilotos de caixões sobre rodas.
Propaga
Joinville, -Santa Catarina- conhecida como a 'cidade das bicicletas no Brasil' já perdeu essa denominação faz muito tempo. Hoje em dia quem utiliza a bicicleta como transporte e, não para fazer exercícios ou lazer, são poucos. Pouca gente, mesmo!

À questão de meio século, contam que a proporção era de 100 bicicletas para cada carro, aqui em Joinville. Mas, como tudo muda, aqui mudou também e para pior! E, a proporção praticamente se inverteu.

Utilizar a bicicleta por aqui, é uma grande façanha! Pois, disputar espaço com os carros é suicídio. E, é claro, a corda sempre arrebenta na parte mais fraca.

Gostaria muito de poder andar de bicicleta e com segurança nesta cidade, onde até a topografia ajuda. Totalmente plana e de temperatura agradável, favorece muito a sua utilização.

Mas, como já mencionaram neste post, quem sabe o futuro nos reserva essa possibilidade. Mesmo que seja “na marra” teremos que utilizar a bicicleta. E, quem sabe, obrigatoriamente!
ricardo22
na cidde de são paulo há algumas linhas que você pode locar uma bicicleta e andar por meio de uma área específica.
Quando fui a São Paulo pensei em locar uma durante a semana em que eu estaria na cidade, todavia, imaginei que pagaria somente a taxa de uso e mais outras coisas, mas deve-se deixar cheques de caução... o que só dificulta o procedimento.

Então, conforme disseram, também acredito que uso de bicicleta não irá rolar, até por comodismo e distância. Além de outras dificuldades como chegar no serviço e ter de se trocar, tomar banho etc.



-------------------------------------------------------

falou tudo amigo!
phantombr
Esse título me fez pensar em outro tipo de post... Wink

Biciletas na minha cidade interiorana?
Quase nem lojas existem (de bicicletas..) quanto mais enxergar esse meio de transporte pela cidade.
Propaga
cooperativafato wrote:
Curitiba esta enchendo de carros, menos de duas pessoas por carro
o q será q vai rolar daqui uns anos? quais as alternativas?
se o assunto te interessa, confira esta videorreportagem
"é a vez das magrelas"
http://www.jornaltiragosto.com/blog/?p=12


Na maioria das grandes cidades do Brasil o trânsito está pra lá de congestionado. Acontece o seguinte, as ruas continuam as mesmas e com a mesma largura - até por que nem tem como alargar pois as indenizações seriam inviáveis para as administrações públicas - e a frota de carros aumentou de uma maneira tão rápida e intensa, que é até assustador.

E o pior de tudo, o transporte é individual em 99% dos automóveis. Até porque é muito difícil de conciliar horários e locais para possibilitar um transporte solidário.

Nas condições apertadas das nossas ruas acredito também que impossível e muito arriscado adotar a bicicleta como alternativa. Para nosso modelo atual de vias públicas acredito que a bicicleta é coisa do passado.

Portanto, a solução para o caos de nosso trânsito é o poder público dar condições adequadas ao transporte coletivo, pelo menos parecido com aquele modelo dos países desenvolvidos.
Propaga
Assisti numa reportagem de televisão, dias atrás, um ciclista contumaz de São Paulo dizendo que faria doação da sua “magrela”, pois, não suportava mais a violência do trânsito e o total desrespeito com os ciclistas.

Infelizmente, não é somente em São Paulo que acontece essa situação. Na maioria das cidades classificadas de porte médio, a situação é exatamente a mesma!

Os condutores de automóveis, como também os de outros veículos automotores pressionados pelo alto estresse do trânsito, quando visualizam uma bicicleta dá a impressão de que muitos deles gostariam de passar por cima.

Porém, felizmente contamos com uma grande maioria de motoristas com bom senso e que fazem uso da necessária solidariedade no trânsito!

Acredito que, nos tempos atuais e com a engenharia de trânsito que contamos, a utilização da bicicleta se tornou, praticamente, inviável.

Alguns órgãos de trânsito de algumas prefeituras pelo Brasil afora, como de minha cidade, por exemplo, estão diminuindo a largura das pistas que os veículos utilizam, para incluir ciclovias. Alguns acidentes já aconteceram e, sinceramente, acredito que não vai funcionar! Infelizmente!
Deline
O único problema agora é investir em infraestrutura para esse tipo de transporte - que traga mais segurança e praticidade aos ciclistas.
Propaga
Não acredito que é a vez das magrelas! Acredito, isto sim, é que cada vez mais as magrelas são relegadas a ficarem guardadas e algumas até penduradas.

Com esse trânsito infernal e cada vez mais perigoso e até assassino, as bicicletas se tornaram um estorvo para muitos motoristas se noção.

Mesmo com todo o respeito que tenho por ciclistas, recentemente quase que aconteceu uma tragédia comigo. Sim, porque se por uma desventura tivesse atropelado o ciclista, no caso, a tragédia maior seria comigo mesmo.

Acontece que pelo maior cuidado e atenção dispensada quando eu dirijo, mesmo assim, foi por muito pouco que um ciclista não foi atropelado pelo meu carro.

Devido a rua ser muito estreita e sem ciclofaixa, o ciclista transitava à noite quase que pelo centro da pista.

Foi, realmente, uma grande sorte ou proteção Superior mesmo, que não aconteceu o pior.

Devido aos faróis ofuscantes dos veículos que transitavam no sentido contrário, por pouco não consegui avistar o ciclista.

Mas, felizmente a luz protetora do ‘Arquiteto do Universo’ iluminou meu caminho! Aliás, como sempre tem feito. E, “Graças” consegui desviar do ciclista.
Deline
Propaga wrote:
Não acredito que é a vez das magrelas! Acredito, isto sim, é que cada vez mais as magrelas são relegadas a ficarem guardadas e algumas até penduradas.

Com esse trânsito infernal e cada vez mais perigoso e até assassino, as bicicletas se tornaram um estorvo para muitos motoristas se noção.

Mesmo com todo o respeito que tenho por ciclistas, recentemente quase que aconteceu uma tragédia comigo. Sim, porque se por uma desventura tivesse atropelado o ciclista, no caso, a tragédia maior seria comigo mesmo.

Acontece que pelo maior cuidado e atenção dispensada quando eu dirijo, mesmo assim, foi por muito pouco que um ciclista não foi atropelado pelo meu carro.

Devido a rua ser muito estreita e sem ciclo faixa, o ciclista transitava à noite quase que pelo centro da pista.

Foi, realmente, uma grande sorte ou proteção superior mesmo, que não aconteceu o pior.

Devido aos faróis ofuscantes dos veículos que transitavam no sentido contrário, por pouco não consegui avistar o ciclista.

Mas, felizmente a luz protetora do ‘Arquiteto do Universo’ iluminou meu caminho! Aliás, como sempre tem feito. E, “Graças” consegui desviar do ciclista.


É, acho que o receio agora só aumenta. Tem aparecido muitos casos assim - ou até piores, de ciclistas atropelados. Mas aí a questão já vai para educação no trânsito, melhor sinalização, ciclovias decentes, etc...
Propaga
Aqui na minha cidade – Joinville,SC – foi feito recentemente um desafio intermodal, (essa palavrinha tá moda atualmente), entre carro, ônibus, táxi, pedestre e bicicleta num horário de ‘rusch’ e, adivinhem o resultado?

Deu bicicleta na cabeça!
Quote:
O evento integrou as atividades da Semana Nacional de Trânsito. O objetivo era mensurar a qualidade dos deslocamentos urbanos. A proposta não era apenas medir a velocidade e quem chega primeiro, mas avaliar o custo ambiental, econômico e social de cada meio de transporte. O ponto de partida foi a UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), na rua Presidente Prudente de Moraes, nº 406, no América, e a chegada na Estação da Memória, na rua Leite Ribeiro, s/n, no Anita Garibaldi. O estudante do curso de Engenharia de Mobilidade da UFSC, Roberto Catão, foi quem chegou primeiro, pilotando sua bicicleta. “Já esperava que iria chegar em primeiro por causa do horário da largada. Se fosse em um domingo pela manhã, por exemplo, saberíamos que o resultado seria diferente”, avalia. Catão levou 15 minutos para completar o trajeto. A última a chegar no ponto final foi a também estudante do curso de Engenharia da Mobilidade, Bruna Gross, que caminhou da UFSC até a Estação da Memória em 1h05. Fonte: ndonline.com.br
Sendo assim, com o trânsito de automóveis cada vez mais ‘engarrafado’, a mobilidade urbana será resolvida através das ‘magrelas’, mesmo!
Lógico! Tem forma mais rápida e imediata para ser implantado ou reimplantado este sistema de transporte?
Sim, porque Joinville já foi considerada a capital dos ciclistas do Brasil.
Então, é só questão de voltar aos velhos tempos. Pedalando, pedalando... Chegamos lá!
Related topics
Noticias
Alguem curte anime?
Dunga é o novo técnico da seleção brasileira.
Aquecimento global? Mito ou realidade
Design Gráfico
Escolas Tecnicas. O que acha delas?
Que livro você está lendo ou leu recentemente?
Será que compensa montar uma lan house?
Religiao Entre os Brasileiros Internautas.
[GAMES] CS Proibido no Brasil
você acredita na MEGA SENA ?
País não atinge meta em português no ensino fundamental
[ notícias ] Gripe suína
DICAS, DETONADOS PARA PLAY 3.
Reply to topic    Frihost Forum Index -> Language Forums -> Portuguese

FRIHOST HOME | FAQ | TOS | ABOUT US | CONTACT US | SITE MAP
© 2005-2011 Frihost, forums powered by phpBB.